quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Caso aeroporto: Prefeito de Maricá cometeu crime, segundo Anac

De acordo com o Ofício nº 137/2013/GGAF/ANAC enviado ao Ministério Público, via Procuradoria da República no Rio de Janeiro em novembro do ano passado, o prefeito de Maricá, Washington Quaquá, ao baixar o Decreto 171 em 11 de setembro de 2013, restringiu as operações aéreas no Aeroporto de Maricá sem possuir NOTAM (Notice to Airmen) para fechamento da pista.

"Não se pode olvidar, salvo melhor juízo, a existência de irregularidades no âmbito criminal, baseando-me nos artigos 27 do Código de Processo Penal, e 291 §1º do Código Brasileiro de aeronáutica, levo ao conhecimento desse Parquet as ações praticadas pelo explorador do aeródromo, para as providências que julgarem cabíveis, sem prejuízo das medidas administrativas que estão sendo tomadas pela Agência Nacional de Aviação Civil", relata ao procurador o Gerente Geral de Ação Fiscal, Claudio Beschizza Ianelli.









1 comentários:

Anônimo disse...

O que esperar do eleitor brasileiro que, apesar de todas as más notícias sobre nosso país e mais, o absurdo apoio ao Estado Islâmico, apoia a candidata da situação? Cada povo escolhe o seu destino,

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.