segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Marcelo Delaroli obtém boa votação e fica como primeiro suplente a deputado federal

Com a expressiva marca de 33.743 votos e uma campanha limpa, Marcelo Delaroli (PR/PROS) ficou como primeiro suplente a deputado federal após apuração das urnas, nas eleições realizadas neste domingo (05). Com este resultado, Marcelo solidificou-se como uma importante liderança política em sua região e é fortemente cotado para assumir a Prefeitura de Maricá a partir de 2017.

Já o prefeito Washington Quaquá, presidente regional do PT, à base de muita corrupção com o dinheiro da máquina pública, como era de se esperar, conseguiu eleger a sua mulher Rosângela Zeidan e o presidente da câmara de vereadores Fabiano Horta.

Embora a juíza da 55ª Zona Eleitoral, Dra. Criscia Curty de Freitas Lopes, na reta final, tenha  determinado a apreensão de praticamente todo material ilegal do comitê central petista, não foi suficiente para frear a campanha "quaquaísta" em todo estado.








4 comentários:

Anônimo disse...

Votei no Marcelo Delaroli e na Zeidan. Parece um paradoxo, mas achei que os dois são representantes naturais de Maricá. Posso estar errado? Sim,posso estar errado, mas garanto uma coisa "desde o dia que tomarem posse vou analisar o trabalho de cada um para com o povo de Maricá" e ver se vão cumprir as promessas que fizeram para com a população de ITAIPUAÇU. Deraloli e Quaquá ainda embolam minha cabeça. Vou analisar milimetricamente o que cada um fez e principalmente fará pelo povo de Maricá: Inoã e Itaipuaçu (terra do elefante gigante e falso pão de açúcar). Tenho um prazo até 2017 (eleição para prefeito) para decidir quem fez mais ou pode fazer mais por Maricá e Itaipuaçu.
Quase votei no Fabiano Horta,fiquei muito na dúvida e também vou ver o que ele vái fazer pelo povo de Maricá e Itaipuaçu e se vão cumprir o que prometeram (asfalto, saneamento, água, Hospital Chequevara, segurança, educação, praças, e estas tbm de extrama importãncia, pois se equipadas com quadras, brinquedos para crianças e até quiosques e aparelhos de musculação,etc. são fruto de muito prazer e alegria para as familias e para a população, entre outras importantes promessas que fizeram) e dependendo do que o Fabiano Horta fizer tbm voto nele na próxima eleição. Decidir em que votar não é fácil, afinal é fruto de muita pesquisa e estes,uma vez eleitos representam o nosso povo. Que os eleitos de Maricá sejam bem sucedidos em seus mandatos e cumpram suas promessas,sempre olhando para as necessidades do povo Maricaense,afinal foi por isso que votamos neles. ZEIDAN, falei para minha família toda votar em vc, sou de Itaipuaçu e espero que vc cumpra no nosso Distrito o que vc prometeu no seu inflamado e emocionante discurso no palanque. Boa sorte e bom governo para todos os eleitos e que as promessas sejam cumpridas.

Anônimo disse...

Parabéns Marcelo, foi mais votado do que muita gente famosa no RJ. Continue assim e as pessoas de bem vão sempre apoiá-lo.

Anônimo disse...

Depois desse resultado esmagador em Maricá, Marcelo terá que procurar suas lideranças para 2016. Ele não é o próximo Prefeito não!! Quaquá como um bom articulador, após o segundo turno, vai usar a maquina pública para consolidar apoios e montar uma forte nominata de vereadores para 2016, tirando a possibilidade de Marcelo ser o próximo Prefeito. Ele agora tem a Prefeitura, uma Deputada Estadual e um Deputado Federal, estruturas fortes, que vão fortalecer o projeto dele em Maricá para a sua sucessão a Prefeitura. Marcelo se for inteligente, não pode sair das ruas e tem que já, procurar aliados para 2016.

Anônimo disse...

Votos obtidos em Maricá:
Zeidan: 24596
Marcelo Delaroli: 22.390
Fabiano Horta: 15.327
Fonte: O Globo on line
Se as eleições municipais fossem hoje, lamentavelmente continuaríamos na lama aqui em Itaipuaçu.

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.