terça-feira, 14 de outubro de 2014

Novas imagens podem incriminar Quaquá pela queda de bimotor em Maricá

O fechamento das pistas do aeroporto de Maricá, região metropolitana do Rio de Janeiro, pode ter contribuído com a queda de um bimotor, em 21 de outubro de 2013, segundo imagens de uma câmera de segurança. Na ocasião, morreram duas pessoas: o juiz estadual Carlos Alfredo Flores Cunha e o piloto e instrutor de voo comandante Adelmo Louzada.

As imagens  mostram que dez minutos antes do acidente, carros da Guarda Civil Municipal invadiram a pista e obrigaram uma outra aeronave a arremeter. A prefeitura alega que fechou as pistas para fazer obras de reforma no local. Porém, um ano depois nenhuma obra foi realizada e a justificativa está sendo investigada pelo Ministério Público.

A aeronave acidentada havia decolado do aeroporto de Jacarépagua e tentou realizar um pouso de emergência no aeródromo de Maricá, porém veículos da prefeitura, por ordem do prefeito, bloquearam a pista. O avião então, com falha num dos motores, arremeteu mas não conseguiu realizar a manobra e acabou caindo, matando o juiz e o piloto. 

O prefeito Quaquá, do PT, e dois secretários municipais (Lourival Casula, do Desenvolvimento Econômico, e Fabrício Bittencourt, da secretaria de Segurança) foram indiciados pela justiça federal por atentado contra a segurança do transporte aéreo. Eles teriam dado as ordens para que os guardas fechassem a pista. O Ministério Público Federal investiga quais interesses estão por trás dessas determinações.

- Pra família ficou só a dor, só a saudade. Por enquanto, só por enquanto, a impunidade. Essa impunidade é temporária. O estado está andando; avançando devagar- comenta o irmão do juiz morto, o juiz federal Luiz Cláudio Flores.

O perito em aviação Marcus Reis, após examinar um vídeo em que carros da prefeitura, em uma outra ocasião, invadiram a pista para impedir o pouso de uma outra aeronave, apontou diversas irregularidades praticadas pelos agentes municipais.

O aeródromo está fechado há um ano para obras que deveriam estar sendo feitas pela prefeitura mas que ainda nem saíram do papel. A Agência Nacional de Aviação Civil - ANAC - foi notificada. As investigações do acidente que matou o juiz também estão atrasadas. O motivo: o prefeito Washington Quaquá tem foro privilegiado.

Com informações: Jornal da Band

Assista o vídeo com a reportagem completa produzida e veiculada pela TV Band em seu telejornal na noite desta segunda-feira, no link a seguir:

http://videos.band.uol.com.br/programa.asp?e=noticias&v=15234604&p=3&pr=jornal-da-band







6 comentários:

Anônimo disse...

Gostaria de saber porque o ministério publico está tão conivente com os mandos e desmandos do Sr. Prefeito, o delegado já o acusou de Homicídio, a Anac e o SAC também tem sua parcela de culpa pois se tivessem tomado providencias imediatas contra o decreto lei 171 da prefeitura não teria ocorrido tais fatos e esse cidadão ainda não fez nada no aeródromo e ao contrario as empresas estão sendo saqueadas por esse bandidos fardados que se auto proclamam Guarda Municipal, agora na reportagem o Piloto Pablo diz que eles mostraram as armas?!?!?!? Prefeitura Municipal de Maricá pode andar Armada?????Espero sinceramente que algo aconteça com esse Prefeito, pois ele Matou duas pessoas que não tinha nada haver com a sua ambição de poder e dinheiro, ACORDA MARICÁ !!!! VOCES ESTAM SENDO LESADOS PELO SEU GOVERNANTE EM TROCA DE ASFALTO BOLSA MAMBUCA, e as quase 500 famílias prejudicas? já foram contratadas conforme disse o Prefeito, ou pelo menos receberam algum salario? este PATO ESTÁ MAIS PARA RATO!!!!

Anônimo disse...

Concordo plenamente com seu comentário. Esse pato tem uma rede de proteção a seu favor. Mais a casa vai cair em breve.

Anônimo disse...

por que não prendem logo esse safado, ladrão, e vamos eleger aecio e pesão e eu quero ver esse safado se criar as custas dos outro

Anônimo disse...

ME DIGA COM QUEM TU ANDAS E EU TE DIREI QUE TU ÉS. POIS BEM. O ODORIQUAQUÁ ESTA DE NAMOROS COM O ZITO DE CAXIAS. NESSA COMPOSIÇÃO O POVO É LIXO.

Anônimo disse...

TEM MUITA GENTE PERDENDO A IMUNIDADE PARLAMENTAR. CADEIA NELES, E, SE POSSÍVEL NO RDD - REGIME DISCIPLINAR DIFERENCIADO.

Anônimo disse...

tomara que não seja mais um caso no brasil para terminar em impunidade

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.