segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Flu vence a 4ª seguida e chega ao G-4

Por William Amaral

Bota perde para o líder e Fla vence com reservas
Embalou. Visitando o Goiás, o Flu venceu o Esmeraldino por 2 a 0, mostrou força na competição e entrou no G-4.

Melhor desde o início, o Tricolor não demorou a abrir o placar. Aos 26, Conca deu lindo passe para Jean, que cruzou rasteiro para Fred escorar e abrir o placar. O restante da primeira etapa foi de pressão do time da casa, que parou em boas defesas de Cavalieri e na cabeça de Guilherme Mattis, que tirou bola em cima da linha. No segundo tempo, o Flu conseguiu conter os ataques goianos com mais facilidade e passou a contra-atacar com perigo. Aos 44, veio o golpe final: Wagner rolou para Chiquinho na esquerda e o lateral cruzou rasteiro para Conca concluir e encerrar o placar. A importante vitória deu ao Flu uma subida de duas posições na tabela e o 4º lugar, entrando na zona de classificação para a Libertadores. O time de Cristóvão Borges tem 54 pontos.

Derrota esperada. No jogo mais difícil de todo o campeonato, o Botafogo foi ao Mineirão e não foi capaz de segurar o líder Cruzeiro, que marcou dois gols no início e tirou o pé do acelerador no restante da partida. Logo aos 5, Rodrigo Souto dominou mal uma bola na entrada da área e acabou sendo surpreendido por Marquinhos, que roubou a bola, invadiu a área e bateu na saída de Jefferson para abrir o placar. Dez minutos depois, Egídio cobrou falta com perfeição e ampliou o placar. Tranquilo e relaxado, o Cruzeiro levou o jogo em banho-maria, sem ser assustado pelo Botafogo. Na segunda etapa, o time mineiro forçou o ritmo em alguns momentos em busca do terceiro gol, mas Marcelo Moreno perdeu as boas oportunidades criadas por Everton Ribeiro e Cia. Aos 46, após cruzamento despretensioso na área do Cruzeiro, o zagueiro Léo pegou na orelha da bola e fez gol contra. O Fogão segue seu calvário na 18ª posição, com 33 pontos.

Agonia perto do fim. Com time quase todo reserva, o Flamengo venceu a Chapecoense com facilidade e pode respirar aliviado com o risco de rebaixamento bem longe. O jogo começou quente, com ótimas oportunidades para o Fla, que foram desperdiçadas por Nixon e Gabriel. Aos 22, Márcio Araújo tentou cruzamento pela direita, mas a bola explodiu no braço de Rafael Lima e o juiz marcou pênalti. Na cobrança, Léo Moura desperdiçou. Após o lance, o veterano lateral levou a mão à coxa e foi substituído. Pouco depois, Gabriel também sentiu lesão e foi para o vestiário mais cedo dando lugar a Eduardo da Silva. Na segunda etapa, vieram os gols. Aos 10, Anderson Pico acertou uma bomba de fora da área e abriu o placar. Cinco minutos depois, Anderson Pico cruzou da esquerda e Nixon testou para ampliar. Aos 24, Léo foi ao fundo e cruzou para Nixon, que acertou um belo voleio e definiu o placar. O Urubu foi a 43 pontos, subiu para a 10ª posição e está a 9 pontos da “confusão”.





0 comentários:

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.