sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Secretaria prorroga prazo para vistoria de mototáxis em Maricá, no RJ

148 motociclistas são autorizados a oferecer o serviço no município. Confira a documentação necessária para fazer a vistoria.


A Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito de Maricá, no interior do Rio de Janeiro, prorrogou para a próxima terça-feira (25) o prazo para os permissionários de mototáxi da cidade realizarem a vistoria anual do veículo, inicialmente marcado até o dia 21 de outubro e depois estendido para o dia 21/11. O objetivo é garantir a grande demanda de atendimento.

Ao todo, 148 motociclistas são autorizados a oferecer o serviço de transporte de passageiros no município. O recadastramento é realizado na sede da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes, localizada na Rua Fernando Henrique Assumpção, lote 33-A3, Quadra M, no Parque Eldorado, das 10h às 16h. Vale ressaltar que a secretaria irá atender os mototaxistas independente das iniciais dos nomes, que deverão entregar originais e cópias dos documentos exigidos pela Prefeitura, conforme lista abaixo.

Documentação exigida:

- CRLV 2014 em nome do autorizado;
- Carteira Nacional de Habilitação, com a categoria A remunerado;
- Comprovante de ISS 2014 quitado;
- Prontuário da CNH expedido pelo Detran/Ciretran, comprovando não possuir nos últimos 12 meses multas por infrações graves ou gravíssimas;
- Comprovante de inscrição na Previdência Social atual;
- Atestado de bons antecedentes, expedido pelo Fórum Municipal de Maricá;
- Comprovante de residência de Maricá atualizado;
- Uma foto 3x4;
- Comprovante de pagamento da taxa de vistoria de veículos (mototáxi), no valor de 0,5 Ufimas (Unidade Fiscal de Maricá), de acordo com o decreto nº 111, de 18 de outubro de 2012;

Fonte: G1 Região dos Lagos





0 comentários:

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.