quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

Graças às trapalhadas de Quaquá, PT terá espaço zero no novo governo Pezão


POLÍTICA - Os dirigentes do PMDB do Rio de Janeiro têm a conta na ponta da língua. O PT fez parte da aliança com o partido, durante os dois governos de Sergio Cabral, por "sete anos e um mês". O rompimento se deu na fase de preparação da campanha eleitoral, quando o presidente regional do PT, Washington Quaquá, impôs a candidatura do senador Lindbergh Farias, apesar da oposição da presidente Dilma Rousseff.

O PMDB fluminense, com o então vice-governador e candidato Luiz Fernando Pezão à frente, foi ao extremo para evitar o que chamava de 'palanque duplo' para Dilma no Estado. Era uma forma de manter o PT na aliança regional. Como foi impossível, agora é o PMDB que não quer mais conversa com os antigo aliado.

Já no exercício do cargo e às vésperas de iniciar seu segundo mandato, em janeiro, Pezão já enviou mensagens de que não dará espaço nenhum ao PT fluminense em sua administração. Ele manteve a linha direta com a presidente Dilma Rousseff e considera que o comando do partido no Estado não está representado adequadamente com sob a presidência do prefeito de Maricá, Washington Quaquá.

Em janeiro deste ano, Quaquá encerrou uma reunião política com o então governo Cabral anunciando o rompimento e a criação de "quatro palanques" para Dilma no Estado.

- É muito difícil o diálogo com o presidente regional do PT, diz um dirigente do PMDB fluminense. "À medida em que o partido se renovar, podemos voltar a conversar, mas agora quem não quer somos nós"

Fonte: Brasil 247





6 comentários:

Anônimo disse...

Isso quer dizer que os comissionados do PMDB nas prefeituras governadas pelo PT, tal qual Niterói, vãos ser exonerados em represália? Ou é só mais uma palhaçada de políticos vagabundos?

Anônimo disse...

é só o despenado falar com madrinha dilmapetrolao e com o padrinho lulamensalao que tudo termina bem, a não ser que o brasileiro junto com a oposição arranque a corja de PeTralhas do poder, o que estou começando a duvidar.

JORGE LUIS VIDAL disse...

ANONIMO DE 3 DE DEZEMBRO DE 2014, AS 15:05, OS COMISSIONADOS DE NITERÓI, ESTARÃO BEM, POIS O RODRIGO NÃO EMBARCOU NA CANOA FURADA DO PATO, OS COMISSIONADOS DE MARICÁ É QUE ESTÃO NA CORDA BAMBA, O PIOR É O MUNICÍPIO SER PREJUDICADO PELA MEGALOMANIA DO PATO.

Anônimo disse...

A Dinamarca novamente ficou em primeiro lugar na classificação de países menos corruptos do mundo. O país começou a lutar contra a corrupção muito cedo, ainda durante o processo de construção do Estado dinamarquês. Em 1660, o rei Frederick III iniciou um processo de recrutamento de servidores públicos com base em seus méritos, e não por suas ligações com a aristocracia. Naquela época, o rei estabeleceu um canal para que as pessoas denunciassem diretamente a ele qualquer ato de abuso de poder.
Aqui no Brasil prefeituras estão abarrotadas de servidores comissionados (livre nomeação e exoneração) e quando são obrigadas pelo Ministério Público a realizar concurso dão um jeitinho de fraudar e colocar seus apadrinhados.

Anônimo disse...

pessoal, dá só uma olhadinha no lei seca hoje, tem uma reportagem sensacional com o pato, as promessas daquilo que prometeu desde 2009, continuam de pé, só promessas!!!!!!!!!!!!!!jamais serão cumpridas!!!!!!!!!!! deve estar com o C... no pinico, não deixem de ver!!!!!!!!!!!!!algo estranho estra por vir aí!!!!

Anônimo disse...

Caro Jorge Luis Vidal, cabe lembrar-lhe que os eleitores de Niterói votaram em sua maioria em Aécio Neves. O PT de lá embarcou na canoa do Aezão?

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.