sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Perspectiva 2015: O que esperar dos clubes cariocas neste ano

Por William Amaral

Todo fim de ano, diversos canais fazem uma retrospectiva, para informar como foi o ano dos clubes. Neste início de temporada, trouxemos a perspectiva dos quatro grandes clubes cariocas para 2015. O Flamengo sai na frente dos demais, enquanto Botafogo e Vasco ainda precisarão se movimentar muito nos bastidores para terem um ano bom. Confira:

  
Botafogo – Após um ano trágico, o Botafogo perdeu peças que poderiam ser importantes em um ano de renascimento. Gabriel e Daniel deixaram o clube após entrarem na justiça por salários atrasados. Mais um tanto de jogadores foi embora, alguns importantes como Carlos Alberto, Júnior César e André Bahia. O técnico Vagner Mancini também saiu, assim como o ex-presidente Maurício Assumpção. A nova diretoria trouxe Renê Simões e uma penca de jogadores sem expressão. Os mais conhecidos tratam-se dos atacantes Bill e Rodrigo Pimpão, do lateral-direito Luis Ricardo e do lateral-esquerdo Carleto. Mais contratações podem e devem ocorrer para que o time da estrela solitária possa fazer um bom Campeonato Carioca e, principalmente, voltar à 1ª divisão do futebol brasileiro. A volta do Engenhão também é importante, sobretudo financeiramente. Com o time atual, fica difícil imaginar o clube sendo protagonista na Série B. É preciso contratar!
Time base: Jefferson; Luis Ricardo, Roger Carvalho, Renan Fonseca e Carleto; Marcelo Mattos, Willian Arão, Gegê e Tomás; Rodrigo Pimpão (Jóbson) e Bill.


Flamengo – Após uma campanha regular em 2014, o clube manteve Vanderlei Luxemburgo e fez algumas contratações pontuais, com destaque para o badalado (e disputado) atacante Marcelo Cirino, revelação do Brasileirão-2013. O Urubu manteve boa parte do elenco, se desfazendo de vários atletas já sem importância dentro de campo, com destaque para o goleiro Felipe, o zagueiro Chicão e o lateral-esquerdo João Paulo. Ainda há a expectativa pela chegada de um meia, que venha para assumir a camisa 10. Até o início do Brasileiro, esse jogador deve chegar, para mudar de vez o patamar da equipe, que pensa no G-4 esse ano. A expectativa é essa e, claramente, há razões para a torcida se animar.
Time base: Paulo Victor; Léo Moura (Pará), Wallace, Samir e Anderson Pico; Cáceres, Canteros, Gabriel, Arthur Maia e Everton; Marcelo Cirino.


Fluminense – O término da longa parceria com a Unimed faz o torcedor ficar preocupado, e com razão. O clube já perdeu Conca, Sóbis, Carlinhos, Chiquinho e Bruno, e pode perder mais atletas. Na contramão, o meia Marlone, o lateral Guilherme Santos e outros desconhecidos não dão tanto otimismo ao apaixonado pelo Tricolor. A expectativa é que o atual time ocupe a metade da tabela pra baixo. Contratações podem dar um rumo melhor, assim como novas perdas deixarão o time fadado a lutar contra o rebaixamento.
Time base: Diego Cavalieri; Renato, Henrique, Gum e Guilherme Santos; Edson, Jean, Wagner e Cícero; Walter (Marlone) e Fred.


Vasco – Após o sufoco para voltar à Série A, o clube elegeu Eurico Miranda como o novo-velho presidente do clube. Com o charuto afiado, Eurico declarou guerra ao Flamengo, mandou Joel Santana embora, trouxe o técnico Doriva e tem promovido uma reformulação no elenco vascaíno. Jogadores importantes como Douglas, Kleber e Edmilson deixaram São Januário, e chegaram muitos desconhecidos, além dos veteranos Marcinho e Julio dos Santos. É bom que o Vasco esteja promovendo um vestibular durante o Campeonato Carioca e que importantes contratações sejam feitas para o Brasileirão, pois caso contrário, a possibilidade de voltar à Segundona é grande.
Time base: Martín Silva, Madson, Rodrigo, Luan e Christiano; Guiñazu, Serginho (Sandro Silva), Bernardo, Marcinho e Montoya (Julio dos Santos); Thalles.







0 comentários:

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.