segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

Maricá: alegando economia de alugueis, prefeitura instala várias secretarias no aeródromo

Fechado pelo decreto 171 desde 11 de setembro de 2013 após um acidente aéreo e que no dia 21 de outubro proporcionou outro acidente matando um piloto e um juiz federal, o aeródrimo municipal passou todos esses meses largado, sem conversação e servindo até o mês de novembro de 2014 apenas como estacionamento dos 10 ônibus da então frota da Maricá Transportes Públicos que virou a autarquia EPT (extremamente sugestivo esse nome) Empresa de Transporte Públicos.

Em novembro passado, o então Ministro da Aviação Civil (Moreira Franco) transferiu a administração do aeródromo municipal para o governo do estado, alegando que a prefeitura nada tinha feito em um ano de interdição.

A retomada estaria então marcado para meados de dezembro prazo que foi alterado para 05 de fevereiro. Oficiais de justiça federais acompanhados de agentes da ANAC e do governo do estado estiveram fazendo uma vistoria no aeródromo em dezembro onde encontraram o local em estado deplorável, sem nenhuma conservação e com aviões canibalizados.

Várias secretarias se instalam nos escritórios do Aeroclube
Escola de Pilotagem de Maricá (Foto: Pery Salgado)
No dia 02 de fevereiro (segunda feira), a prefeitura resolveu, alegando economia no pagamento dos alugueis de diversas secretarias espalhadas pelo centro de Maricá que ocupavam propriedades particulares, retomar o aeródromo, começando uma enorme manutenção, capina, lavagem, higienização e o inicio da mudança de várias secretarias a toque de caixa.

Tanto é, que na manhã da quinta feira, a secretaria de urbanismo já estava devidamente instalada e segundo funcionárias, já estará funcionando com atendimento ao público a partir de segunda feira.

Também estarão nos hangares do aeródromo além da secretaria de urbanismo, as secretarias de transportes (com toda a estrutura da EPT e com os ônibus SUJINHOS voltando ao aeródromo), a secretaria de Direitos Humanos, a administração do cartão Mumbuca, a secretaria de segurança pública e trânsito, secretaria das mulheres e também segundo informações, as secretarias de Cultura e Meio Ambiente. Outras secretarias poderão se instalar no local, que passará a ser um grande centro administrativo de Maricá, o que deverá realmente proporcionar uma boa redução na despesa de aluguéis.

GRUPO DE ESCOTEIROS NINHO DAS ÁGUIAS DEVEM SER EXPULSOS DO LOCAL

Instalados desde 2010 no aeródromo municipal, o grupo de escoteiros do ar NINHO DAS ÁGUIAS estavam impedidos de entrar no local da sua sede desde o dia 11 de setembro. Vários materiais que seriam doados a crianças carentes ficaram PRESOS no local.

Nossa reportagem acompanhou a diretora do grupo na entrada ao local depois de 14 meses, e nos foi mostrado as condições em que se encontra hoje a sede desse grupo de escoteiros, que por ser do AR ganharam a cessão do local como sua sede.

Sem poder adentrar no local desde a interdição do aeródromo, hoje
o grupo atende numa sala do CIEP 259 (ao lado do terminal). O Vereador Marcelo Vianna - membro honorário do grupo, está tentando resolver o impasse para que o grupo fique instalado no local, que segundo a prefeitura deverá ser ocupado pela secretaria de Direitos Humanos.

ESTADO NÃO TOMOU POSSE DO AERÓDROMO COMO ERA ESPERADO

Aguardado para esta quinta feira (05 de fevereiro) a retomada pelo estado do aeródromo de Maricá, até às 14 horas nenhuma comitivia da ANAC e do estado estiveram no local. Acreta-se que houve algum ACORDÃO entre estado e município para que o mesmo voltasse a ocupar o local. O estado do Rio de Janeiro está - assim como todos os demais estados do país - passando por crise financeira, principalmente pela redução dos royalties da Petrobrás e o estado obviamente tem outras prioridades à frente da incorporação do aeródromo de Maricá. A prefeitura comemora.

Matéria Barão de Inohan e Itaipuaçu Site





0 comentários:

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.