segunda-feira, 30 de março de 2015

Saúde maricaense pede socorro

Por Victor Bernardo - Atualmente, podemos observar que a saúde do município de Maricá encontra-se em estado delicado, principalmente pela falta de estrutura. Basta fazer uma visita ao Hospital Municipal Conde Modesto Leal e constatar o fato, que é notório.

Recentemente, visitei uma amiga no setor de maternidade e fiquei indignado com a nítida falta de zelo com as gestantes. O aparelho de ar condicionado não funciona e não há ventiladores.

Esse é um pequeno caso diante de outros que ocorrem diariamente com os pacientes naquela unidade pública de saúde, tais como: falta de médicos e medicamentos, falta de equipamentos para realização de exames, entre outros problemas. Chega a ser vergonhoso esse tamanho descaso com a população maricaense.

Saúde pública é de grande importância em qualquer gestão municipal. Porém, em Maricá, os atuais governantes priorizam algumas áreas menos importantes. Infelizmente, essa é a nossa triste realidade.

Espero que as autoridades tomem providencias urgentes respondendo ao anseio e necessidades do povo. Saúde, segurança, educação, saneamento básico de qualidade não são favores mas sim, obrigação de qualquer governante. Portanto, posso afirmar que, atualmente, a saúde de Maricá pede socorro. É necessário uma atenção especial para mudar esse quadro lamentável.







1 comentários:

Anônimo disse...

Em compensação, Semana Santa é show em toda Maricá, tudo pago pela Prefeitura. O povo adora, Bolsa Mumbuca, ônibus "di gratis", shows de cantores famosos, e assim petralha Quaquá vai alimentando e aumentando sua legião de parasitas em Maricá.

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.