terça-feira, 16 de junho de 2015

Integrante do 'bando da degola' atuava como médica no hospital de Maricá

Condenada pelo 2º Tribunal do Júri de Belo Horizonte (MG), a médica Gabriela Corrêa Ferreira da Costa, de 31 anos, trabalhava há dois meses no Hospital Municipal Conde Modesto Leal, em Maricá (RJ), também conhecido como "Portal da Morte". Ela ocupava o cargo de chefe da Unidade de Pacientes Graves (UPG).

Gabriela, do bando da degola
(Foto: Reprodução / Facebook)
Segundo informações, Gabriela foi condenada a 46 anos e seis meses de prisão pelos crimes de formação de quadrilha, extorsão, cárcere privado, homicídio triplamente qualificado, destruição e ocultação de cadáver. No entanto, devido a um recurso impetrado por seus advogados, ela atualmente responde a todos os crimes em liberdade.

De acordo com o processo, ela foi declarada culpada pela morte de Fabiano Ferreira Moura e Rayder Santos Rodrigues, que foram extorquidos, sequestrados, torturados e assassinados em um apartamento no bairro Sion, em Belo Horizonte. O Tribunal de Justiça de Minas Gerais informou ainda que, ao ser interrogada, Gabriela declarou ser moradora de Niterói (RJ) e que a sua participação na quadrilha era a de realizar saques nas contas das vítimas.

Ela foi demitida do hospital de Maricá nesta segunda-feira (15), após ter sido descoberta.





4 comentários:

Anônimo disse...

E O PT NÃO PARA. CADEIA NESSA SEM VERGONHA.

Anônimo disse...

Criminosos trabalhando na prefeitura de Maricá? Conte-me uma novidade!

Anônimo disse...

KKKKKKKKKKK! NOVIDADE ANTES QUE SEJA TARDE. BREVEMENTE VAMOS TER ESSA NOVIDADE. UM DIA ALGUEM PEGA ESSES CANALHAS.

Edna Costa disse...

Duvido que não soubessem quem era a peça... Esta não´é a primeira vez que a prefeitura contrata CONDENADOS FUGITIVOS para seus quadros. Em outra ocasião contratou um condenado e suprimiu parte do seu nome para que a justiça não o localizasse para CUMPRIR A PENA que lhe cabia.

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.