Ao lado de Dilma, Quaquá faz palanque eleitoral e engana os pobres na entrega do 'Minha Casa Minha Vida', em Itaipuaçu

REPORTAGEM: MARCELO BESSA - Devido à crise política que tem enfrentado com ameaça de "impeachment" e as revelações bombásticas da Operação Lava Jato, a presidente Dilma esteve nesta última sexta-feira (31) no distrito de Itaipuaçu, em Maricá, para realizar, às pressas, a entrega das unidades de dois conjuntos habitacionais do programa 'Minha Casa Minha Vida' a quase 3 mil beneficiários.

Oportunista, o prefeito do município, que é presidente regional do PT, Washington Quaquá, que também está num "mato sem cachorro" enfrentando vários problemas com a Justiça e com a própria insatisfação popular, tendo até sido agredido na rua por um cidadão recentemente, tratou de armar um circo para tentar reverter o quadro negativo. Assim, através de sua poderosa rede de comunicação, espalhou a notícia de que seriam entregues as chaves dos imóveis com a participação da presidente Dilma.

Com isso, milhares de pessoas carentes da região, esperançosas em finalmente ter em mãos as tão sonhadas chaves de suas casas, compareceram ao evento. Antes porém, Quaquá utilizou-se de sua habitual influência política no estado e ordenou à militância o comparecimento em massa e à caráter.

Militantes de Belford Roxo chegam em três ônibus para
engrossar o evento (Foto: Marcelo Bessa)
Pelo menos dez ônibus lotados de militantes surgiram no local trazendo gente de Belford Roxo, Duque de Caxias, Nova Iguaçu, São Gonçalo e Niterói. Segundo informações, foram oferecidos a título de colaboração, lanche (pão com mortadela) e R$ 50 para cada participante.

Por volta das 8h, a movimentação nas proximidades do Condomínio Carlos Marighella, onde seria realizado o evento, já era bastante intensa. Diversos pretensos candidatos a vereador, raposas bem conhecidas da região, trataram logo de se locupletar da situação e fizeram seus "marketings" com direito a faixas, cartazes e até discursos num trio elétrico cedido pela prefeitura.


Trio elétrico da prefeitura serviu de palanque a pré-candidatos
(Foto: Marcelo Bessa / Itaipuaçu Site)
Às 9h, o local reservado para a realização da solenidade já estava apinhado de gente, entre os quais idosos, crianças e jovens mães com bebês no colo. Do lado de fora, militantes e comissionados da prefeitura distribuíam prospectos pró governo. Por volta das 10h30, Quaquá subiu no palanque e informou que a presidente Dilma já estava chegando:

"A presidenta Dilma já tá chegando! Quando ela chegar quero ver todos cantando "olê, olê, olê, olá...Dilmá, Dilmá..", ensaiou Quaquá. O povo, animadíssimo, o ovacionou. Quando a presidente chegou o delírio foi total.

Dilma, no momento de sua chegada, aparece no telão
(Foto: Marcelo Bessa / Itaipuaçu Site)

Mas, durante o discurso da presidente, naquele ambiente sufocante, calorento e ensolarado, algumas pessoas começaram a passar mal. Houve distribuição de água em alguns pontos específicos mas o fornecimento acabou em menos de uma hora. E, para decepção geral, somente alguns beneficiários do setor A e B receberam as chaves. O restante ficou para depois, ao longo da próxima semana.

Irresponsabilidade

A presidente Dilma, juntamente com o prefeito Quaquá, fez a entrega simbólica dos dois condomínios construídos na região, ambos batizados com nomes de guerrilheiros comunistas da época da ditadura militar. Porém, de acordo com o programa MCMV, os conjuntos habitacionais foram inaugurados sem a devida infraestrutura básica. No Condomínio Carlos Marighella, em Itaipuaçu, por exemplo, a infraestrutura, segundo o convênio federal, seria a contrapartida do município que, além de saneamento, ficou de construir uma creche, uma escola e um posto de saúde no terreno localizado em frente ao empreendimento. Mas nada disso foi feito. A área reservada continua sendo um terreno baldio, sem contar que as unidades residenciais estão sendo entregues sem água e luz. Entretanto, o prefeito Washington Quaquá, famoso na região por não cumprir aquilo que promete, garantiu que até janeiro de 2016 (ano das eleições) estará tudo pronto.

Cerca de 5 mil pessoas habitarão o local. Estima-se que haverá aumento da violência na região devido à falta de segurança na localidade, cujo efetivo policial militar é ínfimo.

Abandono de animais de estimação

Segundo informações e denúncias, em Itaipuaçu, muitos donos de animais de estimação, contemplados pelo programa MCMV, estão abandonando seus bichinhos ao léu, jogando-os na rua e bem longe de casa. O motivo seria a nova moradia nos conjuntos habitacionais em Itaipuaçu e Inoã, num ato cruel, criminoso e totalmente desnecessário, pois de acordo com a Constituição Federal, é ilegal proibir o trânsito e permanência de animais de estimação em condomínios.

Confira a seguir outras imagens relativas a esta reportagem:


Comissionados se misturam ao povo na entrada do condomínio
(Foto: Marcelo Bessa / Itaipuaçu Site)

Pré-candidatos fazem propaganda política ao longo do percurso
(Foto: Marcelo Bessa / Itaipuaçu Site)

Muita confusão na entrada (Foto: Marcelo Bessa / Itaipuaçu Site)

Entrada exclusiva para a militância petista
(Foto: Marcelo Bessa / Itaipuaçu Site) 



Militantes do PT chegam ao evento (Foto: Marcelo Bessa / Itaipuaçu Site)

Ônibus de outras regiões transportaram centenas de militantes
(Foto: Marcelo Bessa / Itaipuaçu Site)






Previous
Next Post »

7 comentários

Click here for comentários

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião. ConversionConversion EmoticonEmoticon

Thanks for your comment