segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Hospital de Maricá nega atendimento à gestante por falta de anestesista e ambulância

Foto enviada via whatsapp
Na última sexta-feira (19), uma gestante de apenas 17 anos passou mal na porta do hospital municipal Conde Modesto Leal, em Maricá (RJ). De acordo com informações, a paciente, que é moradora da cidade, grávida de 39 semanas, procurou atendimento após ter sofrido convulsão e rompimento da bolsa. Porém, funcionários da recepção negaram atendê-la alegando que na unidade não havia anestesista. Ela suplicou que a transferissem para um outro hospital mas lhe disseram que também não havia ambulância.

Sozinha, sem opção e desesperada, ela permaneceu sofrendo com dores na porta do hospital. Por sorte, uma cidadã que passava pelo local, vendo todo aquele sofrimento e descaso, resolveu socorrê-la e a conduziu em seu próprio veículo até o município de Niterói a procura de um outro hospital.

Segundo informações, o hospital de Maricá está um verdadeiro caos com problemas de gestão, falta de médicos, equipamentos e medicamentos. Enquanto isso, o prefeito da cidade, Washington Quaquá (PT), passeia pela Europa acompanhado da família e alguns executivos do seu governo, e com todas as despesas pagas pelo povo. Seu retorno à prefeitura está previsto para o próximo dia 25.





0 comentários:

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.