quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Maricá teve o carnaval mais violento de sua história

O Carnaval de Maricá, que recebeu cerca de 300 mil pessoas, registrou dados impressionantes relativos à quantidade de mortes e acidentes dentro do município. Ao todo foram 9 pessoas mortas (sendo 6 assassinadas), 25 acidentes e 38 feridos (segundo dados do Lei Seca Maricá).

Já em Araruama, cidade quase vizinha, e que recebeu cerca de 400 mil pessoas, o carnaval foi um dos mais tranquilos dos últimos anos, sem maiores incidentes. Nos cinco dias de festa, foram atendidas 102 pessoas e apenas 14 necessitaram de transferência para a UPA 24 Horas. Segundo dados da Secretaria de Segurança e Ordem Pública e da Polícia Militar, foram registrados apenas 2 furtos de veículos e nenhum homicídio.

Maricá

De acordo com noticiários veiculados na imprensa oficial maricaense, o município está à deriva, sem administração. O prefeito Washington Quaquá, que está presidente regional do PT, "largou" a administração municipal nas mãos de seus principais secretários executivos os quais, segundo os munícipes, batem cabeça entre si e não resolvem as questões prioritárias da população.

Atualmente, Maricá vive um caos histórico sem precedentes. Não há saneamento básico e o sistema de saúde está em crise, com falta de atendimento, médicos e medicamentos no único hospital da cidade (Conde Modesto Leal), e também na UPA 24 Horas, no bairro de Inoã, onde durante o carnaval faltou até água.

Um grande problema também tem sido a falta de segurança. O efetivo policial é ínfimo para o tamanho do município. O distrito de Itaipuaçu, que possui o segundo maior loteamento da América Latina (Jardim Atlântico), a 50 km do Rio, e em ritmo acelerado de crescimento populacional, ultimamente transformou-se no Jardim do Éden da bandidagem.

Os vereadores, que por sua vez não cumprem suas funções adequadamente, agem como uma espécie de matilha adestrada do prefeito. A grande maioria reza sob sua cartilha.

Maricá está visivelmente desgovernada e a população, literalmente, pagando o "pato".



6 comentários:

AMARO BARROS disse...

Pagando ao pato.!!!
Melhor dizendo...!!!!

Anônimo disse...

Cade o Pato? Já apareceu? Avisem a ele que é o "prefeito" da Cidade de Maricà. Maricá virou a Baixada Fluminense da Região dos Lagos. Está ficando fácil matar e sair impune. Cade o "Secretário de Segurança"? Fechar o Aeroclube, matar pilotos e expulsar trabalhadores e fácil, quero ver é correr atrás de bandido. PT o câncer do Brasil e de Maricá. Mas pensando bem, o povo merece o prefeito que tem.

Anônimo disse...

Conheça Maricá, visite Itaipuaçu e seja assaltado!

Anônimo disse...

Deixa o homem trabalhar!

Anônimo disse...

Maricá administrada pelo PT e Quaquá terá o mesmo destino de outros municípios da Baixada Fluminense. Pobre, sem ifraestrutura urbana, inchada com uma população das classes c e d sem emprego na região, com a violência fora de controle e rede de educação e saúde precários. Duvida? Olhe para a qualidade dos vereadores atuais e projete o futuro!

Anônimo disse...

O DESTINO DESSE INFELIZ, CORRUPTO, LADRÃO, ASSASSINO, QUAQUÁ E SUA QUADRILHA DO PT, ESTÃO EM NOSSAS MÃOS. NESSAS ELEIÇÕES ESPERAMOS QUE O POVO QUE RECEBE MIGALHAS COMO MINHA CASA MINHA VIDA, BOLSA MUMBUCA, ETC, ETC, APRENDAM A VOTAR. FORA PT, O PIOR PARTIDO QUE EXISTIU EM TODA A POLÍTICA BRASILEIRA. NÃO ESCAPA UM, TODOS LADRÕES, ASSASSINOS, ANALFABETOS, ETC.

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.