sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Ministério Público recebe pedido de liminar cautelar para suspender carnaval em Maricá

MARCELO BESSA (ITAIPUAÇU SITE) - Nesta quinta-feira (04), foi protocolado junto ao Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro um pedido de liminar cautelar impeditivo do carnaval de Maricá, em decorrência dos graves problemas que estão ocorrendo na saúde do município. O pedido foi feito pela advogada Dra. Enaile de Sousa Alcantara Sucena ao promotor no Ministério Público Estadual.

De acordo com o pedido, conforme previsão e denúncia da médica e cirurgiã Dra. Aline Boechat, demitida do hospital por suposta retaliação da prefeitura na semana passada, não há estrutura hábil para o devido atendimento emergencial e ambulatorial aos munícipes no único hospital público da cidade, Conde Modesto Leal, também conhecido como "Portal da Morte".

Quaquá e Fabiano Horta protagonizam
o caos em Maricá (Foto: Pery Salgado)
Segundo as últimas informações, além do hospital, a Upa, localizada no bairro de Inoã, também está sem atendimento e não há previsão de retorno.

De acordo com diversas publicações de internautas nas redes sociais, a população de Maricá quer saber o que o prefeito Quaquá, que acabou de retornar de uma viagem pela Europa, e o Deputado Federal licenciado e pré-candidato ao cargo de chefe do executivo nas próximas eleições, Fabiano Horta, ambos do PT, têm a declarar sobre tal descaso.

Confira, a seguir, na íntegra, o pedido da liminar cautelar:





0 comentários:

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.