terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Maricá: Saúde para e deputado só quer saber de eleição e carnaval

A poucos dias do início do carnaval, a crise na saúde de Maricá, instalada no município há uma semana, parece não ter fim. Ainda sem receberem seus salários, os médicos do Hospital Municipal Conde Modesto Leal decidiram paralisar o atendimento na manhã desta segunda-feira (1). Somente casos de emergência grave como grávidas e acidentados estão sendo atendidos.

Na UPA, em Inoã, que é administrada pela prefeitura, o atendimento também está paralisado e houve tumulto durante todo o dia.

Fabiano Horta, de camisa branca, pousa para foto com
integrantes do Bloco dos Vagabundos, em Itaipuaçu
(Foto: João Madeira / Jornal Mão na Roda)
Enquanto isso, o provável candidato do prefeito Quaquá, cotado para substituí-lo no próximo mandato, o deputado federal licenciado Fabiano Horta, do PT, já em pleno agito eleitoral, parece que está mais preocupado em aparecer junto aos blocos carnavalescos da cidade.

Já o seu provável adversário, Marcelo Delaroli, suplente de deputado e hoje subsecretário da região metropolitana do Governo do Estado, tem trabalhado para melhorar a vida dos maricaenses. Recentemente, Marcelo conseguiu junto à PM (12º BPM) dois quadriciclos para atuarem na fiscalização de toda a orla da praia de Itaipuaçu, além de um veículo para combater a dengue na cidade.

A expectativa, caso a situação na saúde não se normalize até o início do carnaval, é que a cidade, que receberá muitos turistas, venha a se transformar em um caos sem precedente.


0 comentários:

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.