terça-feira, 8 de novembro de 2016

Itaipuaçu: Jacaré é visto no Barroco; veja o vídeo

MARCELO BESSA - Reza a lenda que, antigamente, os córregos e canais que cortam os loteamentos Costa Verde, Morada das Águias e Rincão Mimoso, nos arredores do Barroco, distrito de Itaipuaçu, em Maricá, viviam infestados de jacarés. Hoje em dia, na localidade, há uma lagoa que surgiu há cerca de uns 30 anos depois que uma empresa vidreira de São Gonçalo realizou escavações no local, furando acidentalmente um veio do lençol freático.

A lagoa, localizada exatamente atrás do Barroco (hoje o principal centro comercial da região), desde então tem sido um local de lazer para os moradores, que nos finais de semana frequentam o lugar a fim de banho e diversão.

Apesar das diversas notícias de aparições de filhotes de jacarés nos quintais de algumas residências de outros bairros, jamais alguém viu jacarés rondando por aquelas bandas e as histórias lendárias acabaram caindo no esquecimento. Mas, há cerca de quatro dias, um grupo de jovens flagrou um jacaré passeando calmamente pela rua no entorno da lagoa. Ao perceber a presença dos garotos, o réptil, assustado, tratou de fugir e entrar rapidamente no pequeno pântano à beira da lagoa.

Veja o vídeo, publicado no Facebook por Diego Fernandes:






3 comentários:

Anônimo disse...

Tem um pato em Maricá muito mais perigoso que esse inocente jacaré, é um pato da família "Petistas Larapius". Quem o encontrar deve tomar muito cuidado, por onde ele passa promove todo tipo de desgraça. Maricá esta sendo destruida por esse pato que se alimenta sobretudo de dinheiro público, e com sua plumagem vermelha desbotada também gosta de enganar ingênuos maricaenses.

Anônimo disse...

Falou tudo.

Anônimo disse...

triste olha a vergonha que e Itaípuaçu só mato e lama.

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.