Maricá lança campanha de educação no trânsito para evitar acidentes

O prefeito de Maricá, Fabiano Horta, lançou na tarde desta quinta-feira (25), no Cineclube Henfil, no Centro, uma campanha intitulada “Basta de Acidentes”. O intuito da campanha é conscientizar a população da cidade em relação ao comportamento dos condutores nas vias de Maricá, e o seu principal objetivo é reduzir o número de acidentes tornando o trânsito do município um lugar mais seguro.

Prefeito Fabiano Horta
(Foto: Clarildo Menezes)
“Maricá hoje, tem muito asfalto, tem milhares de cruzamentos e por isso é importante que todos nós entendamos que a velocidade que podemos trafegar em Maricá tem que ser uma velocidade compatível com a segurança da via”, afirmou Fabiano. Atores da Secretária de Cultura realizaram esquetes representando cada um dos temas que são o foco da campanha, como o uso de capacete, a não utilização de celular na direção, o uso do cinto de segurança, se beber não dirigir, o uso da cadeira infantil e o respeito a velocidade permitida de acordo com a via.

Fabiano afirmou também que o lançamento desta campanha é apenas o primeiro passo para algo muito maior. “A partir deste dialogo que iniciamos hoje o nosso governo assume o compromisso de transformar a cultura do trânsito de Marica”, disse. “Recentemente presenciei em uma via de Maricá um jovem sem capacete, empinado uma motocicleta e seguindo por mais de 30 metros da via, passando por diversos cruzamentos, e isso me assusta e me preocupa muito”, contou o prefeito. “Velocidade e imprudência não combinam com segurança. Velocidade combina com insegurança e com irresponsabilidade”, completou. “Nós vamos dar um basta nisso”, finalizou.

Segundo levantamento da prefeitura, em Maricá são registrados 35 óbitos para cada 100 mil habitantes, usando a metodologia estatística que pondera os dados e permite comparações. No Rio, capital do estado com alguns milhões de habitantes e veículos nas ruas, registrou apenas 8 mortes a cada 100 mil habitantes. Excesso de velocidade, desrespeito às leis de trânsito, dirigir sob efeito de álcool, não usar o cinto de segurança e, principalmente, o capacete, estão entre as principais causas de acidentes na cidade. Conforme dados compilados com base nos atendimentos e nas mortes (no local), os pontos críticos da cidade atualmente são a RJ-106 (que corta o município), a Avenida Ivan Mundim (no Boqueirão), a Estrada dos Cajueiros (em Itaipuaçu) e a Avenida Maysa (a RJ-112, que foi municipalizada). Nesses locais, que tiveram também a sinalização reforçada pela Prefeitura, foram instalados outdoors com imagens fortes de acidentes com o slogan “E se fosse você ou sua família?”. A prefeitura está, também, implantando rotatórias nos cruzamentos e pontos mais críticos. Além disso, panfletos com a mesma intenção serão distribuídos nos pontos de maior tráfego.

Os acidentes sustentam, ainda, a pressão sobre o sistema de Saúde municipal, quase inteiramente mobilizado para atendimento a traumas com essa origem. De novo aqui a comparação com a capital do estado expõe a situação de Maricá também com contornos dramáticos. Enquanto no Rio em 2016 foram 265 feridos para 100 mil habitantes, Maricá registrou 331 feridos para 100 mil habitantes. Este ano, a progressão continua, já que foram registrados, apenas no primeiro trimestre, 175 acidentes, com 19 mortes no local – o que corresponde já a quase 50% do índice de 2016 e 412 atendimentos entre acidentes e atropelamentos dando entrada tanto no Hospital Municipal Conde Modesto Leal quanto na Unidade de Pronto Atendimento de Inoã.



Após a apresentação, o prefeito, acompanhado de alguns vereadores e membros de seu secretariado, inaugurou uma nova sinalização na Estrada do Boqueirão, que apresenta alto índice de acidentes.

Confira, a seguir, o evento na íntegra:




Previous
Next Post »

4 comentários

Click here for comentários

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião. ConversionConversion EmoticonEmoticon

Thanks for your comment