quarta-feira, 5 de junho de 2013

Moradores ilhados após a chuva pedem ajuda, mas Prefeitura de Maricá os ignora

Mais um dia de caos e aborrecimentos na vida dos moradores da rua 4, no Jardim Atlântico, em Itaipuaçu (Maricá). Por volta de 9h da manhã, uma de suas moradoras Sra. Lays entrou em contato com a nossa redação através do 'bate-papo' do Facebook relatando os seguintes acontecimentos:

"Bom dia equipe do Itaipuaçu Site, venho hoje recorrer a vocês para
denunciar uma casa na altura da quadra 09 na rua 4 jardim atlântico que está abandonada e trazendo transtornos para os moradores, pois a mesma está abandonada e quando chove vira um pântano. A proprietária que durante o tempo em que morou aqui, apareceu umas 3 vezes, teve a brilhante ideia de quebrar o muro de trás da casa na tentativa de escoar a água para o lote vago do fundo, porém o efeito foi o contrário, toda a água do lote no fundo invadiu a casa e consequentemente a rua 4, alagando as casas de
outros moradores. Os vizinhos já tentaram conversar com a proprietária a fim de resolver o problema e a mesma não se importa e não quer resolver. Hoje após a chuva de ontem, não consigo sair de minha casa, pois a garagem está cheia de água vindo da casa abandonada. Fica meu apelo na tentativa de denunciar, pois a menos de 2 meses a prefeitura arrumou toda a rua, deixando com fácil acesso a todos. Em 5 anos que moro aqui, posso dizer que foi um ótimo trabalho, para ser estragado
pela falta de senso e humanidade com o próximo de uma pessoa que além de não resolver o problema criado por ela, ameaça se alguém tentar entrar para fechar o buraco de onde vem a água. A rua 4, quadra 9 está localizada entre a avenida 2 e a rua 32, em qualquer momento quem passar aqui vê saindo da casa abandonada um rio que alaga todas as outras casas."

Em seguida fomos até o local e, além de constatarmos o fato, encontramos dezenas de moradores revoltados. Segundo informações, além da questão da tal casa abandonada, o serviço realizado na rua há cerca de um mês pela prefeitura foi paliativo e sempre que chove as casas ficam inundadas, devido a falta de manilhas para escoamento, conforme havia sido prometido.


Entramos em contato com o responsável direto pela obra na rua, o secretário de reestruturação urbana, Paulo Maurício, via celular, na presença dos moradores, porém quem nos atendeu foi o seu motorista, identificado como 'Araken', o qual informou-nos que o secretário encontrava-se, naquele momento, deveras ocupado e pediu que lhe adiantassemos o caso. Após o nosso relato e, a pedido dos moradores, a solicitação para que o mesmo agendasse uma reunião o mais breve possível, ficou de nos
Casa abandonada 
retornar. Todavia, até o final do dia, não detectamos nenhuma ligação do secretário em nossos telefones.

A história se repete

Há cerca de um mês, nossa equipe já havia sido acionada pelos moradores dessa mesma rua por causa do mesmo problema e o secretário em questão, da mesma forma, deixou todos à deriva. Confira essa reportagem clicando aqui.

Assista a seguir o vídeo com a reportagem sobre a matéria produzida nesta terça-feira:



14 comentários:

Rademar de Sá disse...

Parabéns pelas matérias que denunciam o descaso deste prefeito com os cidadãos de Itaipuaçu.
Estive em Itaipuaçu na última sexta e o que vifoi desolador, o distrito está irreconhecível, uma lástima.
Enquanto isso, a grande maioria da mídia do município se cala diante do caos e só realizam matérias de benfeitorias, muito estranho isso!
Também vemos os que se candidataram nas últimas eleições se alinhando a este desgoverno, em troca de cargos na prefeitura, que já está pra lá de inchada de tanta gente pendurada lá.
Enfim, vou encerrar por aqui, pois a lista de estragos que este pequeno prefeito realiza na cidade daria pra escrever um livro, e se formos colocar as suspeitas de desvios de dinheiro então, teremos mais de cinco volumes.
Acorda Itaipuaçu!!

Cristiani Mignot disse...

Essa é a situação de quem mora em Itaipuaçu... ruas alagadas, com buracos enormes que parecem riachos, casas alagadas...uma vergonha para população. Infelizmente ainda existem pessoas que se calam e aceitam essa situação. O imposto caríssimo...onde vai esse dinheiro? temos que denunciar esse caos... se andarem palas ruas aqui por dentro verão a vergonha.Estamos isolados e ilhados, mas o IPTU TODO ANO CHEGA NA NOSSA CASA DE CORRESPONDÊNCIA!

Anônimo disse...

Funcionários da subprefeitura alegam que possuem manilhas mas não há cimento para executar a união delas, portanto os serviços de drenagem não são realizados. Isso é um deboche com a população, pois dinheiro para escola de samba tem, dinheiro para contratar empresa de segurança particular tem, dinheiro para alugar “stand” em feira internacional tem. Não tem uns míseros trocados para alguns sacos de cimento?

Anônimo disse...

`Proponho uma passeata nudista no centro de Maricá pelos moradores de Itaipuaçu. Acho que desta forma teremos visibilidade e imprensa. O prefeito tem que ser exposto de alguma forma e a mídia hoje é uma grande ferramenta para que isto aconteça. Para os que não se incomodam de ficar pelados na rua de frente para as câmeras, por favor , postem aqui, porque eu já estou nessa!!!!

Alvaro Matias disse...

Parabenizo mais uma vez esta prefeitura de "MERDA", pois estamos todos careca de saber desta mazela, que ocorre a anos. Acho que o enredo da escola de samba grande rio, nao ira ter muita dificuldade para "FALAR" sobre a cidade, pois e so ler as materias onde e sempre as mesmas. GRANDE RIO EM ITAIPUACU!!.KKKK

Alvaro Matias disse...

Solicito urgentemente a Defesa Civil, poiis estou ilhado a mais de tres dias , na rua 78 e nao consigo sair de casa, pois que poder me ajude. Grato. O pior de tudo e que eu paguei meu iptu a vista, pois a proximo ano, irei pagar em juizo, ate que esta prefeitura de merda, tomem vergonha na puta da cara e facam sua parte com o dever e obrigacao de servidor, ate por que sao bem pagos.Vou entrar com uma acao no Ministerio Publico, pois cansei de reclamar e o marasmo e constante.

Flavia Langer disse...

Nesta mesma rua e trecho, existe uma escola que deve ter sido visto pela equipe que esteve no local, e quando a rua fica assim os carros e vãs de transporte se recusam e entregar as crianças na escola...absurdo.

Eduardo Carvalho disse...

Esta vendo ai seu Paulo Maurício se você tivesse comparecido na rua 04 quando foi solicitado por mim e pelos moradores onde apresentaríamos uma solução para esse problema os moradores não estariam tão revoltados com essa porcaria de administração que tem no nosso município.quero saber onde vocês pensam que vão chegar sacaneando o povo de Itaipuaçu?cambada de incompetentes!!!!

Anônimo disse...

Mais triste ainda é ver certos jornais, como, por exemplo, O Fluminense, corrompidos por este governo. Esse Prefeito de Maricá é um Monstro. O que ele faz com a cidade é desumano.

Anônimo disse...

QUE VENHA NOSSA LINDA ESCOLA DE SAMBA UNIDOS DA GRANDE RIO REVELAR AS "BELEZAS DE MARICÁ" ENQUANTO NOS DIVERTIMOS.....LAMENTÁVEL, POREM, FOI REELEITO....

Anônimo disse...

Não cabem mais explicações para a situação de Itaipuaçu. Buracos, ruas alagadas, falta de luz, correio inexistente, sem cobertura de celulares ou internet, telefones mudos, Sem coleta regular de lixo, sem pavimentação, água e esgoto... E o que é mais preocupante, todas as denúncias parecem ter o mesmo fim, o arquivamento. O que será necessário? Explodirem a prefeitura? Atirarem no prefeito? Como se remove, legalmente, um câncer destes da vida pública? Pena de quem vem morar aqui, apostando em paz e tranquilidade. Triste decepçao

Anônimo disse...

Proponho uma vandalizacao ao centro de marica,assim eles vao ver q nos ja estamos cheios de blablabla e vamos xamar atencao da midia

Anônimo disse...

Todos reclamam,mas votaram nele di novo.As ruas sao horriveis,mas tenho certeza que quem reclama agora,votou nele.

maiza gimenez disse...

iTAIPUÇU DEDPRIMENTE ABANDONO.

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.