segunda-feira, 8 de julho de 2013

Fogão vence Flu, Vasco perde e Fla empata

Por William Amaral

Anderson Silva é derrotado após sete anos.

Holandês decisivo. Botafogo e Fluminense se enfrentaram na Arena Pernambuco e os pouco menos de 8 mil pagantes assistiram às voltas de Fred, Jean e Cavalieri ao Flu, que foi superior ao Botafogo e só não marcou na primeira etapa porque Jefferson, também retornando da seleção, estava inspirado. No segundo tempo, o alvinegro voltou melhor e equilibrou as ações ofensivas. Quando o jogo parecia caminhar para um empate, Seedorf acertou uma bomba de muito longe e viu a bola morrer no canto direito de Cavalieri. Belo gol, que veio para dar a liderança ao Fogão e comemorar o primeiro aniversário do craque com a camisa do Botafogo.

Lamentável. O Flamengo “recebeu” o Coritiba no novo Mané Garrincha, em Brasília, saiu na frente, mas deixou o Coxa empatar. Logo aos 8 minutos de jogo, Marcelo Moreno abriu o placar, após passe de Gabriel. Aos 30, Moreno sofreu pênalti duvidoso de Leandro Almeida, ele mesmo cobrou, mas parou no goleiro Vanderlei. Aos 3 da segunda etapa saiu o segundo do Mengão, após Cáceres aproveitar, de cabeça, escanteio cobrado por Gabriel. Quatro minutos depois, o Coritiba diminuiu com Chico, de cabeça, também após escanteio. Aos 15, Alex recebeu de Victor Ferraz e empatou a partida. O Flamengo tentou reagir, mas foi tarde e ficou apenas com o empate.

Triste. Com uma péssima atuação, o Vasco foi goleado pelo Internacional fora de casa e ainda pode perder o treinador nessa semana por atraso de salário. Com a defesa perdida, o Vasco foi desde o início do jogo uma presa fácil para o toque de bola colorado. Aos 16 do primeiro tempo, Nei, contra, abriu o placar para o Inter. Forlán aumentou aos 38, em belo chute. Aos 44, André diminuiu após confusão na área. Na segunda etapa, Índio aumentou para o time da casa aos nove minutos. Aos 18, Rafael Vaz voltou a diminuir e o Vasco por pouco não empatou na sequencia. Aos 27, porém, Rafael Moura fez o quarto, e três minutos depois, D’alessandro marcou o quinto. Ainsa deu tempo de Fellipe Bastos diminuir em cobrança de falta. Péssima atuação de todo o sistema defensivo, que só não levou mais gols pela acomodação do Inter.

UFC. E o reinado de Anderson Silva como campeão dos pesos-médios do UFC terminou. O brasileiro foi derrotado por nocaute pelo americano Chris Weidman e viu sete anos de invencibilidade serem demolidos tal como seu corpo, com o soco do novo campeão. Anderson estava com a guarda baixa e já dominava psicologicamente seu adversário, quando não conseguiu se esquivar de um golpe e foi à lona. Os planos do UFC para o Spider são de uma revanche com Weidman, mas o ex-campeão rechaçou e falou até em aposentadoria. Uma decisão definitiva deve acontecer em alguns meses.

Mais UFC. No co-main event da noite, o ex-campeão dos leves e atual desafiante no peso-pena, Frankie Edgar, derrotou o brasileiro Charles “do Bronx” na decisão unânime. Charles teve bons momentos na luta, que foi considerada a melhor da noite, mas não conseguiu ser superior a Edgar. O Outro brasileiro presente no card principal, Roger Gracie, foi derrotado na decisão unânime pelo americano Tim Kennedy. Destaque também para a vitória de Gabriel Napão sobre Dave Herman por nocaute aos 17 segundos do primeiro round. Pelos penas, Cub Swanson derrotou Dennis Siver em uma grande luta, que terminou por nocaute a favor do primeiro, no terceiro round.

0 comentários:

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.