quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Pacto de saneamento foi uma farsa. Quaquá e Cabral nem compareceram

O evento realizado nesta terça-feira, na casa de festas Paladon, no bairro do Flamengo, em Maricá, segundo comentários, não passou de mais um mero teatrinho encenado à última hora para amenizar os estragos causados à imagem do já desgastado prefeito de Maricá, Washington Quaquá (PT), que atualmente encontra-se prestes a ser julgado em três processos que podem resultar na cassação definitiva do seu mandato.

O 'circo' começou a ser armado em caráter de urgência, na véspera, com anúncios em algumas mídias locais sob o pretexto da realização de um "Pacto de Saneamento". O evento, segundo as notícias, contaria com a presença do prefeito Quaquá e do próprio governador do Estado, Sergio Cabral. No entanto, nem um nem outro compareceu. Quaquá, segundo informações, estaria em Brasília e Cabral, que supostamente teria sobrevoado o local a bordo do seu helicóptero, alegou impossibilidade de pouso por causa de uma forte ventania. Mesmo assim, a cerimônia foi realizada sob a batuta do secretário estadual de Meio Ambiente Carlos Minc, acompanhado de algumas autoridades entre as quais o presidente da câmara municipal Fabiano Horta, o vereador Helter Ferreira, o vice-prefeito Marcos Ribeiro e o subsecretário estadual de Meio Ambiente Antonio da Hora.

Zeidan instrui a uma comissionada a levar recado a Minc
Na platéia, como sempre tem acontecido em ocasiões similares, comissionados da prefeitura formaram ampla maioria. A primeira dama, Rosangela Zeidan, chegou às dependências do 'Paladon' cerca de quinze minutos após o início da cerimônia, sentou-se numa cadeira na primeira fileira e ordenou à uma de suas assessoras que noticiasse ao secretário Minc sobre a sua presença, solicitando a sua participação ao lado das autoridades, com o seguinte recado: "Diz a ele que o Quaquá pediu pra eu participar da cerimônia". Seguindo à risca as suas ordens, a comissionada dirigiu-se até o pé do ouvido do secretário e transmitiu-lhe o recado. Porém, Minc pareceu não dar muita atenção ao fato, pois madame "Z" acabou permanecendo junto à platéia até o final.

A cerimônia

O subsecretário estadual de Meio Ambiente, Antonio da Hora, de início, fez rápida explanação sobre o que será realizado. Interessante notar que a mesma explanação havia sido feita pelo próprio subsecretário no dia 13 de maio do ano passado (confira a reportagem). Depois o secretário Carlos Minc falou, abrindo o seu discurso dizendo que "esse dia pode ser considerado como um dia histórico para a cidade, pois estamos dando início às obras de saneamento ambiental de Maricá"  e falou dos mesmos investimentos de R$ 93 milhões em obras de coleta de esgoto nas regiões do Centro e de Araçatiba, anunciados no ano passado, dos quais R$ 33 milhões correspondem ao PAC2 e R$ 60 milhões à contrapartida da Petrobras pela construção do emissário submarino do Comperj. A novidade é que agora, segundo o secretário, Itaipuaçu e Inoã também serão beneficiados com as obras que sairão através de investimentos de mais R$ 23 milhões que ainda serão negociados com a prefeitura.

Minc concede coletiva à imprensa
De acordo com as declarações de Carlos Minc, em breve entrevista à imprensa antes do início da cerimônia, 47 mil moradores de Maricá serão beneficiados com as obras de esgotamento sanitário padrão Barra da Tijuca, com 103 km de rede coletora de esgoto, 11.700 ligações domiciliares, 8 elevatórias, um emissário submarino com 4 Km de extensão e uma moderna estação de tratamento capaz de tratar 100 mil litros de esgoto por segundo.  Ainda segundo o secretário, as obras da  primeira etapa do projeto já começaram e a estimativa do governo é de que todas as etapas sejam concluídas até o final do ano que vem.

Veja também: Saneamento básico em Maricá caiu no esquecimento

2 comentários:

Anônimo disse...

Interessante. Itaipuaçu receberá o duto, mas quem leva melhoria são outros distritos. Tá 'serto'.

JEAN PAUL JONES disse...

AO ANÔNIMO DO DIA 07/08/2013 - 17:53. ESCLARECIMENTO:
SR. ANÔNIMO, A COMPENSAÇÃO É SIM REFERENTE A PASSAGEM DO DUTO DE EFLUENTES QUÍMICOS DO COMPERJ QUE SERÃO LANÇADOS NO MAR PASSANDO POR ITAIPUAÇÚ, POSICIONAMENTO ESTE QUE DISCORDO, POIS ACHO QUE A MELHOR SOLUÇÃO SERIA AO DO REUSO, ABORDADO PELO ENG. ADACTO DO CREA, E ACHO QUE A POPULAÇÃO DE ITAIPUAÇÚ, DEVERIA SER MOBILIZADA PARA FAZER ESTE ENFRENTAMENTO CONTRA A PETROBRÁS E O GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO. TAMBÉM CONCORDO COM O SEU POSICIONAMENTO, DEVERIAM COMEÇAR PRIMEIRO POR INOÃ E DEPOIS ITAIPUAÇÚ, MAS VOLTA AQUELA ANTIGA MANIA, PRIMEIRO O CENTRO ADMINISTRATIVO, MAS DE QUALQUER FORMA, SE O SR. FOR NA PÁGINA DO FACEBOOK, EXCLUSIVAMENTE NA PÁGINA DO SR. RICARDINHO NETUNO, VERÁ QUE ESTE SR. SE DIZ AGRADECIDO POR TER ESTADO NAQUELE EVENTO, E FAZ DIVERSOS AGRADECIMENTOS A PREFEITURA, AO GOVERNO DO ESTADO POR MAIS ESTE ERRO COMETIDO CONTRA OS CIDADÃOS DE SEU DISTRITO, E AINDA DERAM MAIS DE 700 VOTOS À ESTA PESSOA, QUE TEM NOME DIMINUTIVO DEMONSTRANDO O QUANTO PEQUENO DE IDÉIAS E COMPORTAMENTOS, QUANDO SE MANIFESTA E NÃO SABE O QUE DIZ E O QUE ISTO REPRESENTA PARA A POPULAÇÃO DESTE DISTRITO, PORTANTO, PEÇO-LHE QUE LEMBRE-SE DELE A TODO MOMENTO, POIS O MESMO ANTES CONTRÁRIO À ESTE GOVERNO, QUE PREJUDICA EM MUITO À POPULAÇÃO DO 4o. DISTRITO, SE VENDEU POR SALÁRIO, DIZEM DE R$ 9500,00, PARA AGORA DEFENDER O INDEFENSÁVEL. FICA A SUGESTÃO.

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.