Maricá: "Soldado" de Quaquá está sendo procurado pela justiça por maus-tratos a animais

O gerente executivo da subsecretaria municipal de Articulação Política, Nuno Alexandre, foi condenado a cinco meses de detenção por "Crimes Contra a Fauna" e está sendo procurado pela justiça.

Nuno, que é um dos fundadores do grupo "Estamos Soldados", também é membro de uma comissão formada por um grupo de protetores de animais, tendo, inclusive, na última sessão da câmara do ano, realizada no último dia 11, sido homenageado e agraciado com moção de congratulação e aplausos pelo vereador Marcello Vianna. No entanto, Nuno está sendo procurado por oficiais de justiça para cumprir pena de cinco meses de detenção, por ter submetido dezesseis cachorros, sob sua guarda, a maus-tratos.

O processo
O vereador Marcello Vianna homenageia Nuno Alexandre
com moção de congratulação e aplauso por "proteção aos
animais (Foto: Facebook)

A condenação de Nuno Alexandre Alves Henriques é proveniente de denúncias de que o mesmo deixara seus animais encarcerados, sem água e sem comida. Condenado em 1ª instância, o réu chegou a recorrer. Porém, na sessão de julgamento realizada em 7 de junho de 2011, todos os Desembargadores que compõem a 6ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro negaram provimento ao seu recurso, nos termos do voto do Desembargador Relator, Paulo de Tarso Neves.

Segundo os Desembargadores, o réu submeteu dezesseis cães a maus-tratos. De acordo com o registro de ocorrência à época da diligência policial, os animais, cães do próprio acusado, estavam trancafiados, sedentos e famintos.

Nuno Alexandre ao lado do seu
amigo, vereador Marcello Vianna
(Foto: Facebook)
Conforme o relato das testemunhas Dilma M. O. Lucas e Silvana O. de L. Sant’anna, mencionadas no Acórdão, "os animais, quando não comiam pombos, praticavam o canibalismo. A sede era tão aguda que os cães, numa determinada data, lamberam a parede do imóvel onde ficavam encarcerados".

No Edital de Sentença consta que não foi possível intimar o apenado, devido ao mesmo encontrar-se em 'lugar incerto e não sabido'.

Além de condenado por maus-tratos aos seus cães, Nuno Alexandre também pode ser condenado em um outro processo, desta vez pela "Lei Maria da Penha", por denúncia de agressão à sua companheira, com audiência de instrução e julgamento marcada para o dia 25 de março de 2013.

Nota da redação

Entramos em contato com o vereador Marcello Viana e o mesmo informou que as homenagens foram referentes aos serviços prestados durante a feira de adoção e fórum. Já, algumas representantes da Comissão dos Direitos dos Animais de Maricá, procuradas por nossa redação, até o fechamento desta reportagem, não quiseram comentar sobre o caso.

Confira, a seguir os links dos processos e o texto de sua contratação no JOM de 6 de março de 2013:

http://www1.tjrj.jus.br/gedcacheweb/default.aspx?UZIP=1&GEDID=000340FC5869E03CD97CE893491BE65B0D0A17C40305263E

http://www4.tjrj.jus.br/consultaVepWeb/resultConsPublica.do?tpCons=vep&txtRg=0101301398&indTodosMov=S


Contratação de Nuno Alexandre publicada no JOM de 6 de março de 2013

Previous
Next Post »

4 comentários

Click here for comentários

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião. ConversionConversion EmoticonEmoticon

Thanks for your comment