segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Maricá: Prefeitura cobra taxa de iluminação pública sem oferecer serviço

A Prefeitura de Maricá está cobrando COSIP (Contribuição de Custeio de Serviço de Iluminação Pública) de moradores que residem em ruas que não possuem iluminação pública. É o caso, similar a tantos outros, da moradora Kátia Barbosa, residente em uma casa na Avenida Beira-Mar, esquina com a Rua 14, na altura do bairro São Bento da Lagoa.

De acordo com declarações da própria moradora, que assiduamente paga a taxa em sua conta de luz, ela vem pedindo iluminação na sua rua à prefeitura, desde 2011. Entretanto, apesar de haver dois postes de energia em frente a sua casa, não há sequer uma luminária instalada.

Além do registro de sua reclamação, protocolizado pelo atendente Junior, em 10/05/2011, Kátia, desde então, tem ido frequentemente à sede da Secretaria de Energia e Iluminação Pública, que funciona numa casa ao lado do prédio da prefeitura, cujo secretário é o vereador Adelso Pereira. Porém, mesmo assim, apesar de inúmeras promessas, jamais equipe alguma desta secretaria instalou a luminária, nem tampouco esteve no local.

Cansada de tanto descaso do prefeito Quaquá e do vereador/secretário, e sentindo-se lesada, a moradora resolveu protocolizar, no último dia 24, com o mesmo atendente, uma nova reclamação.

Ainda segundo a moradora, a iluminação na localidade é necessária, pois o lugar é pouco habitado e, quando chega a noite, a escuridão é total. "Sempre abandonam carros roubados por aqui. Há poucas semanas incendiaram um aqui bem ao lado de casa", comentou a moradora.

D. Kátia paga por serviço que não existe
A preocupação com a escuridão na localidade não é exclusividade da moradora Kátia, mas também da vizinhança que mora do outro lado do Canal da Costa que, segundo relatos, sofrem com a falta de segurança no local. O poste de luz da ponte que dá acesso à praia está com a lâmpada queimada há bastante tempo. Os moradores já solicitaram, em dezenas de ocasiões, a troca da lâmpada. Mas, até agora nenhuma providência foi tomada.





4 comentários:

Anônimo disse...

Aconteceu comigo, durante oito anos, paguei pela iluminação pública e não tinha lâmpadas na rua da minha quadra. Só instalara durante a campanha eleitoral de 2012, para garimpar votos. Parece que deu certo, pois muitos vizinhos votaram no atual corrupto que ocupa o posto de prefeito e no vereador que era secretário de energia. País subdesenvolvido é uma "m".

Anônimo disse...

Venho atraves desta ouvidoria solicita a manutenção da iluminação da rua 35 com rua 68´pois estamos em um breu total temos tres postes com lampadas QUEIMADAS tornando um perigo para quem chega em casa a noite apos um dia inteiro de trabalho, asssim como eu varios outros moradores estão com mesmo problema para retornar a sua casa a noite.
Solicito se possível uma revisão de imediato em nossa iluminação pública, encontra-se muito precária e abandonada,em nosso caso solito emergencia.

Kátia Rodrigues disse...

Venho atraves desta ouvidoria solicita a manutenção da iluminação da rua 35 com rua 68´pois estamos em um breu total temos tres postes com lampadas QUEIMADAS tornando um perigo para quem chega em casa a noite apos um dia inteiro de trabalho, asssim como eu varios outros moradores estão com mesmo problema para retornar a sua casa a noite.
Solicito se possível uma revisão de imediato em nossa iluminação pública, encontra-se muito precária e abandonada,em nosso caso solito emergencia.

Unknown disse...

Na estrada beira em Cordeirinho tem 4 postes com as lampadas apagada há 6 meses 1 defronte o nº 2011 2 defronte ao nº 2017 e 1 na rua 116 ao lado a \igreja evangélica de cordeirinho já foi pedido para trocar 3 vezes .

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.