Prefeitura inaugura ponte inacabada e sem iluminação

O castigo veio dos céus. Nem São Pedro tolerou a bandalheira dos Pretralhas de Maricá


Marcelo Bessa | Itaipuaçu Site - O presidente do diretório regional do PT e atual prefeito de Maricá, Washington Luiz Cardoso Siqueira, o Quaquá, inaugurou no fim da tarde desta quinta-feira, 16, na Barra de Maricá, a polêmica obra eleitoreira que, depois de três anos e com suspeita de superfaturamento, resultou num viaduto que acabou virando ponte.

Militantes fazem a travessia
de inauguração
Uma pequena cerimônia teve início por volta das 18h quando Quaquá, acompanhado do secretário estadual do Ambiente Carlos Minc, alguns vereadores e um punhado de militantes petistas empunhando bandeiras do partido, atravessou, a pé, os 172 metros de asfalto da ponte, simbolizando assim, a sua inauguração.

Alguns se protegeram do temporal
num bar local
Como sempre ocorre nesses tipos de eventos, funcionários comissionados da prefeitura tiveram que comparecer e formaram pequena contingencia nos arredores da localidade. Todavia, por volta das 19h, raios e trovoadas surgiram no céu da cidade. Uns, aproveitaram e debandaram; outros, preferiram o abrigo de um bar local.

Debaixo de chuva, poucas pessoas
aguardavam pelo show de Dudu Nobre
Num descampado em frente ao palco montado para um show programado com o sambista Dudu Nobre, mesmo debaixo de chuva, algumas pessoas aguardavam pelo artista que subiu no palco mas o show não durou muito. São Pedro não deu trégua e aumentou ainda mais o temporal. Um repentino apagão deixou o bairro inteiro às escuras. Segundo informações, a falta de energia atingiu vários bairros desde Cordeirinho até o Centro.

Obra inacabada

Inaugurada com o nome do falecido irmão de Quaquá, Marco Antônio Cardoso, também conhecido como 'Rato', a ponte apresenta muitas falhas de projeto e dá pinta de que está inacabada. O detalhe interessante é que a estrutura nem possui iluminação. Outros pormenores dão conta de que não há acessibilidade e nem ciclovia.

Cara de pau

Para justificar a obra, cerca de algumas semanas antes, Quaquá mandou retirar grande quantidade de areia debaixo da ponte para que, na inauguração, houvesse água embaixo dela. Ainda segundo suas justificativas junto à imprensa, a construção da dita cuja foi necessária para que se possa fazer a oxigenação e renovação das águas do sistema lagunar, anualmente, através de mecanismos manuais que possibilitem a abertura do canal entre o mar e a lagoa. Outra explicação seria por causa dos alagamentos naquela localidade os quais durante os períodos de enchente, que são raros, deixam os moradores de uma parte da cidade ilhados, e cita um episódio ocorrido em 2010. Porém, segundo informações, nessa ocasião, toda a cidade ficou alagada. No bairro Reserva Verde, em Itaipuaçu, por exemplo, as casas ficaram literalmente debaixo d'água. Em vários outros bairros, inclusive no Centro, a situação foi calamitosa. Além do mais, numa cidade onde os sistemas de drenagem são precários e nem saneamento básico possui, só podia dar no que deu.

Onde seria construído o cinema, só restou o abandono
A bem da verdade, a obra da ponte foi iniciada em 2011, juntamente com outras tantas que nunca terminaram. Algumas até nem começaram, como foi o caso escandaloso da construção do cinema da cidade no terreno onde funcionava o Detran, cuja festa de inauguração teve buffet, coquetel e música ao vivo, no entanto, encontra-se, até hoje, em ruínas e repleta de entulhos. Ressalta-se também a reforma do hospital que acabou levando uma simples pintura em sua fachada, assim como ocorre no prédio da prefeitura, em que a reforma iniciou na mesma época do início das obras da ponte e ainda não foi finalizada.

Reeleito com menos da maioria dos votos, Quaquá, hoje, trabalha para emplacar a sua mulher como deputada estadual nas próximas eleições.

Confira também:

Prefeito de Maricá, Quaquá, mente e ilude a população



Previous
Next Post »

5 comentários

Click here for comentários

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião. ConversionConversion EmoticonEmoticon

Thanks for your comment