quarta-feira, 2 de abril de 2014

Bairro Novo: obras paralisadas em Itaipuaçu têm futuro incerto

Reportagem :: Marcelo Bessa

Ultimamente os moradores do Jardim Atlântico andam preocupados com a repentina paralisação das obras de urbanização do programa Bairro Novo nas ruas entre a Avenida Zumbi dos Palmares - antiga Avenida 1 - e a Rua Prof. Cardoso de Menezes (Rua 1). Após concluir as obras entre as ruas 10 e 20A, nas quadras compreendidas entre a 34 e 36, a empresa Construlagos, aparentemente, parou suas atividades naquela localidade.

Sede da Construlagos na rua 36, no Jardim Atlântico
(Foto: Marcelo Bessa / Itaipuaçu Site)
No entanto, de acordo com a engenheira de campo da empresa, Carolina, alguns trechos, principalmente das quadras entre as ruas 34, 33 e 32 (sentido serra), ainda estão em fase de estudo, aguardando a sua liberação.

Conforme suas informações, a empresa teve de abrir outras frentes de obra, entre as quais em Itaipu (Niterói) e, em Itaipuaçu, nos trechos entre as ruas 21 e 25, também no Jardim Atlântico.

__ De acordo com o contrato, além de Itaipuaçu, a empresa terá que executar obras no centro de Maricá e no bairro de Itaipu, em Niterói. A continuidade das obras naquelas ruas que já foram urbanizadas ainda depende de um estudo que está sendo realizado em alguns trechos daquela localidade e estamos aguardando a sua liberação, comentou à nossa reportagem a engenheira Carolina. Ainda segundo ela, todas as ruas inseridas no programa serão concluídas.





8 comentários:

Anônimo disse...

A questão técnica que requer estudos é: para onde vai ser escoada a água pluvial?

Itaipuaçu Site disse...

Exatamente.

Márcia Benevides Leal disse...

Corretamente!

Márcia Benevides Leal disse...

Não existe Rio Itaocaia, aquilo é uma vala de drenagem que deve ter sido feita para a retirada da areia que lá havia. Depois resolveram lotear. Estranho é ter sido campo de prova do EXERCITO, desapropriação em 1952. Depois foi que resolveram lotear sem obras apropriadas para ocupação humana. Tem muita gente dentro disso e muita gente para ficar dentro d"água!

Márcia Benevides Leal disse...

As águas da Serra da Tiririca e do reverso da Pedra de Itaocaia drenam na direção da Ponte Quebrada e uma parte ia para a Lagoa de Itaipuaçu, para depois seguir para a Lagoa Brava. Qdo era temporada de água grande os regatos das Serras acima da RJ 106 ajudavam a LAGOA BRABA a abrir o Caminhos dos Bassuis que na realidade liga as águas dos dois distritos e era uma barra nativa. A maior parte de nossas águas que não vemos nas lagoas, que estão reduzidas mecanicamente percolam na direção de Jacone. Tem mapas!

Márcia Benevides Leal disse...

A Lagoa BRABA faz séculos passou a ser chamada de BRAVA, mas agora já se sabe por que, não é? O Rio Bambu e o Canal de São Bento hoje cortam a LAGOA BRAVA pelo meio ou passam por dentro dela. Acima do Rio Bambu havia e devia estar lá um outro Canal que trazia as águas do Rio Camboaté que até 1953 aparece em mapa passando sobre a ponte da linha férrea no Km 17 da RJ 106. Muitos prefeitos estão metidos nisso!

Sizinho disse...

Pra dentro de suas casas.111111111111111

Anônimo disse...

E o Programa Bairro Novo que V. Ex.ª começou em Itaipuaçú/Maricá e não terminou. As Empresas contratadas desapareceram. Como ficará!? Governador Pezão o eleitor quer saber!

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.