quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Direto de Maricá: Moradores desalojados denunciam descaso da prefeitura

Os moradores de Itaipuaçu (Maricá-RJ) que precisaram ser desalojados pela Defesa Civil de Maricá após o deslizamento de uma rocha ocorrido na Rua Domingues Barbosa, no bairro do Recanto, em maio deste ano, reclamam que ainda aguardam uma solução por parte da prefeitura para o problema que tem afetado suas famílias, as quais precisaram sair do local às pressas e tiveram suas vidas prejudicadas desde então.

A situação se tornou ainda mais preocupante após uma reunião com o prefeito Washington Quaquá (PT). De acordo com os desalojados, o prefeito declarou que o governo municipal não possui nenhum programa de aluguel social e ainda propôs a todos que se inscrevessem no programa "Minha Casa Minha Vida" .

- A minha casa foi uma das interditadas. Outras famílias também foram retiradas mas até agora não iniciaram nenhuma obra, nem a retirada da rocha ou do entulho - contou o morador e pescador da região, Geraldo.

Os moradores estão reivindicando uma solução definitiva por parte das autoridades municipais.

- O que a gente quer é uma solução para o problema. Até agora ainda não sabemos o que vai ser feito pois não nos dão nenhuma satisfação - relatou o morador desalojado, Nilson.

- Eu tive acesso ao Washington (prefeito) mas ele disse que o município não tem aluguel social.- informou o morador Ricardo.

Os moradores  estiveram também na Secretaria de Assistência Social e conversaram diretamente com o secretário Jorge Castor, a mando do prefeito, mas, segundo eles, a resposta foi de que só haveria aluguel social caso houvesse alguma morte.

Todos os moradores desalojados já se mostram descrentes com o desenrolar da situação.

- Estou perdendo a esperança de voltar para a minha casa; a situação é complicada. Minha mulher e meus filhos estão separados, espalhados, morando de favor em casas de amigos. Na hora que o prefeito precisou da gente, nós votamos nele e agora ele está deixando a gente na mão - desabafou Nilson.

Os desalojados ainda afirmam que outro grande deslizamento pode ocorrer no local, a qualquer momento. Segundo o pescador Geraldo, uma pedra de aproximadamente duas toneladas está prestes a se desprender do morro. E, se isso acontecer, outras casas também podem ser atingidas, mas, apesar da Defesa Civil ter interditado o local, alguns outros moradores, que segundo eles, têm boa situação financeira e grandes influências dentro da prefeitura, se recusaram a sair.

De acordo com o laudo NADE/DRM, cerca de 60 m³ de rocha e solo se desprenderam da encosta e deslizaram por uma extensão de 45 metros a uma inclinação de 45º, e por muito pouco não atingiram as casas. Ao que parece, todos foram salvos por uma árvore, que conteve uma das rochas.

Ainda segundo a conclusão do mesmo laudo assinado pela geóloga Joana Ramalho em 4 de junho último, "todas as condições predisponentes à ocorrência de queda de lascas e blocos rochosos estão presentes na encosta já rompida. Não há como prever quando as lascas de alívio se deslocarão e, portanto, a interdição das casas só deve ser suspensa após a execução de obras de contenção no local."




Confira também outra reportagem sobre esta matéria:

Maricá: após deslizamento, moradores desalojados aguardam definição da prefeitura






3 comentários:

Anônimo disse...

Não entendi " na hora que o Prefeito precisou da gente , nós votamos nele e agora ele esta deixando a gente na mão- desabafou Nilson" vocês votaram no QUAQUA e agora querem reclamar de que??????????????????

Anônimo disse...

O vizinho de vocês , um tal de Ricardinho Netuno é advogado e assessor Politico do QUAQUA ,recebendo mais de 7 000, 00 reais para kkkkkkkkkkkkkkk cuIdar do Recanto, SÓ PODE SER PIADA. Lotado no gabinete do QUAQUA . É só cobrar pessoalmente dele, uma solução.

Anônimo disse...

Procurar o quaquadindo do netuno que elr resolve. Assessor especial. 7.000,00 p mês ou então a corja que anda com ele a velha lacraia politiqueira de Itaipuaçu e um cachaceiro peixeiro invasor de terrenos chamado bira, esses podem resolver esse problema

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.