quarta-feira, 2 de março de 2016

Prefeitura de Maricá faz pouco caso com vítimas do "Minha Casa, Minha Vida"


Maricá - O dia seguinte ao temporal que arrasou o condomínio Carlos Marighellla, do programa "Minha Casa, Minha Vida", nesta terça-feira, em Itaipuaçu, foi marcado por muita tristeza e solidariedade da população. O nível da água havia aumentado e muitos "beneficiários" perderam praticamente tudo, entre roupas, veículos, aparelhos eletrodomésticos e até documentos.

Moradores solidários improvisam barcos
e botes para resgatas as vítimas do temporal
(Foto aérea: R7)
De acordo com relatos de moradores e reportagens de algumas emissoras de TV que estiveram no local durante todo o dia, nenhuma equipe da Prefeitura de Maricá (PT) foi avistada para ajudar as vítimas. Por outro lado, moradores de vários bairros, desde cedo, estavam no local tentando ajudar a retirar crianças, idosos, deficientes e animais que estavam ilhados, através de botes. Centenas de pessoas deixaram o local apenas com a roupa do corpo.

Apesar da intensidade do temporal e da enchente que inundou diversos bairros da região deixando centenas de famílias desabrigadas, segundo informações oficiais, felizmente, em Maricá, não foi registrada nenhuma morte.

Confira, a seguir, na reportagem produzida pela TV Record:




6 comentários:

ivanildo da silva Francisco disse...

boa tarde amigo piruinha como vc estar neste momento de alagamento neste bairro de marica a prefeitura de marica deveria estar dando apoio atodos vcs cade este prefeito safado

Anônimo disse...

O prefeito culpou o Inea pela demora em liberar a abertura do canal da Barra e pela não dragagem dos rios. Esse rio ai, do lado do MCMV, em Chácaras de Inoã, olhem no mapa de Maricá que o rio divide esse bairro do Jardim Atlântico, já foi dragado depois da enchente de 2010. A abertura do canal da Barra dificilmente poderia ser feita durante o temporal que caiu na segunda-feira e, portanto, não impediria o alagamento. Esse prefeito incompetente apostou contra a natureza e perdeu. Só espero que esse povo humilde lembre-se disso em outubro de 2016.

Anônimo disse...

Por que não abriu o Canal da Barra ?.... Esperou alagar toda a cidade para decretar " Emergencia ???" Alguma intenção de dividir e desviar atenção do condominio marigela construido em area de lagoa aterrada ?....Emergencia também é muito bom para efetuar gastos sem controles !... Éh Maricá !... Voce ainda vai dar muito o que falar !....

Anônimo disse...

VAMOS APRENDER A VOTAR MEU POVO!!! VOCÊS QUE ELEGERAM ESSE PESSOAL SAFADO QUE ESTÁ NO PODER!! SERÁ QUE A CASA DO PREFEITO FICOU INUNDADA? SERÁ QUE A DONA DILMA FAZ ALGUMA CONSTRUÇÃO PARA FAMÍLIA DELA EM REGIÃO DE PÂNTANO C

Anônimo disse...

É ISSO AÍ, ANÔNIMO. PARABÉNS, ENCONTREI UM VIZINHO INTELIGENTE, VAMOS APRENDER A VOTAR. CHEGA DE CALA BOCA COM BOLSA MUMBUCA, BOLSA FAMÍLIA, FAVELA MINHA CASA MINHA VIDA, ÔNIBUS DE GRAÇA QUE NÃO FUNCIONA,ETC, ETC. ISSO TUDO É A CARA DA QUADRILHA DO PT. ITAIPUAÇU, UMA CIDADE TÃO LINDA ABANDONADA PELO QUAQUÁ E SUA QUADRILHA. OS MORADORES TEM QUE ACORDAR, DEIXAR DE TOMAR CACHAÇA NAS BIROSCAS E TOMAR ALGUMA PROVIDÊNCIA. QUALQUER UM DIA NINGUEM PASSA NA ESTRADA DE ITAIPUAÇU E AINDA VAMOS SER ASSALTADOS.

Anônimo disse...

O pior ainda vem aí: é o "PORTO MARAVILHA" na reseva de Jaconè que vai virar prostíbulo e periferia como aconteceu com a Cidade de Macaé! O pessoal do MCMV não é periferia mas trabalhadores que se endividaram por TRINTA ANOS LONGOS! Eu não teria CENTO E SESENTA MIL para um invesyimento desses,que me dera! Já aPREFEITURA de SAQUAREMA que tem parte de JACONÉ é contra a degradação ambiental desse porto/prostíbulo como todo porto do mundo. Os caras passam 40dias numa plataforma petrolífera e chegam na cidade DUROS atrás de mulher! Quem lucra é a INDÚTRIA de MOTÉIS!!!
a.francaleite@uol.com.br Não sou anônima e em Saquarema a GANÂNCIA não é endêmica como em Maricá!

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.