sábado, 21 de dezembro de 2013

Itaipuaçu: Ponte condenada é desinterditada por comerciantes locais

Reportagem exclusiva | Itaipuaçu Site - Uma reunião entre comerciantes, realizada na tarde desta sexta-feira às 17h, decidiu pela desinterdição do acesso a veículos na ponte que liga a Avenida Zumbi dos Palmares (antiga avenida 1) à praia, sobre o Canal da Costa. 

Participaram da reunião, os donos dos quiosques da praia, um advogado da localidade conhecido como "doutor Jorge" e o proprietário de uma pousada estabelecida no local há mais de 30 anos, Sr. Benito Chirollo.

Escora de madeira improvisada sob a
viga de concreto comprometida
De acordo com informações do próprio Sr. Benito, todos chegaram à conclusão de que tão cedo a prefeitura não tomaria nenhuma providência para reformar ou construir uma nova ponte. 

Tora de madeira sustenta viga rachada
Ainda segundo informações, a interdição da passagem na semana passada causou muitos prejuízos aos comerciantes, principalmente àqueles estabelecidos na orla da praia. Assim, eles próprios decidiram consertar paliativamente a ponte condenada, escorando a viga comprometida com uma peça de madeira de maçaranduba. 

Sr. Benito: "A ponte está segura"
Funcionários da prefeitura e da defesa civil estiveram no local na manhã deste sábado (21) e teriam aprovado a iniciativa. "A ponte está segura. Ainda pode durar mais 1 ano", garantiu o Sr. Benito.

Confira, a seguir, outras reportagens sobre este caso:

http://www.itaipuacusite.com.br/2013/10/itaipuacu-ponte-condenada-ruir-esta.html

http://www.itaipuacusite.com.br/2013/12/ponte-e-interditada-apos-tres-meses-de.html

http://www.itaipuacusite.com.br/2013/09/motorista-cai-da-ponte-condenada-em.html

8 comentários:

Anônimo disse...

...A ponte pode durar mais um ano... digamos que no reveillon não chova e muita gente se reúna ali na nas imediações da Avenida 1, se houver uma tragédia e a ponte vier a baixo, trazendo consigo algumas vidas humanas. Quem será responsabilizado? O barnabé que se omitiu quanto a interdição? Os comerciantes que, preocupados com seus lucros peitaram e desbloquearam a ponte? Estamos falando de vidas, seres humanos que podem vir sim a morrer se aquela ponte ruir. Por que essa mesma junta de "notáveis" que agora desinterditou a ponte não pressionou há tempos o governo municipal para que agilizassem a obra?
Não podemos achar que, por não vermos o governo presente no nosso dia-a-dia podemos fazer o que bem queremos. Aliás, cade o CREA?

Anônimo disse...

Somente o laudo da defesa civil em doc. oficial pode dar legalidade a esse ato dos comerciantes q parecem pensar como o prefeito, em tempo de grande trafego no local o risco é muito grande e quem vai assumir, executar obras em vias pública e dever do executivo e me parece estranho a defesa civil aprovar isso. Se tiver amparo lega, então podemos também reformar o hospital, melhorar a educação e seg. pública com o nosso dinheiro, pois me parece q os moradores de Itaipuaçu possuem um auto poder aquisitivo e podem perfeitamente sustentar o governo.

Anônimo disse...

Concordo com os comentários, os mesmos comerciantes que desinterditaram também apoiam o prefeito, cadê a influência e os contatos ? Espero sinceramente que não ocorra nada, mas se ocorrer quero ver quem vai ser responsabilizado. Lembrem-se, a prefeitura já tem dois óbitos para responder do aeroporto, fora os do Portal da Morte, não queremos mais vidas
ceifadas. E comerciantes a iniciativa foi boa porém extremamente perigosa, foi um problema anunciado a meses e só agora vocês decidiram fazer algo. Realmente acho que vocês são mesmo eleitores e amigos do Quaquá...

Anônimo disse...

Os comerciantes do local estão apenas pensando no lado econômico, assim como os nossos políticos, é necessário q a redação informe os nomes e matriculas dos servidores públicos q aprovaram esse ato e cópia do laudo da defesa civil, se é q foram ao local, parece q não.

Anônimo disse...

Quando tenho tempo, ando por Itaipuaçu e observo esses apadrinhados do governo q se dizem moradores do local e q antes eram oposição ou não e q pensam em dar ordens e executar funções sem ter a capacidade profissional e sem nenhum conhecimento legal para determinadas ações, apenas se apoiam na força do poder não o público e sim o da politicagem, são ações do tipo de coronéis estúpidos, assim como essas associações do local q falam sobre temas sem conhecer e são facilmente enganadas por estas autoridades q ganham para falar, somente para falar. Eu já estou totalmente sem paciência para olhar a cara desses caras e muito menos os seus atos.

Anônimo disse...

Na Reunião com a Defesa Civil, haviam muitos moradores, muitos comerciantes. Nenhum político participou, nem prefeitura, somente a defesa civil junto com um engenheiro, estavam no local. A decisão de escorar a ponte foi APROVADA pela própria Defesa Civil. Eles concordaram que os moradores poderiam escorar a ponte, e eles vieram até o local verificar as escoras, e reabriram a ponte. Nenhum morador, ou comerciante deu uma de coronel mandão e saiu abrindo nada não. Se não estivesse bom para passar a defesa civil não reabriria a ponte. As pessoas para comentar com razão teriam que vir aqui no dia da reunião e presenciar o fato exatamente como foi.

Anônimo disse...

A prefeitura se é que tem algum projeto para essa ponte, provavelmente só será depois do carnaval. A ponte está ruim não é de um aninho pra cá não, e muita gente já pediu reforma inúmeras vezes e nada foi feito, ninguém aqui é amiguinho do Quaquá, pois se fôssemos teríamos uma ponte nova, não acham? Ao invés de ter que escorar. Quero ver se todos vocês fossem moradores do outro lado da ponte, que mal tem iluminação pública, que podemos ligar 100 vezes e continua sem iluminação, se vcs iriam reclamar. A ponte da nove também não passa carro, todo mundo que mora que precisa passar por essa ponte teria que ir até a rua um, sendo que mal tem iluminação até lá, cheio de buracos. Vocês devem estar muito longe pra saber que é bem perigoso vir pela beira da praia a noite, ou talvez não saibam. Fizeram isso, TEMPORÁRIO até a prefeitura resolver o problema, porque precisam, se não precisassem não teriam feito. Se a ponte começar a piorar a ponto de não poder passar nada a própria defesa civil vem e interdita novamente. Foi liberada a ponte pela própria defesa civil. Se eles achassem que mesmo com a escora não daria pra passar eles não chamariam a máquina para reabrir a ponte.

Anônimo disse...

Do ponto de vista do atual prefeito essa ponte não é significante. Para ele o que importa é fazer propaganda de coisas que possam trazer votos para seu grupo político. É o caso da ponte da Barra, um elefante branco, símbolo do desperdício. Uma ponte que sem o canal extravasor da lagoa não tem sentido de existir, mas que a maioria das pessoas não questiona! Assim com o dinheiro doado para a Grande Rio, os contratos para publicidade e para o projeto do oceanário. O contrato com empresa de transporte por helicóptero e muitas outras inutilidades que vão esvaziando os cofres de Maricá. Enquanto isso Itaipuaçu continua sem nenhuma infraestrutura. É lamentável que os eleitores tenham decidido continuar com essa administração desastrosa!

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.