28 de fevereiro de 2013

População de Maricá lança abaixo-assinado na internet contra a cobrança da taxa de lixo


Moradores da cidade de Maricá, região metropolitana do Rio de Janeiro, lançaram na internet, através do site "Petição Pública", um abaixo-assinado direcionado ao Prefeito Washington Quaquá (PT) contra a cobrança da taxa de lixo inserida nos carnês de IPTU deste ano.

Para participar e assinar, basta acessar o site Petição Pública através do link http://www.peticaopublica.com.br/?pi=P2013N34362. Confira, abaixo, o texto na íntegra:

ILMO PREFEITO MUNICIPAL DE MARICÁ SR. WASHINGTON SIQUEIRA (QUAQUA), a população através desde legítimo documento, declara que não recebeu o retorno de seus impostos de 2012 em melhorias para a cidade de Maricá, assim como não teve a coleta de lixo adequada, causando o assoreamento de rios e entupimento de tubulações que coletam a águas das chuvas, tubulações estas que também não receberam a devida manutenção para prevenção de enchentes. Nosso lixão no Caxito também já esta com sua capacidade esgotada há tempos e não comporta mais receber o lixo da cidade e também a Prefeitura não investiu nenhum centavo dos royalties do petróleo em investimento de saúde, água, lixo e saneamento básico digno para a cidade. Sendo assim os moradores de Maricá solicitam ao Ilmo Prefeito que retire dos impostos municipais a taxa de lixo e que esta somente seja cobrada, após uma prestação de serviços adequada, além do mais o Imposto Predial e Territorial, se soma a outros impostos recebidos ao longo do ano, e o famoso royalties que aumenta a cada ano. NÃO CONCORDAMOS COM A TAXA DE LIXO COBRADA EM 2012.


Marcadores: , ,

Flu leva susto, mas vira o jogo e vence o Huachipato fora de casa pela Libertadores.

Nem comemora gol com dança.

A vitória era fundamental para o Tricolor após o vexame contra o Grêmio em pleno Engenhão. O Fluzão dominou a partida e foi premiado com a vitória. De quebra, assumiu a liderança do Grupo 8, com 6 pontos.

O primeiro tempo foi de um jogo estudado, com os melhores momentos reservados para os dez minutos finais. No início, apenas uma boa chance, que Fred desperdiçou, colocando por cima do gol. Aos 36, Thiago Neves recebeu pela esquerda e cruzou rasteiro para Wellington Nem, que sem goleiro, escorou a bola no pé da trave, perdendo uma oportunidade incrível de abrir o placar. Como castigo pelo gol perdido, o Huachipato marcou na única chance que teve. Já nos acréscimos, Rodríguez recebeu livre na área e bateu forte para alegria dos donos da casa.

Na segunda etapa, o jogo esquentou com o Fluminense indo pra cima. O time da casa recuou, e o time de Abel Braga tinha dificuldades de romper a marcação. Aos 18, Rhayner entrou na vaga de Leandro Euzébio e deixou o time mais ofensivo. Três minutos depois, Carlinhos recebeu livre pela esquerda, cruzou para Fred, que ajeitou de peito para Nem chutar forte de direita e empatar a partida.

Aos 31, após bela jogada de Jean, a bola ficou com Nem, que se enrolou com a zaga do Huachipato, a bola então sobrou para Wagner, que acabara de entrar. O meia chutou forte de esquerda para virar o placar e garantir o resultado. Após o gol, o Huachipato ainda foi pra cima do Flu, mas sem efetividade. Foi a segunda vitória do Tricolor na Libertadores.

FICHA TÉCNICA
HUACHIPATO (CHI) 1 X 2 FLUMINENSE
Local: Estádio CAP, em Talcahuano (CHI)
Data/Hora: 27/02/2013, às 22h (de Brasília)
Árbitro: Saúl Esteban Laverni (ARG)
Auxiliares: Juan Belatti (ARG) e Iván Núnez (ARG)
Renda/Público: Não divulgados
Cartões Amarelos: 
Labrín e Reyes (HUA); Deco e Carlinhos (FLU)
Cartões Vermelhos: nenhum
GOLS: Rodriguez, aos 45'/1ºT (1-0); Wellington Nem, aos 21'/2ºT (1-1) e Wágner, aos 31'/2ºT (1-2)
HUACHIPATO: Veloso; Contreras, Labrín, Muñoz e Crovetto; Sandoval, Reyes, Nuñez (Reynero - 28'/2ºT) e Arrué (González - 18'/1ºT); Falcone (Llanos - 23'/2ºT) e Rodriguez - Técnico: Jorge Pellicer
FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Bruno, Gum, Leandro Euzébio (Rhayner - 18'/2ºT) e Carlinhos; Edinho, Jean, Deco (Wagner - 30'/2ºT) e Thiago Neves (Anderson - 33'/2ºT); Wellington Nem e Fred - Técnico: Abel Braga


Também pela Libertadores, o Corinthians recebeu o Millonários, da Colômbia, e mesmo com o estádio vazio, por conta da punição aplicada pela Conmebol, venceu o visitante por 2 a 0, gols de Guerrero e Pato. Ontem, o Atlético Mineiro visitou o Arsenal-ARG, e venceu por 5 a 2. Bernard marcou três vezes, enquanto Jô e Diego Tardelli, uma. Ronaldinho teve grande atuação, e o Galo pinta como um dos favoritos a levar a Taça.


Marcadores:

Itaipuaçu: Concit pede, Prefeitura faz

Há mais de um ano que um abrigo no ponto de ônibus que fica em frente a igreja de N.S. de Fátima, próximo à esquina da rua 1 com a estrada de Itaipuaçu, ruiu e ficou abandonado.

Durante esse período, era bastante comum ver pessoas sentadas e, às vezes até dormindo no banco fixado sob a marquise caída, com risco iminente de serem esmagadas a qualquer momento.

Atendendo a reivindicação de alguns moradores preocupados e indignados com tamanho descaso da Prefeitura neste caso, o Conselho Comunitário de Itaipuaçu (Concit) enviou, nesta terça-feira (26), um ofício à  Secretaria de Reestruturação Urbana solicitando o desmonte e a remoção da citada estrutura.

Para alívio de todos, no início da tarde desta quarta-feira, cerca de 24 horas depois, foram enviados ao local uma retroescavadeira e um caminhão, e a perigosa peça de concreto, finalmente, foi retirada.


Marcadores: , , , , , , ,

27 de fevereiro de 2013

Águias da Estrada Moto Clube agora é uma realidade

Em reunião realizada no último domingo (24), no Espaço Comunitário Beto Lima (rua 65 esquina com rua 35 no Jardim Atlântico), onde funciona também a sede do CONCIT e das futuras Instalações da nova Rádio Comunitária “A Voz de Itaipuaçu”,  foi constituído o Águias da Estrada Moto Clube, como uma entidade sem fins lucrativos, que visa a união de amantes do motociclismo e a filantropia como um todo.

O "Águias da Estrada" já tem a sua sede própria na rua 17, quadra 56, lote 4, Loja, também no Jardim Atlântico, em Itaipuaçu. Abaixo, seus integrantes e sócios fundadores. Confira:

01) Alexandre Buarque - (Buarque)
02) André Luiz Freitas Gaspar - (André)
03) Carlos Gomes da Silva - (Carlos Gomes)
04) Claudia Luciana Tokui - (Tokui)
05) Emilio Rubem Batista Junior - (Rubem)
06) Everton da Costa Ferraz - (Ferraz)
07) Gilson Ribeiro Rodrigues - (Callado)
08) José Antonio Costa Gomes - (Costa Gomes)
09) Leimar Andrade dos Santos - (Lê Andrade)
10) Silvio Fernandes Mulim - (Mulim)


"Somente um motociclista sabe por que um cão põe a cabeça para fora da janela quando anda de carro."


Marcadores: , , ,

Conselho dos Pastores: prioridade ou oportunismo?

Por Adilson Pereira - Após uma reunião, dia 10/07, anunciando a provável criação do Conselho dos Pastores, proposto pelos próprios, com a atribuição de participar da gestão do orçamento municipal de 2011, lembrei “Romanos 13:1”. O versículo fora usado por líderes religiosos, dentro de suas conveniências, para justificar o apoio da Igreja Católica ao regime nazista, na figura do Papa Pio XII, e a simpatia de diversos ramos da Igreja Protestante ao regime imposto pelos militares, em 1964, expresso brilhantemente pelo pastor batista Isaltino Gomes Coelho Filho, quando cita a ideia que imperava na década de 70: "A esquerda é ateia e materialista; logo, é demoníaca. O regime veio combatê-la; logo, o regime é bom”. Ele também lembra que “uma Igreja não é curral eleitoral nem propriedade do pastor. A Igreja não é da direita, nem da esquerda e nem do centro... É de cima. Tentar colocá-la a reboque de qualquer ideia política é praticar reducionismo teológico e desvesti-la de sua grandeza e singularidade”A história tem mostrado que todas as vezes que o poder religioso abraça um poder político é engolido por ele e se descaracteriza. Já vimos com que facilidade os referenciais da fé se perdem quando se é seduzido pelo poder político.
O versículo passou, descabidamente, a divinizar o Estado, esquecendo que o Estado é um arranjo humano. Neste versículo, o apóstolo Paulo escreve a uma comunidade perseguida pelo poder político, logicamente tentada a negar a função de tal autoridade. O que Paulo fez não deve ser tomado como legitimação de qualquer autoridade política ou forma de sociedade. Ele apenas mostra o fundamento e, ao mesmo tempo, o limite da autoridade que por direito só pertence à natureza de Deus. Só Ele é Senhor e juiz absoluto sobre os homens. A vinda do Messias deixou claro que nenhuma instituição, seja ela política ou religiosa, tem caráter absoluto ou intocável. Todas têm caráter relativo e provisório, sendo passíveis de revisão, crítica, renovação e reformulação.    
Comecei a ter minhas dúvidas quanto ao envolvimento de pastores na política maricaense quando, na 1ª Marcha para Cristo, em Itapeba, o evento serviu de palanque para que a primeira-dama voltasse, na maior cara de pau, a nos empurrar suas “verdades” já bem conhecidas, com a benção de alguns “Homens de Deus”. Retornei meus pensamentos aos conchavos político-religiosos da Idade Média. Será que Joana D’Arc foi queimada viva em vão? A Revolução Protestante e a Queda da Bastilha se deram por nada? O Iluminismo se transformou num apagão?
Mas, tenho o péssimo hábito de acreditar nos homens. Acredito que os “Homens de Deus” não tenham interesse financeiro na empreitada, pois “ninguém pode servir a dois senhores... Ou servimos a Deus ou a Mamom*”. Acredito que os “Homens de Deus” ordenaram que o alcaide tivesse mais respeito com a merenda escolar, “porque das crianças é o reino de Deus”. Acredito que os “Homens de Deus” lembraram a uma autoridade tão cercada de seguranças, que o mandamento diz “amem-se” e não “armem-se” uns aos outros. Acredito que os “Homens de Deus” negaram veementemente que Cristo tenha transformado água em vinho para que o alcaide faça da embriaguez um estilo de vida. A dedicação rígida e estreita obtém o sucesso que a boemia não alcança. Acredito que os “Homens de Deus”, antes de qualquer coisa, cobraram do alcaide a vida em pecado, desrespeitando a primeira instituição Divina: a família. Acredito, fortemente, que os “Homens de Deus” aproveitaram a excelente oportunidade do dia 10/07 para lembrar ao alcaide que “vida” é uma promessa Divina, não devendo ser tratada com tamanha insignificância, e exerceram seu dever contrapondo-se ao fato do hospital municipal ter ceifado 143 vidas em 4 meses, deixando mães em prantos. “Bem-aventurados os que choram, porque eles serão consolados”. Acredito, cegamente, que os “Homens de Deus” obedeceram a última ordem de Cristo e evangelizaram de imediato o alcaide e sua companheira ainda chorosos pela morte de seu pai-de-santo.
Mas, posso estar enganado em minhas crenças. Caso os “Homens de Deus” tenham esquecido, convenientemente, de exercer seu dever cristão, valem as palavras de Cefas**: “Se, depois de terem escapado das corrupções do mundo, mediante o conhecimento do Senhor e Salvador Jesus Cristo, foram outra vez envolvidos nelas e vencidos, tornou-se-lhes o último estado pior do que o primeiro. Melhor lhes seria não ter conhecido a Verdade do que, conhecendo-a, desviarem-se do santo mandamento que lhes fora dado. Deste modo, sobreveio-lhes o que diz o provérbio: o cão voltou ao seu próprio vômito e a porca lavada voltou a revolver-se na lama”. (2Pe 2:20-22)      
Ao contrário da primeira-dama, a “Verdade” do cristão vem d’o Verbo que se fez carne***, e Ele teve seu posicionamento na questão política x religião: “A Cesar o que é de Cesar e a Deus o que é de Deus”. Ele, mais que ninguém, sabia que “o poder apaga o pudor”.

*Entidade pagã que representa as riquezas.
**Pedro, apóstolo de Cristo.
***Jesus Cristo, segundo o apóstolo João.
Fontes: A Bíblia Sagrada e o bom senso.  

Marcadores: , ,

Como se constituem as comissões de emancipação?


Por Adilson Maués / Da série 'Emancipação de Municípios no Brasil' , 3ª parte - As chamadas Comissões de Emancipação se constituem na peça fundamental do processo de emancipação de um Município. Isto porque é através dela que são geradas todas as providências necessárias e também todos os atos políticos que compõem o universo de atitudes que se desenrolarão no futuro movimento de emancipação de um novo município.

Muitas são as razões e motivos que levam uma comunidade a se organizar, tanto no aspecto político, como na formação socioeconômica, e isto fatalmente irá desaguar num sentimento de autodeterminação que aos poucos acabará por justificar um movimento emancipacionista para a formação de um determinado novo Município.

Em municípios onde a luta política tem características de confronto entre seus mandatários, originados em todas as partes do Município, elas se formarão com a liderança de deputados, contando com o apoio de forças econômicas das comunidades interessadas no novo movimento. Em muitos casos a razão do surgimento do sentimento emancipacionista se dá pelo abandono que os distritos são submetidos pelos governos preponderantemente centralizadores, levando os munícipes desse distrito ao descrédito e a revolta, e isto fatalmente ao movimento separatista. Nesse caso a Comissão de Emancipação será formada
por cidadãos residentes nestas localidades ,que se organizam em forma de Conselhos que vão congregar indivíduos dos diversos seguimentos da população local.

As comissões, então formadas e devidamente credenciadas nas Assembleias Legislativas Estaduais, tomarão à si todas as responsabilidades de conduzir e lutar pela emancipação ,que se constitui em um processo difícil e que exige dedicação e perseverança de seus membros ,até a conquista do objetivo final.

CREDENCIAMENTO JUNTO À ALERJ (No caso do Estado do Rio de Janeiro)

Uma vez constituída e registrada nos órgãos competentes, A comissão com personalidade
Jurídica, se cadastrará na Comissão de Assuntos Municipais e Desenvolvimento Regional, atendendo  as exigências documentais e qualificação de seus componentes.

Através do site : << www.alerj.rj.gov/leideacesso/faq.asp

Todos os demais atos a partir daí, serão desenvolvidos pela Comissão, junto aos poderes do Estado.
No entanto todos estes procedimentos só poderão ser executados após a promulgação da lei complementar ora em tramitação no Congresso Nacional.

Confira, a seguir, o vídeo com a entrevista do deputado José Augusto Maia sobre as Comissões de Emancipação:

Marcadores:

26 de fevereiro de 2013

Hospital de Maricá está sem remédios e funcionários não recebem há dois meses

Sem médicos e sem medicamentos, o hospital Conde Modesto Leal continua navegando em pleno caos. Ainda por cima, para piorar a situação, os funcionários, enfermeiros, assistentes sociais, técnicos e demais contratados, tanto no Conde Modesto quanto na UPA de Inoã, estão sem receber seus salários há dois meses. Segundo informações, a desculpa é a falta de dinheiro em caixa.

Dra. Janete Valadão
Secretária de Saúde (foto: IS)
Desavenças

Outrossim, a recém empossada secretária de Saúde, Dra. Janete Valadão, que, diga-se de passagem, sempre militou em prol de melhorias para os problemas dessa área no município, está praticamente de mãos atadas. Sem autonomia para tocar sua administração, esbarrou nos mandos e desmandos do vereador Chiquinho, agraciado pelo próprio prefeito Quaquá, como parte de um acordo entre os membros do legislativo e o executivo, um pouco antes de suas posses, para administrar o hospital e a Upa, os quais acabaram se tornando dois grandes cabides de emprego.

Vereador Chiquinho
Foto: Divulgação
Contraste

Em suma, a administração pública do governo PT em Maricá continua um verdadeiro caos. Enquanto o povo sofre com os descasos no hospital, o Prefeito Quaquá vai à Câmara declarar um acordo milionário com a escola de samba Acadêmicos do Grande Rio para enredar a história de Maricá no próximo desfile de carnaval, ano que vem.


Marcadores: , , , , , , , , , ,

Suposta quadrilha de assaltos à residências em Itaipuaçu é desarticulada pela PM

Em um trabalho de investigação que durou dias, Policiais do Patrulhamento Tático Móvel (PATAMO) da 4ª Cia (Maricá) lotados no 12º BPM (Niterói) prenderam uma suposta quadrilha que furtava casas no loteamento Jardim Atlântico, em Itaipuaçu. Chefe da quadrilha seria um funcionário de um comissário de plataforma da Petrobras., morador da localidade. Três pessoas foram presas e vão responder por furto.
Segundo a PM, uma casa foi furtada e teve eletrodomésticos e móveis levados pelos asssaltantes na última quinta-feira (21) e começou então um trabalho de investigação. A casa furtada era de um aspirante da PM Ten. Leandro Coutinho, de 25 anos, do 34º Batalhão (Magé), que iria se casar e estava mobiliando e equipando a casa. Quando a visitou no sábado (23) e que entrou em contato com o comandante da 4ª Cia, Major Baptista para informar o ocorrido.
Policiais do PATAMO na tarde desta segunda-feira (25) abordaram Leonardo de Almeida Pinheiro, 28 anos na Rua 75 no Jardim Atlântico. O homem teria assumido o crime aos policiais e em seguida entregou o seu comparsa, Mateus de Souza Freire, 18 anos.
A dupla levou os policiais até a casa do comissário de plataforma da Petrobras., identificado como Raimundo Milton de Souza Brandão Filho, de 48 anos que seria o suposto chefe da quadrilha, onde foram encontrados todos os materiais furtados da casa do Militar. Em uma conversa informal, Raimundo teria dito aos policias que a dupla trabalhava com o serviço de pedreiro em sua casa.
O material encontrado foi recuperado. Foram encontrados fogão, exaustor, geladeira, máquina de lavar roupa e bancos de bar, além de portas e janelas. Alguns dos eletrodomésticos e móveis ainda estavam encaixotados e revestidos com espumas de proteção.
Os três homens que supostamente seriam integrantes da quadrilha foram encaminhados para a delegacia de Maricá (82ªDP) e autuados por furto (Artigo 155 do Código Penal).

Fonte: Lei Seca Maricá (Reportagem: Mauro Luis / Edição e Foto: Romário Barros)


Marcadores: , , , ,

25 de fevereiro de 2013

Justiça anula a lei que alterou o Plano Diretor para construir Porto em Maricá


O Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro decidiu, por unanimidade, no início da tarde desta segunda-feira (25), anular a Lei Municipal aprovada pelos 11 vereadores do município de Maricá (região metropolitana do Rio de Janeiro), que mudou o Plano Diretor da cidade no ano passado, transformando o distrito de Jaconé em área industrial, onde até então era somente área residencial e de comércio de pequeno porte.

O objetivo da mudança, ao que parece, foi para favorecer os interesses de alguns investidores privados, dentre eles, possivelmente, o mega empresário Eike Batista e o ex-ministro do governo Lula, José Dirceu. 

Com a decisão do Órgão Especial do TJ/RJ, volta a valer o antigo Plano Diretor, caindo por terra o empreendimento denominado 'Terminais Ponta Negra' (TPN), conhecido como Porto do Pré-Sal, que seria construído na Praia de Jaconé pela empresa DTA Engenharia, cujo investimento inicial fora avaliado em cerca de R$ 5,4 bilhões.

A ação de inconstitucionalidade foi distribuída há oito meses pelo diretório do PMDB de Maricá. Segundo o patrono da ação, o advogado Manoel Ramos Moura, a Câmara Municipal de Maricá violou a Constituição Federal, a Constituição do Estado do Rio de Janeiro e a própria Lei Orgânica, ao mudar, a toque de caixa, o Plano Diretor, sem realização de audiências públicas.

Escola de Samba

Segundo informações apuradas cuidadosamente pela nossa redação, o Dr. Moura já foi convidado para propor uma Ação Popular contra a ideia do Prefeito Quaquá em gastar R$ 5 milhões para patrocinar a Escola de Samba Grande Rio, com o enredo sobre a cidade de Maricá. O advogado já estuda a possibilidade jurídica da ação e tão logo o Prefeito oficialize o patrocínio vai tomar as medidas judiciais cabíveis.

Marcadores: , , , , , , , , , , , ,

Os perigos causados pelo cemitério de Maricá e seus impactos ambientais

Após a reportagem da Band publicada na última sexta-feira sobre o estado de abandono do cemitério de Maricá (veja a reportagem aqui), trazemos aos nossos leitores um artigo, enviado à nossa redação por Carla Eupídia dos Santos, membro do Conselho Municipal de Saúde de Maricá e atual presidente do Conselho Comunitário de Segurança, abordando o perigo que tal situação pode causar ao meio ambiente e à saúde da população. Confira, a seguir:

Quase todos os cemitérios públicos podem apresentar problemas hidrogeo-ambientais, ou seja, contaminação das águas subterrâneas (lençóis freáticos) pelo necro-chorume, líquido eliminado pelos corpos no primeiro ano do sepultamento.O sinal de alerta tem sido dado pelo geólogo paulista Leziro Marques Silva, que pesquisa o assunto desde 1970. 

Para sua pesquisa o professor percorreu 600 cemitérios municipais e particulares em todo o Brasil, encontrando um quadro no mínimo preocupante: “Em cerca de 75% dos cemitérios públicos há problemas de contaminação e, nos particulares, o índice é de 25%”, afirma, complementando que não registrou qualquer preocupação das autoridades com essa questão.

Segundo o pesquisador, o cadáver de um adulto, pesando em média 70 quilos, produz cerca de 30 litros de necro-chorume em seu processo de decomposição. Esse líquido é composto por 60% de água, 30% de sais minerais e 10% de substâncias orgânicas, entre as quais algumas bastante tóxicas, como a putrescina e a cadaverina: um meio ideias para a proliferação de substâncias responsáveis pela transmissão de doenças infecto-contagiosas, entre elas a hepatite e a poliomielite.

Em razão dessas características peculiares, esses micro-organismos podem proliferar num raio superior a 400 metros do cemitério. Leziro Silva explica que o necro-chorume é facilmente absorvido pela água e, por isso, a contaminação é problemática, principalmente, nos locais onde o abastecimento se dá por poços ou cisternas: “Além da contaminação, a má localização dos cemitérios é outro fator de dificuldade, pois o estado inalterado de alguns corpos – a exemplo da ocorrência de fenômenos como a saponificação (o corpo não se decompõe), nos locais onde o terreno é úmido, e a mumificação, em locais de solo arenoso – obrigam à expansão da área o que ganha contorno dramático nas grandes cidades."

O Processo de Decomposição

Verificado o óbito, o cadáver, após sepultado, passa por processos de transformação que podem ser destrutivos ou conservativos. Enrtre os processos destrutivos, o mais importante é a putrefação.
O processo de putrefação engloba quatro fases:
Fase da Coloração (ou cromática), Fase gasosa, Fase coliquativa (ou Humorosa) e Fase de esqueletização.

As mais importantes para a contaminação das águas são as fases gasosa e humorosa. A fase de coloração, em geral inicia-se entre 18 e 24 horas após o óbito, com a manifestação das bactérias intestinais (enterobactérias), do tipo saprófitas, em meio anaeróbico. Apresenta-se por meio de uma mancha esverdeada na pele da fossa ilíaca direita (mancha verde abdominal) cuja cor é devida a presença de sulfo-meta-hemoglobina, resultado da reação do gás sulfídrico com a hemoglobina. A duração desta fase é de 7 a 12 dias, dependendo das condições climáticas.

Na fase gasosa, que se incia sete a doze dias após o sepultamento pode se estender por até seis a oito meses, os gases originados na cavidade abdominal começam a se difundir por todo o corpo, originando a formação de bolhas inicialmente na pele e depois avolumando o corpo, que fica com aspecto de gigantismo. A forte pressão dos gases provoca o arrebentamento do corpo, ocorrendo posteriormente a produção do líquido humoroso, também conhecido por necro-chorume, que é facilmente detectável pelo odor intenso, nauseoso e insuportável.

A terceira fase, a humorosa, inicia-se logo após a fase gasosa e pode se estender até dois ou três anos É caracterizada pelo amolecimento e desintegração dos tecidos, que dá formação de um líquido denso e escuro, o necro-chorume. As partes moles tem seu volume reduzido devido a desintegração dos tecidos. Os gases se exalam, ficando o corpo reduzido a uma massa de odor fétido, que perde pouco a pouco a sua forma. Nesse período além dos micro-organismos putrefativos, há grande participação de larvas de insetos, que concorrem para a destruição do cadáver.

Na ultima fase do processo de putrefação, a fase de esqueletização, após dois anos emeio a três anos de sepultamento, o esqueleto é desmontado, reduzindo a massa cadavérica a 18 ou 20 quilos.
Os cabelos e os ossos resistem por muitos anos. Os ossos,contudo, devido a perda de osseína, tornam-se gradativamente friáveis, frágeis, quebradiços e mais leves. Esse período pode perdurar por vários anos, dependendo das condições do meio.

O Necro-chorume

O Necro-chorume é um líquido liberado intermitentemente pelos cadáveres em putrefação, em quantidades equivalentes a 0,6 l/kg (30 a 40 litros se o cadáver possui 70 quilos). Esse líquido, mais viscoso que a água, mas nela bastante solúvel, tem cor acinzentada e acastanhada, cheiro acre e fétido densidade média de 1,23 g/cm3 e ph variando de 5 a 9 em temperatura de 23 a 28 C. Ele é constituído por 60% de água, 30% de sais minerais, e 10% de substancias orgânicas degradáveis, e entre as quais duas diaminas muito tóxicas: a putrescina (1,4 Butano diamina) e a cadaverina (1,5 Pentano diamina), para as quais ainda não se dispõem de antídotos eficientes.

O Necro-chorume apresenta toxidade elevada em decorrência da presença não só dos venenos orgânicos complexos, mas também de agentes patogênicos (bactérias e vírus). Entretanto, a influencia do necro-chorume sobre a água depende, especialmente, se o tipo de solo e de terreno permitem o seu acúmulo.

O necro-chorume pode contaminar o solo e a água. Os Patógenos, em sua grande maioria, tem aversão natural ao oxigênio presente na zona insaturado do solo, porém a água subterrânea presente na zona saturada é pobre em oxigênio dissolvido, o que favorece a sobrevivência dos mesmos. Os micro-organismos provenientes da decomposição podem, consequentemente, contaminar o lençol freático e mesmo os aquíferos confinados. O tempo de sobrevivência das bactérias e vírus varia muito, em geral, é de dois a três meses, mas pode atingir cinco anos em condições ideais.

Normalmente, a ingestão, a inalação ou qualquer contato direto com as substancias tóxicas ou patógenas do necro-chorume atingem os seres humanos principalmente do trato digestivo, do fígado, dos pulmões ou da epiderme. As bactérias do gênero Clostridium, tipo esporuladas anaeróbicas, por exemplo, não oferecem riscos ao serem ingeridas, entretanto são capazes de provocar doenças quando penetram no organismo através da pele.

As principais doenças, veiculação hídrica, são: gastroenterite, amebíase, diarreia e febre, leptospirose, febre tifoide, febre intestinal, cólera, infecções respiratórias, meningite, doenças respiratórias, erupções cutâneas, hepatite e outras. O necro-chorume pode causar essas e outras enfermidades, algumas que podem levar a morte, bem como provocar epidemias.

Apesar de muitos organismos serem suscetíveis a transmissão de doenças pela água, os indicadores de contaminação usualmente utilizados são os coliformes, principalmente do grupo dos coliformes fecais ou termotolerantes, e os estreptococos. Os coliformes fecais possuem um tempo muito curto de sobrevivència, tanto no solo como nas águas subterrâneas. Os estreptococos fecais podem sobreviver por mais tempo em águas subterrâneas, mantidas naturalmente a temperaturas baixas.

A geração do necro-chorume se dá principalmente no período humoroso, e, ainda, gasosa do fenômeno putrefativo. Essas são as fases, portanto, que oferecem mais risco de contaminação.

Impactos dos Cemitérios

Os cemitérios provocam impactos amgientais, psicológicos, urbanísticos e sócio-ambientais. O impacto ambiental dos cemitérios refere-se, em geral, a contaminação dos solos e, especialmente, da água, pelo necro-chorume.

Não obstante, existem outras questões ambientasi relevantes, como a disposição dos resíduos sólidos advindos das visitas pelos amigos e familiares aos cemitérios, a poluição muitas vezes visual causada pela negligencia aos túmulos e também pelos resíduos de construção muitas vezes abandonados nas proximidades da sepultura. Ainda, inclui-se como problema ambiental, o manejo inadequado das espécies zoológicas constantemente presentes em cemitérios, como as formigas e, em vários lugares, os tatus, que violam túmulos para se alimentarem de restos mortais humanos. Esses animais podem, consequentemente, servir como vetores de doenças, uma vez que ha o contato direto entre eles, os cadáveres e a população vizinha.

Autor: Leziro Marques da Silva | Fonte: http://br.share.geocities.com/cemite/impactos.htm
Trechos da Dissertaçao de Walmor Gonçalves Nascimento: "Investigação geofísica ambiental e forence nos cemitérios do Bengui e do Tapanã (Belém - PA)"

Marcadores: , , , , ,

Com empates e vitórias, quatro grandes se classificam para as semifinais da Taça GB.

Lucas marcou um e
deu assistência para o outro.

Botafogo 2 x 2 Boavista

O Fogão precisava vencer para ser o 1º colocado do grupo A, mas a defesa falhou e o time saiu apenas com o empate diante do Boavista.

Com o contestado Rafael Marques de titular, o Botafogo começou mal o jogo e após cobrança de escanteio do Boavista, a zaga deixou Gilcimar livre para testar e abrir o placar. Detalhe: o jogador do time de Saquarema estava dentro da pequena área e sequer precisou pular para fazer o cabeceio. Dois minutos depois, Tony apareceu pela direita e cruzou rasteiro para Gilcimar, mais uma vez livre, empurrar para o gol.

Após mais uma chegada perigosa do Boavista, o Alvinegro de General Severiano decidiu acordar. Aos 30, Lucas acertou belo chute de fora da área e diminuiu. Quatro minutos depois, Rafael Marques ajeitou para Lucas, que foi ao fundo e cruzou rasteiro para Lodeiro bater forte e estufar as redes. Antes do intervalo, Jefferson ainda salvou o Botafogo em uma oportunidade.

No segundo tempo, o Boavista teve uma boa chance em cabeçada de Douglas Pedroso, que acertou o travessão. Pelo Botafogo, Bruno Mendes, que entrou no lugar de Rafael Marques, teve duas ótimas oportunidades de marcar no fim, mas desperdiçou ambas, para desespero da torcida, que teve ver Rafael Marques ocupando a vaga de titular no ataque contra o Flamengo nas semifinais da Taça Guanabara.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 2 X 2 BOAVISTA
Estádio: Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 23/02/2013 - 16h (de Brasília)
Árbitro: Luiz Antônio Silva dos Santos
Auxiliares: Luiz Claudio Regazone e Marcos Sivolella do Nascimento
Público/Renda: 3.216/R$ 83.580
Cartões amarelos: Jorge Felipe, Leandro Chaves, Vinícius (BOA), Gabriel, Vitinho (BOT)
Gols: Gilcimar 11'/1ºT (0-1), Gilcimar 13'/1ºT (0-2); Lucas, 30'/1ºT(1-2), Lodeiro, 34'/1ºT (2-2)
BOTAFOGO: Jefferson, Lucas, Bolívar, Antônio Carlos (Dória, 16'/1ºT) e Márcio Azevedo; Gabriel, Fellype Gabriel (Vitinho, 33'/2ºT), Lodeiro, Seedorf e Andrezinho; Rafael Marques (Bruno Mendes, 26'/2ºT). Técnico: Oswaldo de Oliveira.
BOAVISTA: Vinicius, Leonardo, Gustavo, Jorge Felipe e Carlos Alberto (Julio Cesar, 23'/2ºT); Douglas Pedroso (Túlio Souza, 43'/2ºT), Thiaguinho, Tony e Leandro Chaves (Max, 37'/2ºT); Erick Flores e Gilcimar. Técnico: Lucho Nizzo.


Samuel foi o destaque.
Fluminense 2 x 2 Madureira

Em Moça Bonita, o Fluminense empatou com o Madureira e se beneficiou do empate do Boavista com o Botafogo para conquistar a classificação para as semifinais da Taça GB.

Com um time quase inteiro reserva, o Flu começou pressionando, e aos 14 minutos, Ricardo Berna repôs bola em velocidade para Rhayner, que ganhou da zaga na velocidade e cruzou rasteiro para Samuel, totalmente à vontade, empurrar para o gol. Após o gol, como de costume, o Tricolor das Laranjeiras relaxou e passou a ser pressionado pelo Madureira. Aos 43, Digão puxou Derley na área. Pênalti, que Rodrigo cobrou para empatar o jogo. Em seguida, Thiago Neves foi derrubado pelo goleiro Márcio dentro da área. Na cobrança da penalidade, o mesmo Thiago Neves cobrou no canto direito do goleiro, que fez a defesa.

Na volta do intervalo, o Flu passou a pressionar o Madureira, mas somente aos 22 minutos, a pressão deu resultado. Monzón cruzou da esquerda, Thiago Neves desviou de cabeça e Samuel tocou na saída do goleiro para colocar o Tricolor em vantagem. Aos 38, após cobrança de escanteio, Rodrigo testou n meio da zaga do Fluminense e empatou o jogo. Foi só.

O Fluzão terá o Vasco pela frente nas semifinais da Taça GB.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 2 X 2 MADUREIRA

Local: Moça Bonita, Rio de Janeiro (RJ)
Data-Hora: 24/02/2013 - 16h (de Brasília)
Árbitro: Péricles Bassols (RJ)
Auxiliares: Luiz Antônio Muniz de Oliveira e Michael Correia
Renda e público: R$21.140,00 / 1.426 pagantes / 2.073 presentes
Cartões amarelos: Márcio e Gabriel (MAD);  Wágner e Monzón (FLU)
Cartões  vermelhos: nenhum
Gols: Samuel 14'/1ºT (0-1) e Rodrigo 43'/1ºT (1-1), Samuel 22'/2ºT (2-1) e Rodrigo 38'/2ºT (2-2)

FLUMINENSE: Ricardo Berna; Wellington Silva, Gum, Digão e Monzón; Diguinho, Edinho, Wágner (Felipe 19' 2ºT) e Thiago Neves (Marcos Júnior 37' 2º T); Rhayner e Samuel  - Técnico: Abel Braga.

MADUREIRA: Márcio; Diego Renan, Leozão, Zé Carlos e Gabriel (Carlinhos 26' 2ºT); Gilson, Renan, Ramon e Rodrigo; Jairo (Obina 28' 2ºT) e Derley - Técnico: Alexandre Gama


Renato voltou com tudo e
marcou dois gols.
Olaria 0 x 2 Flamengo

Em Volta Redonda, o Flamengo contou com boa atuação de Renato, autor dos dois gols, para vencer o Olaria.

O time rubro-negro começou melhor e aos 21, Carlos Eduardo cobrou falta pelo alto, Renato desviou de cabeça e abriu o placar. Três minutos depois, Renato cobrou falta de longe e acertou o ângulo do goleiro Rafael Moreno e ampliou o marcador. O experiente meia flamenguista jogou com a camisa 11, que vinha sendo do garoto Rafinha, que por sua vez, jogou com a 8.

Após os gols, o Flamengo relaxou e o Olaria passou a ter os melhores momentos. No segundo tempo, o panorama se repetiu. Daur, chegou a acertar o travessão de Felipe, mas o placar ficou mesmo no 2 a 0. Gabriel entrou no segundo tempo, fazendo sua estreia, mas foi discreto.

O Mengão encara o Botafogo nas semi da Taça GB.

FICHA TÉCNICA
OLARIA 0 X 2 FLAMENGO
Estádio: Raulino de Oliveira, Volta Redonda (RJ)
Data/hora: 23/02/2013 - 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Philip Georg Bennet (RJ)
Auxiliares: Wagner de Almeida Santos (RJ) e Jackson Lourenço Massarra dos Santos (RJ)
Renda e público: R$ 60.840,00 / 4.712 pagantes
Cartões Amarelos: Rafael, Leandrão, Waldir, Assis (OLA), Alex Silva, Cáceres, Renato (FLA)
Cartões vermelhos: nenhum
GOLS: Renato, 21'/1ºT (0-1); Renato, 24'/1ºT (0-2)
OLARIA: Rafael Moreno, Lucas, Rafael, Cleberson, Calisto e Assis, Lenine (Emilio - 27'/2ºT), Vitor e Léo Rocha (Leandrão - Intervalo); Leozinho (Daur - 21'/2ºT) e Waldir. Técnico: Luiz Antônio
FLAMENGO: Felipe, Léo Moura, Wallace, González (Alex Silva - Intervalo) e João Paulo; Cáceres, Ibson e Renato; Carlos Eduardo (Gabriel - 16'/2ºT), Rafinha e Hernane (Igor Sartori - 27'/2ºT). Técnico: Dorival Junior


Bernardo fez dois e garantiu
a vitória vascaína.
Duque de Caxias 1 x 2 Vasco

Com o melhor público da rodada entre os grandes, o Vasco venceu de virada o Duque de Caxias fora de casa por 2 a 1. Bernardo foi o destaque.

Jogando mal, o Vasco não conseguiu criar nada no início da partida. O Duque se aproveitou e abriu o placar aos 18. Charles Chad recebeu cruzamento rasteiro da esquerda, se antecipou à zaga e ao goleiro Alessandro, para tocar sutilmente na bola e abrir o placar. O Vasco seguia sem criatividade e a melhor chance foi em falta cobrada por Bernardo.

Na segunda etapa, o time da Colina foi ainda mais pra cima dos donos da casa. Aos 18, Bernardo acertou a trave em cobrança de falta. Cinco minutos depois, Charles Chada recebeu cruzamento rasteiro, mas chutou para fora e desperdiçou grande chance de ampliar. O jogo esquentou. Aos 24, Dakson acertou a trave em chute rasteiro.

Aos 28, Carlos Alberto passou por dois e chutou para boa defesa do goleiro Fernando. Na sequencia da jogada, Dakson bateu forte, a bola desviou na cabeça de Bernardo e entrou. Seis minutos depois, Carlos Alberto recebeu cruzamento pelo alto e testou no travessão. Com o goleiro caído, Bernardo aproveitou o rebote e virou o jogo. Nos minutos finais, o Vasco tocou a bola e esperou o apito final.

Na semifinal da Taça GB, o Gigante da Colina terá pela frente o Fluminense.

FICHA TÉCNICA
DUQUE DE CAXIAS 1 X 2 VASCO
Estádio: Moarcizão(RJ)
Data/hora: 24/02/2013 - 16h (de Brasília)
Árbitro: André Rodrigo Rocha
Auxiliares: Diogo Carvalho Silva e André Roberto Smith Silveira
Renda e público:R$ 74.250/5.585 presentes
Cartões Amarelos: Nei, Bernardo (Vasco) Iago e Renan Silva e Paulão (Duque de Caxias)
Cartões vermelhos: nenhum
GOLS: Charles Chad (18'/1ºT); Bernardo (28'/2ºT) e Bernardo (33'/2ºT)
DUQUE DE CAXIAS: Fernando; Silva, Iago, Paulão, Lucas, Antônio Carlos, Renan Silva, Digão, Charles Chad (Rafinaha 35 2ºT), Augusto e André Gomes. Técnico: Mário Junior.
VASCO: Alessandro; Nei (Elsinho 30 2ºT ), Déde, Renato Silva e Dieyson (Dakson 18 2ºT); Abuda, Wendel, Pedro Ken (Fellipe Bastos 37 2ºT), Carlos Alberto; Bernardo e Eder Luiz. Técnico: Gaúcho.


Marcadores:

24 de fevereiro de 2013

Cemitério de Maricá está abandonado e administrador é preso

Na última hora desta sexta-feira (22) a TV Band divulgou imagens de uma reportagem em que mostra um horrendo cenário de abandono no interior do cemitério municipal de Maricá, região metropolitana do Rio de Janeiro, onde dezenas de sepulturas estão quebradas, ossadas jogadas em sacos plásticos, lixo acumulado e poças de esgoto a céu aberto.

O administrador Valmir Marins sendo
levado pelo delegado, preso.
Após a denúncia dessas imagens, policiais da delegacia de Proteção ao Meio Ambiente fizeram uma operação e, após constatarem as irregularidades, prenderam o administrador do cemitério por crime ambiental, porém o mesmo foi solto depois de pagar fiança.

Caixões abandonados junto com
o lixo acumulado
Durante a operação, os policiais pediram para que os funcionários abrissem as cisternas e lá encontraram muitos ossos armazenados. Num outro ponto, os agentes encontraram caixões quebrados e uma grande quantidade de lixo acumulado junto com um esgoto a céu aberto. Apesar da destruição, o cemitério estava funcionando normalmente.

Caixões espalhados ao lado de
um esgoto a céu aberto
Segundo a reportagem, a prefeitura de Maricá admitiu que não possui licença ambiental.

O delegado prometeu intimar os representantes da administração municipal a prestar esclarecimentos.

Confira no vídeo abaixo a íntegra da reportagem:




Marcadores: , , , , , , , , , ,

Machida vence Hendo em luta apertada e Ronda Rousey finaliza na primeira luta feminina do UFC

Machida foi melhor e venceu.

No Co-main event da noite, o brasileiro Lyoto Machida derrotou o americano Dan Henderson em luta bem morna. O primeiro round foi de muito estudo e poucas ações. Dan levava pequena vantagem em pé, até que foi derrubado pelo brasileiro nos segundos finais. No segundo, o Dragão atacou mais e não deixou que Hendo dominasse tanto o centro do octógono, vencendo mais um assalto. No terceiro e último round, o americano conseguiu quedar o brasileiro e ficou a maior parte do tempo batendo por cima. No minuto final, Lyoto conseguiu levantar e acertar melhores golpes, mas não foi suficiente para ganhar o assalto. No fim, decisão dividida a favor do carateca da família Machida, que segundo Dana White, lutará pelo cinturão dos meio-pesados em sua próxima batalha.

O momento em que Rousey pega
o braço de Carmouche.
No evento principal aconteceu a primeira luta feminina da história do UFC. A estrela e responsável pela chegada das mulheres ao evento, a americana Ronda Rousey, finalizou a compatriota Liz Carmouche no primeiro round. A luta foi bem movimentada, com Carmouche chegando bem perto de encaixar um mata-leão na ex-judoca olímpica, mas faltando cerca de 10 segundos para acabar o round, Rousey, em sua especialidade, pegou o braço de Carmouche e a fez dar os três tapinhas em forma de desistência. Bela estreia das mulheres.

A incrível finalização de Robertson.
Ainda no card principal, boas lutas agitaram a noite. Pelo peso-galo, Urijah Faber finalizou Ivan Menjivar no primeiro round, levando a torcida da Califórnia, sua terra natal, ao delírio. Outro destaque foi o nocaute de Robbie Lawler sobre Josh Koscheck, também no primeiro round. No card preliminar, destaque para a finalização de Kenny Robertson sobre Brock Jardine. Uma bela chave de joelho, nunca antes vista no UFC. Outro brasileiro presente no evento, Yuri Villefort foi derrotado na decisão unânime por Nah-Shon Burrell e estreou com derrota na maior organização de MMA do mundo.

Marcadores:

23 de fevereiro de 2013

Promotoria de Niterói ganha liminar que garante coleta de lixo em Maricá


A Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva de Defesa do Meio Ambiente de Niterói ganou antecipação de tutela para garantir a normalização da coleta de lixo em Maricá.

A decisão é da 2ª Vara Cível da Comarca de Maricá, que determina que o município e a empresa Thalis Transportes e Serviços Ltda., contratada para executar os serviços, regularizem a coleta de lixo na cidade no prazo de 30 dias, a partir da intimação dos envolvidos, sob pena de multa de R$ 500 mil.

O pedido de tutela antecipada foi reforçado porque a coleta de lixo regular no município não ocorre há quase três anos.

A ação destaca que os moradores de Maricá "ficaram e estão sendo expostos desde maio de 2010, vivendo em meio ao lixo, não apenas à poluição visual e paisagística, mas também à constante presença dos maus odores e proliferação de vetores (ratos, baratas e outros insetos)".

Fonte: O Dia

Marcadores: ,

22 de fevereiro de 2013

TCE encontra irregularidades em contrato da Prefeitura de Maricá


O prefeito de Maricá, Washington Quaquá (PT), foi multado em R$ 7.219,80 pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE). O moço contratou sem licitação, por R$ 3 milhões, a Multiprof - Cooperativa Multiprofissional de Serviços, em 2011. A empresa executou serviços dos programas da Secretaria de Saúde.

Quaquá justificou a ausência de licitação devido à urgência na prestação dos serviços, realizados por 180 dias. Mas, segundo o TCE, o prefeito não conseguiu provar o caráter emergencial. Além disso, os programas deveriam ser executados pela equipe da própria secretaria.

Fonte: Extra


Marcadores: , , , , ,

Morre o ex-prefeito de Maricá, Luciano Rangel


Por Walter Monteiro - Morreu na manhã desta sexta-feira (22), o ex-prefeito de Maricá, Luciano Rangel. O ex-prefeito lutava contra um câncer.
História
Luciano Rangel foi um dos grandes políticos de Maricá, descendente de família tradicional da cidade, nasceu no dia 27 de fevereiro de 1939, filho de Arthurzinho de Abreu Rangel e de Joana Benedicta Rangel, sendo o segundo entre os irmãos Luciene Rangel Cesário da Silva e Luciésio Rangel.
Ainda em tenra infância já se mostrava estudioso aprendendo as primeiras letras em casa com os pais, fez o primário no Colégio Elisiário Matta, o ginásio no Colégio Maricá. Em Niterói cursou o secundário no Colégio Plinio Leite e a seguir, ingressou na Universidade Fluminense, bacharelando-se em direito.
Depois de formado, trabalhou na prefeitura como Secretário e casou-se com a senhora Sueli Peçanha Rangel. Desse enlace nasceram os filhos Érica Peçanha Rangel, Luciano Rangel Junior, Arthurzindo de Abreu Rangel Neto e mais tarde, adotaram um bebê e lhe deram o nome de Angelina Peçanha Rangel.
Ingressou na política na década de sessenta e aos 21 anos já era presidente da Câmara dos Vereadores, no governo de José Carlos Varella, quando estourou o Golpe Militar de 1964,. Além disso, teve participação ativa na sociedade como membro da Liga Maricaense de Desportos, Secretário do Esporte Clube Maricá, Presidente do Núcleo Municipal do CENEC (Companhia Nacional das Escolas da Comunidade), titular do Cartório de Registro Civil, Comissário de Menores e Prefeito da cidade por dois mandatos: 1978 a 1982 e 1996 a 2000.
Em seu histórico político, Luciano Rangel foi responsável por várias obras de grande importância para o município: construiu o prédio da prefeitura de Maricá, recapeou a estrada de Ponta Negra e a ponte sobre o canal, construiu o Fórum antigo da Cidade - hoje Câmara dos Vereadores - construiu a Agencia do Banerj, atual Itaú, a subestação de energia elétrica no Caxito, instalação da Telerj em prédio próprio; os prédios das Regiões Administrativas dos 2 o e 3o Distritos, descentralizando os serviços públicos da cidade. Ampliou a Escola Vereador João da Silva na Barra de Maricá, com nove novas salas de aula; construiu a Escola de Cordeirinho, batizando-a com o nome de Brasilina Coutinho; a Escola Rodrigo Monteiro, na Serra do Cambori; escola de Pedregulho; ampliou a escola do Recanto de Itaipuaçu, fez o Jardim de Infância “Janelinha do Saber”, em Taquaral; ampliou e modernizou o Hospital Conde Modesto Leal, com três enfermarias, um consultório, sala de emergência e mais doze leitos; ampliou o aeródromo em convênio com o DAC, colocando hangar, sanitários, secretaria, sala de aulas no aeroclube; colocou iluminação a vapor em várias ruas de Ponta Negra, Guaratiba, Praça Sidney Corrêa, Praça Milton Santos, Praça Augusto Byron, Praia de Jaconé, Praça da Bandeira, Praça Mario Byron, Praça de Esporte e Lazer Euclides Paulo da Silva, no Vilar de Maricá, reurbanização da Praça do Calaboca e abertura de ruas, estradas e infinidade de outras obras.
No inicio de 2012 o ex-prefeito se recolheu para tratar de um problema de saúde muito sério e nos últimos meses infelizmente sua doença agravou-se e veio a falecer nesta manhã de 22 de fevereiro de 2013 vésperas do seu aniversario onde completaria 74 anos de idade.

Marcadores: , , ,

Comunicado a todos (Iluminação Pública)

Há 20 dias, queimou a lâmpada de um poste na rua 34 em Itaipuaçu. Imediatamente, comuniquei o fato por varias vezes ao vereador Adelso Pereira,  já que na gestão anterior, quando era subsecretário de Energia e Iluminação Pública, ele sempre se mostrou solícito e prestativo.

Acontece que hoje, a secretária de Energia e Iluminação Pública é a sua esposa e, até agora, nenhuma providencia foi tomada.

Não seria um fato emergencial se essa lâmpada não ficasse sobre um quebra molas não pintado e sinalizado, fazendo com que somente seja notado após o seu impacto. 

Desde que tal lâmpada queimou já houve 3 acidentes nesse local durante a noite.

Notifico que, se houver algum acidente grave ou fatal nesse local, eu,  Gomes, entrarei pessoalmente com uma queixa crime e processo contra todos os envolvidos diretamente nesta incompetência administrativa.

Este é um comunicado a todos os envolvidos e à comunidade em geral.

José Antonio Costa Gomes ou Gomes da Moto Gomes

Marcadores: ,

Terminal rodoviário de Itaipuaçu fica sem luz


Por volta das 19 horas desta quinta-feira (21) as luzes do terminal rodoviário de Itaipuaçu, na rua 1, se apagaram repentinamente. Naquele momento, na sala de um telecentro da prefeitura, que funciona no local, alguns alunos assistiam a uma aula de informática. Atônitos, ao perceberem o apagão, todos pensaram tratar-se de um caso normal de falta de energia na localidade. Porém, ao saírem da sala, viram que no entorno da rodoviária as lâmpadas nos postes estavam acesas; apenas o terminal e as dependências administrativas da guarda municipal e da secretaria de transportes encontravam-se às escuras.
Sala do telecentro às escuras

Nossa equipe de reportagem, que havia recebido tal denúncia através de uma mensagem de um leitor via SMS por volta das 19h15, chegou rapidamente no local e constatou que, no interior do terminal rodoviário, que é administrado pela prefeitura, toda a iluminação estava apagada e não havia sequer um funcionário que pudesse dar explicações ou fornecer informações sobre o fato.

Escritório da Secretaria de
Transportes, fechada e às escuras
Segundo informações de alguns motoristas da empresa Viação Nossa Senhora do Amparo, os setores administrativos da prefeitura no terminal funcionam somente até às 17h, e a partir de então, um guarda municipal passa a fazer a ronda no local.

No setor operacional da Amparo
havia luz
Ainda de acordo com informações de algumas pessoas que estavam numa lanchonete que funciona ao lado da rodoviária, funcionários da Ampla, empresa concessionária de energia, haviam estado no local, momentos antes do referido apagão.

Nossa equipe constatou também o fato de, no terminal rodoviário, haver dois relógios de marcação de energia independentes: Um da Amparo, que funcionava normalmente, e outro da prefeitura, que estava parado.

Voltamos ao interior do terminal rodoviário por volta das 23h e o local ainda permanecia sem iluminação.

Enviamos um comunicado à prefeitura e estamos no aguardo dos devidos esclarecimentos à população e aos usuários em geral. Tão logo as obtivermos, publicaremos.

Marcadores: , , , , ,

21 de fevereiro de 2013

Prefeitura reinicia obras no Jardim Atlântico

Na manhã desta quinta-feira nossa equipe esteve no bairro Jardim Atlântico, em Itaipuaçu, e constatou que os trabalhos de continuidade do asfalto na rua 35, comandados pelo secretário de reestruturação urbana, Paulo Maurício, cuja obra fora interrompida após as últimas eleições, foram reiniciados e estão andando a pleno vigor. 

Rua 35
Segundo declarações do próprio secretário, até a quarta-feira da semana que vem o trecho compreendido entre a rua 66 e a praia através da rua 70, deverá ficar totalmente pronto e, até o feriado da semana santa, o trecho entre a rua 70 (pela 35) até a praia na rua 83 deverá ser concluído. Posteriormente, as obras continuaram até a rua 126.

O entorno da Praça da 70 será asfaltado 
Ainda de acordo com as declarações de Paulo Maurício, o Concit (Conselho Comunitário d Itaipuaçu) está totalmente inserido neste contexto e outras obras importantes já estão na pauta do secretário a pedido do seu presidente, Adilson Maués, como por exemplo, a urbanização da lagoa da Costa Verde, atrás do Barroco, onde também será construída uma praça com quadras poliesportivas e pistas de skate. 

Adilson Maués(Concit) e Paulo
Maurício (Prefeitura), afinados
Concomitantemente, a essas obras, outros pedidos da comunidade deverão ser atendidos, segundo declarações do secretário. Na rua Capitão Melo, no Recanto III, o pedido feito pelos moradores daquele local que sofriam com alagamentos nas portas de suas residências durante as chuvas já foi atendido, sendo manilhada boa parte da rua.

Outra reivindicação de moradores das ruas 16 e 17 no Jardim Atlântico, os quais têm tido problemas constantes de alagamento e lama nas portas de suas residências também, segundo Paulo Maurício, serão resolvidos. 

Marcadores: , ,