29 de fevereiro de 2012

Dados detectam superfaturamento escandaloso nas obras em Itaipuaçu


Maricá, 29/2/2012 - Mais um escândalo detectado pela imprensa oficial local de Maricá publicada em matéria exclusiva pelo Jornal Maricá em Foco, o qual seu idealizador e editor, Ricardo V. Ferreira, iniciou, no começo desta semana, a distribuição inédita de 50.000 exemplares por todo o município de Maricá.

Desde o início das obras de recapeamento do asfalto de Itaipuaçu, vários representantes da sociedade civil e da imprensa oficial local, inclusive o 'Itaipuaçu Site", vêm denunciando inúmeras regularidades à cerca da péssima qualidade do serviço e do valor astronômico orçado em quase R$ 30 milhões. Finalmente, a prova dessas denúncias veio à tona através de dados técnicos divulgados pela EMOP - Empresas de Obras Públicas - com a constatação de que a obra, de 12,8 Km na estrada de Itaipuaçu e na Rua 1, foi superfaturada, acusando um desvio de mais de 20 milhões dos cofres públicos. Segundo esses dados, os cálculos orçamentários para as obras desse tipo são feitos através da cubagem por quilômetro, por cálculo simples, levando em conta uma largura de pista de 9m e espessura de recapeamento de 20 cm (espessura acima do que está nas tabelas da EMOP, que seria de 6 cm). Desta forma, 1000m x 9m x 0,20m = 1.800m3 de obra por quilômetro. Entretanto para obras de recapeamento o cálculo também pode ser feito por Km² ou por metro. Todavia, a Prefeitura de Maricá não divulga quais os tipos de serviços contratados dificultando, à ciência da população, o seu exato enquadramento nas tabelas da EMOP.

Mesmo assim, através dos dados técnicos encontrados nas Tabelas, onde se apresentam os valores dos fatores multiplicadores para cálculos dos custos da metragem de uma obra pública, multiplicando a metragem cúbica pelos valores dos custos da metragem de cada tabela encontramos o valor de R$ 763,02 como sendo o valor do metro de rua. Assim sendo, multiplicando esse valor pelos 12,8 km de obra encontramos o valor global de R$ 9.766.656,00.

Em 24 de julho de 2011, a Prefeitura contratou a EQUIPAV por R$ 23,6 milhões para recapear 10,3 quilômetros da Estrada de Itaipuaçu e cerca de 2,5 quilômetros da Rua 1, onde está o novo terminal rodoviário. São R$ 30,8 milhões para um total de 12,8 quilômetros de recapeamento ao custo absurdo de R$ 2.4 milhões por quilômetro. A instalação de meio-fio e caixas de captação de águas pluviais na Rua 1e na estrada de Itaipuaçu não passam de farsa. Confira os cálculos e as tabelas da EMOP extraídas do Jornal Maricá em Foco, abaixo:








Marcadores: , , , , ,

Descaso da saúde em Maricá mata mais um Bebê

Maricá, 29/2/2012 - Assassino! Prefeito, o senhor é um assassino! - Assim bradava o cidadão Flavio, ao saber da morte de seu  filho que acabava de cair ao chão, já morto, por entre as pernas de sua companheira, após sete meses de gravidez.

Segundo depoimento emocionante enviado pelo pai da criança à redação do Lei Seca Maricá, sua companheira Ana Lúcia, desempregada e gestante de sete meses, tentava fazer o Pré-Natal no posto de saúde  do centro de Maricá, todavia, depois de muitos transtornos, dentre os quais a falta de um simples medicamento, como sulfato ferroso e a falta imediata de marcação de consulta levou sua gestação a um final muito triste.

Antes do Carnaval, em uma consulta, a médica que lhe atendera suspeitou de alguma anomalia e pediu-lhe um exame de ultra-sonografia, urgente. Ana Lúcia foi, portanto, imediatamente, ao Centro Diagnóstico da Prefeitura para solicitar tal exame. Porém, ao chegar lá, informaram-na de que o médico estava de férias e que só lhe seria possível fazer o exame três semanas depois.

Anteontem (27), ela foi internada no HCML com fortes dores e sangramento e, ao levantar-se para ir ao banheiro, seu bebê saiu morto por entre as suas pernas, caindo ao chão. Ela teve que ser amparada pelas enfermeiras no quarto do hospital.

Não é a primeira nem a segunda e nem a terceira vez que mulheres gestantes perdem seus bebês por descaso da saúde em Maricá. Inúmeras mulheres já perderam.

Com informações do Lei Seca Maricá

Marcadores: ,

28 de fevereiro de 2012

Comperj deverá abrigar parque e reflorestar 1,5 milhão de mudas

RIO - Uma área de 2.500 hectares - o equivalente a seis vezes o bairro de Copacabana - no entorno do Complexo Petroquímico do Rio (Comperj) vai abrigar um parque e será reflorestado, com 1,5 milhão de mudas. A exigência foi incluída nas condições da licença de instalação da refinaria concedida pela Secretaria estadual do Ambiente (SEA), na última sexta-feira. 

A Petrobras será responsável por implementar e fazer a manutenção da unidade de conservação, em Guapimirim. A decisão põe fim a um impasse que já durava dois anos. Caberá à estatal ainda recompor as áreas de preservação permanentes do terreno.Recentemente, a estatal enviou à Secretaria do Ambiente um estudo sugerindo a criação de uma área de proteção ambiental (APA), unidade menos restritiva e que permite edificações. Mas a decisão pelo parque acompanhou um pedido de técnicos do Instituto Chico Mendes (ICMBio), órgão responsável pela gestão da APA de Guapimirim, unidade vizinha à área da refinaria que abriga os manguezais remanescentes da Baía de Guanabara. Na avaliação do ICMBio, apenas um parque, ao proibir construções, garantiria o equilíbrio hídrico necessário à sobrevivência do "pulmão" da Baía de Guanabara: o bosque de manguezal com sete mil hectares, local que serve de "berçário" para peixes.

O terreno em questão já havia sido declarado de utilidade pública, para fins de desapropriação, pelo governador Sérgio Cabral em 2008. A medida, afirma o secretário estadual do Ambiente, Carlos Minc, freou a especulação imobiliária na região, possibilitando a preservação ambiental.

-Os preços dos imóveis dispararam em Itaboraí e Guapimirim, nas áreas do entorno do Comperj. Então temos que impedir o crescimento desordenado na região. O parque, nesta nova condicionante que estamos fazendo à Petrobras, terá algum uso turístico. E a estatal terá que plantar 1,5 milhão de mudas dentro da unidade. O parque vai exercer a função de proteção do bosque de manguezal, ao evitar a salinização do solo - disse Minc.

Com a inclusão do parque, Petrobras e o órgão ambiental superaram os últimos entraves para o processo de licenciamento da refinaria, que tem previsão para começar a operar em 2014. Já está acertado que a estatal vai investir R$ 240 milhões na construção de uma barragem no Rio Guapiaçu, em Cachoeiras de Macacu, para garantir o reforço hídrico necessário ao empreendimento, além de R$ 160 milhões no saneamento de Itaboraí e Maricá, por onde vai passar o emissário da refinaria.

Fonte: Agência O Globo

Marcadores: ,

Garotinho e Cesar Maia formalizam aliança de DEM e PR


RIO - O deputado federal Anthony Garotinho (PR), ex-governador do Rio, e o ex-prefeito da capital Cesar Maia (DEM) formalizaram na tarde desta segunda-feira a aliança entre seus partidos para as eleições municipais no estado. Os ex-adversários, que já trocaram críticas ferrenhas no passado, foram só afagos no encontro e concentraram a mira no PMDB do prefeito Eduardo Paes. 


Esta foi a primeira vez que os dois aparecem juntos em um evento público depois que a coligação foi costurada.
O evento, realizado em um centro de convenções no centro do Rio, contou com a presença do pré-candidato à Prefeitura do Rio pelo DEM, deputado federal Rodrigo Maia, filho de Cesar, e da provável vice, deputada estadual Clarissa, filha de Garotinho. Ela ainda resiste em confirmar sua presença na composição da chapa, mas a expectativa é que isso aconteça no próximo dia 8 de março, quando DEM e PR voltam a se reunir.
"A eleição municipal é muito maior que as divergências que ocorreram no passado", afirmou Garotinho em entrevista, antes da reunião pública. "Se não tivéssemos superado (as trocas de farpas), não estaríamos aqui."
"Não há nenhuma dificuldade de superar visões que não são exatamente iguais", disse Cesar Maia, que já chegou a afirmar, em 2006, que o apoio de Garotinho era "um beijo da morte".
O ex-prefeito também já acusou o ex-governador de estar ligado a escândalos como o do propinoduto e o das ONGs. Garotinho rebateu, insinuando suposto enriquecimento ilícito de Cesar.
Sem poupar críticas ao governador Sérgio Cabral e ao prefeito Eduardo Paes, Garotinho chegou a comparar os dois a personagens da novela “Fina Estampa”, da TV Globo.
"O Cabral parece a Tereza Cristina, malvada. E o prefeito só sabe puxar o saco. É o Crô", disse o ex-governador, referindo-se aos personagens de Christiane Torloni e Marcelo Serrado.
Rodrigo Maia não disse como será a atuação de seu pai - que disputará uma vaga na Câmara dos Vereadores - e de Garotinho na campanha e se os dois aparecerão juntos em eventos de sua candidatura.
"Se cada um tiver num canto, melhor. Eu não tenho nenhum problema de apresentar meus aliados", declarou Rodrigo, que chegou a ser vaiado no evento.
Sem confirmar se será ou não vice do filho de Cesar Maia, Clarissa Garotinho não disse quando vai dizer se estará na chapa: "Está tudo avançando muito bem. Não queria uma aliança construída com arranjo familiar. Não é necessário ansiedade".
Até o momento, o DEM tem o apoio do PR em quatro municípios onde é cabeça de chapa: Rio, Maricá, Nova Iguaçu e Varre-Sai. Em troca, apoia o aliado em 63 municípios, principalmente no interior do estado.

Da Agência O Globo

Marcadores: , ,

Uilton Viana está elegível


Maricá, 28/2/2012 - Segundo decisão do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, Uilton Viana (PSB), vice-prefeito de Maricá e um dos principais críticos da gestão do prefeito Washington Quaquá (PT), já pode se pré-candidatar à sucessão municipal nas eleições que ocorrerão em outubro deste ano.

O TJ, através do seu 3º vice-presidente, desembargador Antônio Eduardo Duarte, deferiu uma liminar que cancelou a decisão da 5ª Câmara Cível, a qual o tornava inelegível pelo período de cinco anos.

O Vice-Prefeito Uilton Viana, ficha limpa para disputar as Eleições em Outubro
Os fatos

Numa atitude insólita e surpreendente, o Ministério Público recorreu de uma sentença judicial que atendeu a uma promoção de arquivamento de sua própria iniciativa. Em tal sentença, de 30/11/2009, a Juíza julgou a ação improcedente, sublinhando em sua decisão que não via a “violação do dever, atuação dolosa ou culposa, nem mesmo a intenção ou grave imprudência, negligência ou imperícia no trato da coisa pública”.

Em 12 de abril de 2010 a Douta Juíza mandou intimar a Prefeitura de Maricá para que tomasse ciência da decisão. A Procuradora Geral do Município recebeu, pessoalmente, a intimação em 24 do mesmo mês e, alguns meses depois, o Ministério Público entrou com recurso no Tribunal de Justiça contra a sentença que atendia ao seu próprio pedido.

Contrariando as provas dos autos, a 5ª Câmara Cível aplicou as penas máximas previstas na legislação contra Uilton Viana, reformando a sentença da Juíza Rosana Simen Rangel de Figueiredo Costa, mandando que fossem ressarcidos os danos - quando não ficaram provados os tais danos - , multa sobre o valor dos danos, proibição de contratar com o Poder Público e de receber benefícios fiscais e ainda a suspensão dos direitos políticos por 5 (cinco) anos.

Sem ter sido comunicado e consequentemente não ciente do recurso do Ministério Público, Uilton Viana foi, por sorte do acaso, salvo por comentários de alguns que espalharam pela Cidade o boato de que ele estaria inelegível. Então, numa visita ao site do Tribunal na madrugada da 6ª feira, ficou sabendo da sórdida manobra arquitetada por seus "inimigos" a fim de impedi-lo a participar do próximo pleito municipal. Através de sua assessoria jurídica, que agiu rapidamente, pois o prazo findava na 2ª feira seguinte, o recurso emergencial  foi impetrado e garantido o prazo. O provimento foi negado pela mesma 5ª Câmara Cível. Outros três recursos acabaram resultando em decisão favorável do 3º Vice- presidente do TJ-RJ.


As declarações do advogado de Uilton Viana

Renato de Oliveira Freitas, autor dos recursos interpostos resumiu os procedimentos:
"O Vice-Prefeito, UILTON AFONSO VIANA, teve o seu Recurso Especial admitido no efeito suspensivo pelo Desembargador 3º Vice-Presidente do Tribunal de Justiça, fato raríssimo no Judiciário Fluminense. O recurso do Vice-Prefeito foi interposto contra um acórdão de uma das Câmaras Cíveis, em apelação do Ministério Público contra sentença da Juíza de Direito Rosana Simen Rangel de Figueiredo Costa que o havia absolvido por supostas irregularidades quando ocupou o cargo de Prefeito de Maricá. Em meu recurso à Brasília pude demonstrar equívocos no acórdão como, por exemplo, o fato de que a única irregularidade pela qual foi condenado em segundo grau de jurisdição, consistiu na compra de vidros para reparos em janelas de uma escola pública municipal, irregularidade que chegou ao conhecimento das autoridades policiais por iniciativa do próprio Vice Prefeito, à época alcaide de Maricá, que pediu fosse aberto inquérito. O recurso direcionado ao Superior Tribunal de Justiça aponta, ainda, outros vícios no acórdão como, por exemplo, o fato de não ter sido dimensionado monetariamente o suposto dano causado ao erário público e o fato de terem sido impostas ao então Prefeito, cumulativamente, todas as penalidades previstas na Lei de Improbidade Administrativa, contrariando a jurisprudência do Supremo Tribunal Federal e do próprio Superior Tribunal de Justiça. Na decisão que recebeu o Recurso Especial no efeito suspensivo, o Senhor Desembargador 3º Vice Presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, reconheceu o bom direito sustentado pelo Vice-Prefeito no recurso interposto. O recurso será encaminhado a Brasília, onde será julgado e, até lá, o acórdão da Câmara Cível do Tribunal de Justiça fica sem qualquer efeito, prevalecendo a sentença da Doutora Juíza da Comarca de Maricá que absolveu o atual Vice-Prefeito de todas, rigorosamente todas, as condutas que lhe foram imputadas pelo Ministério Público".

Com algumas informações de Ricardo V. Ferreira (Jornal Maricá em Foco)

Marcadores: ,

Crimes na saúde de Maricá

     Artigo de Ricardo Vieira Ferreira

     As mentiras da falta de recursos e a outra de que “foram três anos para arrumar a casa” não vingaram. Até dezembro de 2011 passaram pelos cofres da prefeitura mais de meio bilhão de Reais. Segundo os dados do site da própria PMM, foram R$ 517 milhões.
     Uma simples olhada nos números do JOM - Jornal Oficial de Maricá, mostra que há dinheiro como nunca se viu, distribuído generosamente aos parceiros empresários vindos de fora. Os gastos são injustificáveis e suas execuções configuram crimes contra a população de Maricá. Foram milhares de nomeações de comissionados num permanente entra-e-sai para atender aos interesses dos quadrilheiros ao longo dos últimos três anos. A campanha de Zeidan, ex-madame prefeitão, sugou fortunas. Segundo os números da própria prefeitura, foram gastos cerca de R$ 32 milhões a mais no período das eleições de 2010. Para onde foi tanto dinheiro se os serviços só pioraram? Então se há dinheiro, por que nada é feito pelo hospital Conde Modesto Leal já batizado de PORTAL DA MORTE? Por que não há equipamentos, medicamentos, médicos e pessoal auxiliar? Por quer não temos ambulâncias? É humano deixar os doentes sem roupa de cama, sem ambiente climatizado, sem banho e sem comida? A primeira resposta que me vem à cabeça é simples crueldade, insensibilidade, espírito assassino. Assim agiam os nazistas sob a batuta do genocida Hitler, os ditadores comunistas como Stalin, responsáveis por milhões de mortes de gente inocente e desprotegida. Não podem ser aceitas as contratações milionárias que nos afrontam e ver o padecimento de infelizes que não tem para onde apelar. O desespero dos ostomizados é constante e reproduzimos a perseguição contra o Spencer Ferreira que sempre esteve à frente na defesa dos direitos dos pacientes crônicos como ele. Doentes que fazem tratamentos fora da Cidade são transportados como gado, lembrando os  vagões de Hitler, por uma senhora amiga do casal que tomou de assalto a prefeitura. Já se passaram três anos e dois meses e o drama prossegue de forma inaceitável. Quem rouba dinheiro público é ASSASSINO e aqui temos uma quadrilha montada para sugar a jugular da nossa Cidade. O desgoverno vive de propaganda para tentar acobertar suas “malfeitorias” para usar a última palavra criada pelo PT. O que trouxe de bom a MED VIDA, contratada por R$ 4,2 milhões/ano, num contrato de R$ 21 milhões por cinco anos para administrar o PORTAL DA MORTE? Quais as medidas tomadas pelo secretário de saúde Malta exonerado da secretaria de saúde de Itaperuna, indicado da patota de Billé ex-secretário de obras e seus parceiros de Niterói? Vocês sabiam que o artista é membro da direção estadual do PPS, adversário do PT em todo o Brasil? Por onde anda o PPS de Maricá que não se engaja na luta contra seu correligionário? A canalhice da baixa política é que está em primeiro plano. As jogadas para fazer “acertos” se sobrepõem às vidas humanas por uma cambada que já deveria estar atrás das grades se tivéssemos um sistema judicial mais ágil e sem as amarras de uma legislação feita para acobertar crimes contra os contribuintes.

Extraído da coluna EDITORIAL do Jornal Maricá em Foco

Marcadores: , , ,

27 de fevereiro de 2012

Prefeitura de Maricá paga R$ 79 mil a Jornal para fazer propaganda

Maricá, 27/2/2012 - Não foi a primeira vez, mas não poderíamos deixar de divulgar o valor pago, segundo o JOM (Jornal Oficial de Maricá), autorizado via Secretaria de Comunicação, no início deste ano, ao Jornal O Dia, de R$ 79 mil para anúncios de "avisos, editais e erratas".

No entanto, na realidade, a finalidade para este gasto, equivalente ao preço de um automóvel de luxo, foi para a inserção de um encarte numa edição dominical daquele Jornal para divulgar propaganda com intenção eleitoreira em favor da "maravilhosa" administração da Prefeitura de Maricá no município.

Na época, houve amplos comentários e boatos, por parte de alguns jornalistas representantes da imprensa oficial de Maricá de que a Prefeitura havia comprado outras mídias para a mesma finalidade, entre elas o Jornal O São Gonçalo que, estranhamente, mudou a conduta em seus editoriais, reproduzindo as mesmas notícias publicadas no site da Prefeitura.

Outros gastos astronômicos também foram realizados para a compra de espaços em algumas emissoras de TV, bem como a Rede Globo e a Rede Record, nas quais, em vários horários, ocorriam flashes com reportagens enganosas de um programa produzido pela Prefeitura denominado "Direto de Maricá".

Prefeitura fecha a torneira e Jornal volta a "meter o cacete"


Após quase três meses de matérias pró-prefeitura de Maricá, o Jornal O São Gonçalo, da noite para o dia, voltou a reportar matérias com denúncias gravíssimas contra o governo Quaquá. Segundo informações de um jornalista local, com fácil acesso à secretaria de comunicação, os pagamentos eram feitos na própria secretaria, porém, há algumas semanas, "a grana" não havia saído para o pessoal do São Gonçalo e por esse motivo eles voltaram a "meter o cacete" divulgando as mazelas causadas pela fraca gestão do PT no município e denunciando desvios de verbas com as obras superfaturadas. Numa dessas matérias, o Jornal fez uma série de entrevistas com o ex-secretário de transportes Ricardo Vieira Ferreira, autor de várias denúncias contra o Prefeito Quaquá no Ministério Público e que também testemunhou inúmeras falcatruas dentro da secretaria de obras.

Segue, abaixo, o texto da publicação no JOM, referente ao gasto com o Jornal O Dia:


PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº. 12741/2011 CONVITE – LICITAÇÃO. Nº 42/2011
Em conformidade com o parecer da Procuradoria Geral do Município (PGM), parecer
da Comissão Permanente de Licitação (CPL) e da Secretaria Municipal de Controle
Interno e Fiscalização, Autorizo a despesa e HOMOLOGO a licitação NA MODALIDADE CONVITE, com fulcro no art. 23 inciso II, a Lei Federal  nº. 8.666/93, em sua atual
redação, que tem por objeto a veiculação em jornal de grande circulação de avisos
de licitação, erratas a editais, resultado de impugnações e recursos e de editais, no
valor global de R$ 79.200,00 (setenta e nove mil e duzentos reais), adjudicando o
objeto em favor da empresa O DIA COMERCIAL LTDA.
Em, 12 de janeiro de 2012.
Alba Valéria Teixeira de Almeida - Secretaria Municipal de Comunicação Social
Omitido no Jornal Oficial de Maricá – JOM - do dia 16/01/2012 na edição 288

Marcadores: ,

Secretarias fazem a festa com o dinheiro público

Maricá, 27/2/2012 - A Prefeitura de Maricá tem feito inúmeras contratações sem licitação envolvendo várias secretarias, com preços absurdos, fora dos parâmetros do mercado, entre elas a Secretaria de Turismo e Lazer, que tem à sua frente o já na corda bamba e cambaleante atual secretário Wagner Medeiros. 


A modalidade inspirada em modelos administrativos petistas, da época do mensaleiro Zé Dirceu, denominada em várias publicações no JOM (Jornal Oficial do Município) de "Registro de Preços", que é legal, mas que também serve para mascarar e superfaturar os preços dos serviços contratados, o então secretário de Turismo tem usado esse artifício em suas publicações, no qual, assim, dispõe de recursos milionários. Uma das formas utilizadas é a contratação de shows, SEM LICITAÇÃO, de Bandas com cachês muito além do valor normalmente cobrado por elas.


Disparidades


O reveillon foi uma festa. Além da contratação superfaturada de Bandas e artistas, outros absurdos foram detectados, como por exemplo, a contratação, SEM LICITAÇÃO e por apenas 1 dia, de locação de banheiros químicos no valor de  R$ 29.999,48 (VINTE E NOVE MIL , NOVECENTOS E NOVENTA  E NOVE REAIS E QUARENTA E OITO CENTAVOS). Outro absurdo foi a contratação de uma "Empresa" para fornecimento de FOGOS DE ARTIFÍCIO para a festa de Reveillon no valor de  R$ 78.888,20 (SETENTA E OITO MIL, OITOCENTOS E OITENTA E OITO REAIS E VINTE CENTAVOS). É necessário ressaltar que, embora, em diversas partes da cidade não tenha ocorrido a instalação dos materiais pirotécnicos pela suposta empresa contratada e a tão esperada queima de fogos, a verba saiu.


Outros dois detalhes importantes dessa farra toda no Reveillon, foram:


1- O contrato de 1 dia referente a SERVIÇOS DE LOCAÇÃO DE INFRAESTRUTURA PARA REALIZAÇÃO DE EVENTOS DO REVEILLON 2011/2012 DE MARICÁ no valor de R$ 180.662,50(CENTO E OITENTA MIL, SEISCENTOS E SESSENTA
E DOIS REAIS E CINQUENTA CENTAVOS). O que seria isso, afinal? Segundo informações da própria secretaria, este contrato refere-se a contratações, por locação, de telão, mesas, cadeiras, tendas etc.

2-  O FORNECIMENTO DE MATERIAL DE INFRA-ESTRUTURA PARA EVENTOS PARA ATENDER A PREFEITURA MUNICIPAL DE MARICÁ E A TODAS AS SECRETARIAS MUNICIPAIS no valor global de R$ 1.680.059,50 (um milhão seiscentos e oitenta mil e cinqüenta e nove reais e cinqüenta centavos), em favor da empresa: COCOBONGO SERVIÇOS  E LOCAÇÕES LTDA.


Funcionários fastasma


Segundo denúncia anônima enviada à nossa redação, a filha de Tutuca Vieira (procurador da prefeitura) é funcionária do turismo mas nunca foi trabalhar, é CC1, fica o dia inteiro no escritório do pai e ganha R$ 960,00 todo mês. Tem também o Neilson, conhecido com Júnior (Jr.). Segundo o denunciante anônimo, ele trabalha em um condominio novo em inoã e só aparece quando tem eventos. Também é CC1 e ambos são protegidos do Secretário de Turismo.


Todas essas informações constam na publicação nº 291 de 6 de fevereiro do JOM (Jornal Oficial do Município), através do link: http://www.marica.rj.gov.br/jom/jom_291.pdf

O Secretário de Turismo e Lazer Wagner Medeiros
Foto: Lei Seca Maricá / Romário Barros

Marcadores: ,

Fluminense é campeão da Taça Guanabara

Jogadores celebram o título da Taça Guanabara (Celso Pupo/Fotoarena/Folhapress)

O Fluminense superou as dificuldades vividas na fase de classificação, cresceu na hora da decisão e bateu o Vasco por 3 a 1, no Estádio Engenhão, para conquistar a Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca. A conquista encerra um jejum de quase duas décadas e já garante a presença da equipe na final do Estadual.

O Fluminense não vencia a Taça Guanabara desde 1993 - neste período, obteve o vice-campeonato em quatro oportunidades. O atacante Fred mostrou poder de decisão ao marcar duas vezes. Em lance inusitado da partida, Deco marcou um gol que surpreendeu o goleiro Fernando Prass. Eduardo Costa diminuiu para o Vasco.

O Fluminense já começou a decisão explorando a velocidade do ataque. No primeiro minuto da partida, Wellington Nem foi lançado nas costas da zaga e chutou cruzado, assustando o goleiro Fernando Prass. O Vasco melhorou a partir do momento em que os meio-campistas começaram a trabalhar. Aos 13 minutos, a bola parada de Juninho Pernambucano quase resultou na abertura do placar. A cabeçada de Nilton deixou Diego Cavalieri paralisado, mas a bola saiu pela linha de fundo. O Fluminense respondeu aos 15 minutos, no chute com efeito de Thiago Neves, que assustou Fernando Prass.

Após a parada técnica, as equipes tiveram pouco mais de dez minutos de maior cautela. A movimentação do clássico voltou quando Diego Souza carimbou a trave de Diego Cavalieri em chute de perna esquerda. A resposta do Fluminense foi mais objetiva. Aos 34 minutos, Wellington Nem invadiu a área, cortou para a linha de fundo e foi derrubado por Fágner, que cometeu pênalti. Na cobrança, Fred deslocou Fernando Prass e marcou no canto esquerdo. Na comemoração do gol, um torcedor caiu no fosso do Engenhão e foi atendido pela equipe médica do estádio.

Aos 40, o Vasco respondeu com Diego Souza, que recebeu cruzamento de Juninho Pernambucano e cabeceou rente à trave. O Fluminense não perdoou e ampliou, um minuto depois. Deco recebeu na intermediária e bateu em direção ao gol. O goleiro Fernando Prass esperava um cruzamento no segundo pau e foi traído pela curva da bola. No intervalo, Prass admitiu ter falhado no lance.

O Vasco demonstrava nervosismo, e aos 43 minutos, o zagueiro Rodholfo saiu jogando errado, Thiago Neves roubou e, cara a cara com Prass, desperdiçou a chance de matar o jogo ainda no primeiro tempo.  O erro não fez falta, pois o Fluminense não baixou o ritmo na segunda etapa e aos 11 minutos ampliou com Fred, que recebeu boa bola de Thiago Neves nas costas da zaga e finalizou com categoria.

Sem sucesso nos minutos seguintes para diminuir o marcador, o Vasco partiu para o desespero com as entradas de Felipe e Kim. No fim, descontou com o gol de cabeça de Eduardo Costa. No minuto seguinte, a equipe comandada por Cristovão Borges quase botou fogo na partida, em cabeçada de Dedé que explodiu na trave. O Vasco continuou alçando bolas na área do adversário, mas não conseguiu a reação. O Fluminense apenas se defendia e manteve a vantagem até o final da partida. Deco, autor de um dos gols da decisão, foi o maestro da equipe e dividiu com Fred os méritos pelo titulo da equipe.

Por outro lado, o Vasco soma a 12ª derrota em finais da Taça Guanabara. A equipe amarga o maior jejum entre os grandes na competição - não vence desde 2003. O segundo turno do Campeonato Carioca, a Taça Rio, será iniciado no meio da semana. Na quarta-feira à tarde, o Fluminense enfrenta o Resende, no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. No dia seguinte, a partir das 19h30, o Vasco desafia o Bonsucesso, em São Januário.

FICHA TÉCNICA
VASCO 1 X 3 FLUMINENSE
Local: Estádio Olímpico João Havelange, o Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 26 de fevereiro de 2012 (Domingo)
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes: Rodrigo Joia (RJ) e Rodrigo Correa (RJ)
Cartões amarelos: Eduardo Costa e Juninho Pernambucano (Vasco); Diguinho, Deco e Wellington Nem (Fluminense)
Gols:
VASCO: Eduardo Costa, aos 37 minutos do segundo tempo.
FLUMINENSE: Fred (pênalti), aos 36, Deco, aos 42 minutos do primeiro tempo; Fred, aos 11 minutos do segundo tempo.
VASCO: Fernando Prass, Fagner, Dedé, Rodolfo e Thiago Feltri (Felipe); Nilton, Fellipe Bastos (Eduardo Costa), Diego Souza e Juninho Pernambucano; Wiliam Barbio (Kim) e Alecsandro
Técnico: Cristóvão Borges
FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Bruno, Leandro Euzébio, Anderson e Carlinhos (Carleto); Edinho, Diguinho, Deco e Thiago Neves (Rafael Moura); Wellington Nem (Jean) e Fred
Técnico: Abel Braga.
(Com agência Gazeta Press) 

Marcadores:

26 de fevereiro de 2012

Dois motociclistas batem de frente em Itaipuaçu

Itaipuaçu, 25/2/2012 - Mais um acidente violento na estrada de Itaipuaçu, nesta noite de sábado (25),  envolvendo dois motociclistas que se chocaram  de frente, próximo à Poti Madeiras.

O fato aconteceu por volta de 23 horas, ainda no horário de verão, quando o entregador de farmácia e mototaxista Fábio Silva de Araújo, de 25 anos, pilotando uma moto Yamaha 125 YBR vermelha, vindo do Barroco, se preparava para deixar a via principal e entrar numa rua à sua esquerda.

No entanto, naquele momento, vinha no sentido contrário e em alta velocidade, Ivonaldo Santos Marques, de 37anos, também na sua moto, uma Honda Titan preta de 150 cilindradas, que não viu Fábio, devido à, segundo informações de testemunhas, intenso movimento de carros na pista que trafegava naquela hora, e chocou-se de frente com ele.

Os dois, após a batida, ficaram estendidos no chão, ambos com suspeita de fratura no fêmur, à espera da ambulância do SAMU, que chegou rapidamente ao local do acidente. Um carro Patamo da Polícia Militar, comandado pelo Sargento Vieira também esteve no local e procedeu com o registro da ocorrência.

Os acidentados foram levados pela ambulância para o Hospital Municipal Conde Modesto Leal.

A motocicleta de Fábio ficou com sua frente bastante avariada

A Moto de Ivonaldo também teve sua frente bastante destruída



Marcadores: ,

24 de fevereiro de 2012

Hoje tem a apresentação inédita da cantora Valéria no Restaurante Bar Vila Mar

Sexta-feira, 24/2/2012 - Hoje, numa apresentação inédita, a cantora Valéria (Val) se apresenta no Vila Mar, a partir das 22 horas, acompanhada pelo violonista e guitarrista Marcelo e do percussionista Macchio Gabriel. A cantora, que já se apresenta no 'Vila Mar' todos os sábados, foi convidada a fazer parte da programação musical desta sexta-feira, em caráter extraordinário, substituindo a cantora Jack Rocha que está sentindo uma inflamação na garganta.

Segundo opinião de alguns amigos dos músicos que ficaram sabendo da inédita apresentação da dupla Valéria e Marcelo, juntos no palco pela primeira vez em trabalho solo, a noite promete ser ótima. Vale a pena conferir!

O Restaurante Bar Vila Mar fica na rua 35, esquina com a rua 50, no bairro Jardim Atlântico, em Itaipuaçu.

Marcadores: ,

Ex-secretário de Transportes de Maricá denuncia superfaturamento

O ex-secretário de Transportes de Maricá, Ricardo Vieira Ferreira, reforçou as denúncias feitas, ano passado, pelo vereador Paulo Maurício Duarte (PRB) de superfaturamento na licitação de R$ 24 milhões para obras de pavimentação na Estrada de Itaipuaçu e Rua 1, em Itaipuaçu, num total de 13 quilômetros, contratadas pela Prefeitura de Maricá em 2011.

Segundo Ricardo Vieira, de acordo com a tabela da Empresa de Obras Públicas do Estado (Emop), o prefeito Washington Quaquá poderia fazer uma economia de R$ 14 milhões nos cofres públicos.

O ex-integrante da atual administração petista explicou que, pelo preço na tabela da Emop, o custo por quilômetro seria de R$ 763, totalizando cerca de R$ 10 milhões. Ricardo Vieira explicou que este valor é o usado pela empresa do governo fluminense para as seguintes especificações: via com 9 metros de largura, camada de brita asfáltica com 20 cm de altura, capa asfáltica com 5 cm de altura, manilhas para drenagem com diâmetro de 50 cm e caixas de ralo de ambos os lados a cada 30 metros.

“Se o prefeito Washington Quaquá fizesse um serviço de primeira qualidade em Itaipuaçu, a obra custaria aproximadamente R$ 10 milhões e não quase R$ 24 milhões que constam na licitação vencida pela Equipav no ano passado. O que está sendo feito na Estrada de Itaipuaçu e na Rua 1 não pode ser classificado como uma obra de pavimentação. Aquilo é, no máximo, um recapeamento de vias. Resumindo, esta obra é um estelionato eleitoral”, declarou Ricardo Vieira Ferreira.

Polêmica - A empresa paulista Equipav venceu a licitação, em julho passado, com um valor de aproximadamente R$ 24 milhões, que significa um custo de R$ 1,7 milhão por quilômetro pavimentado. 

Fonte: O São Gonçalo

Marcadores:

Deputado Bruno Correia vai à Maricá falar sobre a UPA

Maricá, 23/2/2012 - A pedido do seu amigo e líder comunitário Eduardo Carvalho, o Deputado Bruno Correia (PDT), atual presidente da comissão de saúde da Alerj, estará em Itaipuaçu, distrito de Maricá - RJ, no próximo dia 5 de março, em Audiência Pública, na qual revelará  toda a verdade sobre a nova UPA de Maricá que está sendo construída em Inoã.

O evento se realizará na rua trinta e dois, lote 21 da quadra 18, casa 2, no bairro Jardim Atlântico, entre as ruas cinco e seis, a partir das 16 horas, no qual, declara Eduardo, todos os moradores serão bem-vindos.

Ainda segundo o líder comunitário, o que o motivou a fazer tal convite ao amigo e nobre Deputado Bruno Correia, foi devido às declarações que o atual prefeito de Maricá, Washington Quaquá, tem feito à população, de forma enganosa e com finalidade eleitoreira, de que a UPA é uma realização da Prefeitura, na figura do próprio prefeito. Sendo assim, para dirimir quaisquer dúvidas sobre quem, de fato, conseguiu esta importante Unidade de Saúde para o Município de Maricá, o Deputado Bruno Correia colocou-se ao inteiro dispor da população maricaense.

Deputado Bruno Correia entrega nas mãos de Eduardo Carvalho o Ofício para a construção da UPA em Maricá
Foto: Marcelo Bessa / Itaipuaçu Site Oficial

Marcadores: , , ,

Hospital fica sem água há dias

Maricá, 24/2/2012 - Ontem (23), pela manhã, por causa de uma denúncia de um paciente anônimo, o "Itaipuaçu Site" esteve no Hospital Municipal Conde Modesto Leal e constatou que, desde sexta-feira passada (17), o hospital está sem água. Por esse motivo e a consequente impossibilidade de se revelar exames de raios X, a direção do hospital estaria, supostamente, dispensando pacientes desde as primeiras horas da manhã.

Devido à gravidade da situação, à tarde, por volta das 16 h, nossa Redação ligou para a secretaria de saúde, a fim de saber se ou quando iriam providenciar um caminhão pipa para resolver, mesmo que paliativamente, o problema. No entanto, ao sermos atendidos por um funcionário chamado Pierre, o mesmo não soube dar qualquer informação, solicitando-nos a contactar a secretaria no dia seguinte. Então, logo após, sem nenhuma outra alternativa, ligamos para o celular do próprio Secretário de Saúde, Dr. Carlos Alberto Malta Carpi, que nos informou que esse problema de falta d'água está em toda cidade devido à falha no fornecimento da CEDAE desde a última quinta-feira (16). Indagamo-lo sobre a possibilidade da contratação de um caminhão pipa e ele nos informou que esteve no hospital por volta das 15 h e que naquele horário já havia, lá, um caminhão pipa, entretanto frisou que, sobre a informação do hospital estar sem água desde o dia 17 e que a direção do hospital tem dispensado pacientes por causa da impossibilidade de revelar exames de raios X, não é verdade. Admitiu, porém, ter ciência do problema de falta de água no Centro Diagnóstico, mas que também já está sendo resolvido.

Voltamos ao hospital às 8 da noite e verificamos que o problema da falta d'água já havia sido resolvido. No pátio de estacionamento do hospital, entrevistamos um integrante de uma das equipes das ambulâncias SAMU, o qual nos declarou que, desde as 10 horas da manhã até aquele horário, os pacientes têm sido encaminhados, normalmente, para o hospital municipal de Maricá.

Marcadores: , , ,

Fluzão está na final

Na segunda semifinal da Taça Guanabara, nesta quinta-feira, a emoção ficou para o final. O Fluminense bateu o Botafogo na disputa por pênaltis (4 a 3) e fará a final da Taça Guanabara contra o Vasco, domingo, no Engenhão.

Desta vez, o ídolo alvinegro Loco Abreu foi o vilão da partida. Após o empate de 1 a 1 no tempo normal, o uruguaio bateu a quinta cobrança alvinegra da série e parou nas mãos de Diego Cavalieri, que também defendeu chute de Lucas e se tornou o herói da noite.

Os gols do Clássico foram marcados por Elkeson pelo Botafogo e Leandro Euzébio pelo Fluminense, ambos no segundo tempo. Os minutos finais do jogo foram eletrizantes. O resultado não acaba com o jejum de vitórias do Fluminense em clássicos cariocas (agora, de 12 partidas), mas pelo menos deixa para trás dois tabus recentes, que o incomodava: a marca de empacar nas semifinais da Taça Guanabara - foi eliminado nos últimos quatro anos - e a de não superar o Botafogo em jogos decisivos ultimamente - perdera os últimos quatro duelos (três semifinais e uma final de turno).

Já o Alvinegro, único grande carioca fora da Taça Libertadores, terá o segundo turno para correr atrás da vaga na decisão do estadual. A trajetória recomeça às 19h30m da próxima quarta-feira, em partida contra o Americano, no Godofredo Cruz.

O jogo

A partida começou nervosa e bastante disputada. O Botafogo começou tomando a iniciativa do jogo, mas constantemente abria espaços na retaguarda para os contra-ataques dos tricolores. Assim, Fred quase abriu o marcador, aos 15 minutos, mas Jefferson evitou o gol. Quando Elkeson e Lucas subiram de produção, o time alvinegro melhorou, mas o único perigo à meta de Diego Cavalieri foi um chute rasteiro de Andrezinho, já aos 43 minutos.
"É um duelo difícil, duro. Temos que aproveitar as chances que aparecerem. Tenho certeza que virão no segundo tempo", analisou Fred no intervalo da partida.

O Flu, ainda assim, voltou mais aceso e mostrava que poderia dominar. Foi capaz de acuar o Botafogo e criar três oportunidades em 15 minutos. A melhor delas em cabeçada certeira de Thiago Neves, que fez Jeffeson praticar belíssima defesa, aos 13. A insistência no jogo aéreo tinha Fred como alvo, mas Antônio Carlos seguia soberano na briga. Os tricolores reclamaram de pênalti num lance polêmico, já que Nem foi tocado por Márcio Azevedo.

Quando o Fluminense era melhor, os botafoguenses chegaram ao gol, aos 28 minutos. Lucas lançou Herrera, a zaga tricolor fez linha de impedimento e errou. O argentino rolou para Elkeson, que não desperdiçou.

O gol dos alvinegros mexeu com a partida. Os tricolores não se abateram e o técnico Abel tirou o lateral Bruno e colocou o 'He-man', Rafael Moura, no seu lugar. O empate amadurecia, até que, também numa linha errada de impedimento da defesa do Botafogo, Leandro Euzébio recebeu livre na área e, aos 34 minutos, só escolheu o canto para balançar a rede e igualar o placar.

Os minutos finais foram de apreensão e as equipes evitaram se arriscar, satisfazendo-se em levar a definição da vaga para as cobranças de pênaltis.

Pênaltis

A classificação se consumou quando o uruguaio Loco Abreu, ídolo alvinegro e famoso por suas cavadinhas, cobrou tradicionalmente e parou nas mãos de Diego Cavalieri, na última cobrança da disputa por pênaltis.
Andrezinho, Herrera e Renato marcaram para o Botafogo - Lucas perdeu. Fred, Thiago Neves, Rafael Moura e Anderson converteram para os tricolores, com Jean falhando.

"Muitos não acreditavam que nós chegaríamos na final. O grupo todo está de parabéns, não só eu", comentou Diego Cavalieri logo após a vitória.

Questionado, o técnico Abel Braga promoveu mudança significativa na equipetitular e na relação dos reservas, mostrando que cedia a pressões de bastidores. Wellington Nem entrou no lugar de Rafael Sóbis, que sequer ficou no banco, assim como Wagner. Caros, mas pouco produtivos, jogadores perdem espaço no grupo gradativamente. Dentre os alvinegros, faltavam Maicosuel, suspenso e machucado, além de Loco Abreu em boa forma. O atacante uruguaio voltava de lesão muscular na coxa.

Jogadores do Flu abraçam Diego Cavalieri após defender o pênalti cobrado por Loco Abreu
Foto: Dhavid Normando / Photocamera
Tricolores comemoram o gol de Leandro Euzébio
Foto: Dhavis Normando / Photocamera

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 1 (3) x (4) 1 FLUMINENSE
BOTAFOGO - Jefferson; Lucas, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Márcio Azevedo; Marcelo Mattos (Caio), Renato, Andrezinho e Elkeson (Lucas Zen); Herrera e Loco Abreu. Técnico: Oswaldo de Oliveira.
FLUMINENSE - Diego Cavalieri; Bruno (Rafael Moura), Anderson, Leandro Euzébio e Carlinhos; Edinho, Diguinho, Deco (Jean) e Thiago Neves; Wellington Nem (Araújo) e Fred. Técnico: Abel Braga.
GOLS - Elkeson, aos 30, e Leandro Euzébio, aos 34 minutos do segundo tempo. Nos pênaltis: Andrezinho, Herrera e Renato marcaram e Lucas e Loco Abreu erraram para o Botafogo; Fred, Thiago Neves, Rafael Moura e Anderson marcaram e Jean errou para o Fluminense.
CARTÕES AMARELOS - Antônio Carlos (Botafogo); Edinho (Fluminense).
ÁRBITRO - Péricles Bassols Pegado Cortez.
RENDA - R$ 541.615,00.
PÚBLICO - 17.027 pagantes (21.143 no total).
LOCAL - Estádio Olímpico João Havelange (Engenhão), no Rio de Janeiro (RJ).


Marcadores:

23 de fevereiro de 2012

Em Maricá, mortandade de peixes causa mau cheiro na cidade

Na última segunda-feira (20), várias equipes da área de Limpeza Urbana da Prefeitura de Maricá recolheram os peixes mortos encontrados às margens das lagoas de Araçatiba e de Marinéia.

Ao todo, 20 homens com dois caminhões e duas retroescavadeiras conseguiam retirar 30 toneladas de peixes mortos em Araçatiba e mais 20 toneladas na Lagoa de Marineia.

Para os especialistas no assunto, a possibilidade de novas mortandades será diminuída a partir de estudos junto à comunidade acadêmica, e mais a implantação de um canal na Barra de Maricá dotado de eclusa capaz de aproveitar quando o mar estiver mais alto para fazer uma renovação na água das lagoas – como ocorreu após as enchentes de 2010.


INEA divulga laudo


De acordo como laudo do Inea, a falta de oxigênio se deve ao aumento da temperatura da água, que estava entre 28º C e 29º C às 8h da manhã de terça-feira. No trecho onde aconteceu a mortandade a lâmina de água é de apenas 30 cm. O relatório diz também que a movimentação intensa de pessoas e jet skis revolveu o fundo e causou mais perda de oxigênio.
Os peixes mortos eram do tipo savelha, manjubinha e bagre. Técnicos do Inea vão fazer nova vistoria e coleta de amostras nas lagoas de Maricá na próxima terça-feira (28).


Prefeitura não toma Providências

O mau cheiro toma conta de várias localidades da cidade, principalmente nas proximidades das lagoas afetadas pela mortandade dos peixes e, até o momento, a prefeitura de Maricá não tomou nenhuma providência quanto à interdição nas margens das lagoas, onde, nas quais, turistas desavisados tomam banho sem saber do alto grau de perigo e dos possíveis efeitos nocivos à sua saúde.

Marcadores: , , , ,

Empresa de publicidade contratada pela Prefeitura de Maricá tem ligação com Marcos Valério

O operador do esquema do Mensalão, Marcos Valério, condenado a 9 anos de prisão por sonegação fiscal e falsificação de documento público recebeu, do diretor da empresa Giacometti, que possui contrato de publicidade em Maricá, 60% dos recursos de contratos com a empresa estatal Correios. O repasse foi feito para a Agência SMPB, do Publicitário e Empresário Marcos Valério.

Empresa contratada pela Prefeitura de Maricá tem ligação com chefe do Mensalão, Marcos Valério

 

O operador do esquema do Mensalão, Marcos Valério, condenado a 9 anos de prisão por sonegação fiscal e falsificação de documento público recebeu, da diretor da empresa Giacometti, que possui contrato de publicidade em Maricá, 60% dos recursos de contratos com a empresa estatal Correios. O repasse foi feito para a Agência SMPB, do Publicitário e Empresário Marcos Valério.

Dennis Aurélio Giacometti disse que passaram em sua conta cerca de R$76 milhões referentes ao contrato com os Correios, cerca R$45,6 milhões foram repassados a Marcos Valério.

Maricá vive Caos e prefeitura gasta milhões com publicidade

Diversas mortes no hospital, falta de pagamento de médicos, falta de medicamentos, dentre tantos outros problemas fazem Maricá estar num estado caótico, como mostra um relatório feito pela deputada Janira Rocha.

[Fontes: Jornal Oficial de Maricá: http://www.marica.rj.gov.br/jom/especial_69.pdf 
Site Oficial da Câmara Federal:http://www2.camara.gov.br/agencia/noticias/79840.html 


Com informações do Barão de Inohan

Marcadores: , ,

Vasco vence o Flamengo e está na final da Taça Guanabara


Diego Souza comemora o gol da virada que despachou o Fla
RIO - A campanha perfeita do Vasco na Taça Guanabara superou a escrita do Flamengo no Engenhão. De virada, o time de São Januário venceu o rival por 2 a 1 e garantiu sua vaga na decisão do primeiro turno do Carioca, com gols de Vágner Love, Alecsandro e Diego Souza. 
Foi a oitava vitória vascaína em oito partidas na competição. Já o rubro-negro sofreu sua primeira derrota em clássico carioca no estádio. O resultado também encerrou uma escrita particular do duelo: desde 2009, o clube da Gávea não perdia para o adversário. O segundo finalista da Taça GB sairá nesta quinta-feira, do duelo entre Fluminense e Botafogo, às 21h, também no Engenhão.
- Estamos de parabéns, o jogo  foi muito difícil, mas a nossa equipe estava preparada. Se não estivesse, não teria conseguido esse êxito contra o Flamengo, de quem a gente não ganhava há algum tempo - afirmou Diego Souza, autor do gol da vitória aos 32 minutos da etapa final.
O ótimo primeiro tempo foi equilibrado até na origem dos gols, ambos em erros adversários. Um presente de Nilton, aos dois minutos de jogo, deu início ao contra-ataque que resultou no golaço de Vágner Love, que deu um belo drible em Fágner e soltou a bomba de esquerda, da entrada da área. Aos 14, Juninho Pernambucano chutou de longe com veneno, Felipe falhou e Alecsandro empatou no rebote.
Deivid perde gol incrível no primeiro tempo
Comandando o meio-campo vascaíno, Juninho voltou a assustar aos 18, em cobrança de falta rente ao travessão. Aos 33, o camisa 8 bateu cruzado e Felipe, dessa vez, espalmou para longe da área. A resposta do Flamengo foi imediata, em chute de Deivid que Fernando Prass mandou para escanteio. Aos 35, o camisa 9 rubro-negro desperdiçou o que ele mesmo chamou, no intervalo, de 'o gol mais perdido' da sua vida: Leo Moura ganhou de Rodolfo, foi ao fundo, tirou de Fernando Prass e deixou o atacante livre na pequena área, mas o chute displicente parou na trave direita.
Nos minutos finais, o goleiro Felipe brilhou duas vezes, ao segurar o chute cruzado de Diego Souza, de dentro da área, e ao mostrar reflexo para espalmar a bola batida por Juninho Pernambucano, que desvio em Gustavo no meio do caminho. Na cobrança do escanteio, aos 39, Diego Souza subiu sozinho mas cabeceou à direita do gol rubro-negro.
O Vasco voltou melhor do intervalo, trabalhando a bola no ataque, embora sem conseguir levar perigo ao gol de Felipe. Já o Flamengo, sem meio-campo, dependia da ligação direta entre a defesa e os três atacantes que, isolados, eram presas fáceis para os defensores vascaínos.
Os dois técnicos mexeram quase ao mesmo tempo, por volta dos 15 minutos. No Vasco, Cristóvão Borges trocou os veteranos: saiu Juninho e entrou Felipe. No Flamengo, Bottinelli entrou no lugar de Deivid e deu mais movimentação ao ataque: em um dos seus primeiros lances deixou Vágner Love em boa condição para chutar cruzado, com perigo, aos 19. Logo depois, foi o argentino quem recebeu de Love mas bateu para fora.
O Flamengo passou a dominar o jogo, mas foi o Vasco quem matou o jogo no contra-ataque: Kim cruzou, Fágner cabeceou de peixinho e Felipe espalmou, mas Diego Souza, também de cabeça, virou a partida. Imediatamente, Joel Santana trocou Aírton por Negueba. Logo depois, Leo Moura se machucou e teve de sair para a entrada de Galhardo. Com Ronaldinho Gaúcho apagado, o Flamengo explorava o lado direito do ataque. Apesar da pressão, no entanto, o time rubro-negro não conseguiu criar uma só chance real para empatar o jogo.
Fonte: O Globo

Marcadores:

22 de fevereiro de 2012

Tumulto, desorganização e falta de segurança marcaram o encerramento do Carnaval em Maricá

Maricá, 22/2/2012 - Muita confusão. Esta foi a frase mais ouvida entre os moradores e turistas que lotaram a Praça Orlando de Barros Pimentel no centro de Maricá para assistirem ao show da cantora Preta Gil.

Desde as 19 horas, a praça e seu entorno já se encontravam apinhados de gente. Houve pouco policiamento para a quantidade de pessoas que compareceu ao evento.

Devido à falta de policiais e de seguranças, as ruas de acesso à praça viraram verdadeiros mictórios, apesar da existência de banheiros químicos espalhados nas proximidades. Na rua do Esporte Clube Maricá, por exemplo, o mau cheiro era insuportável.

O show da cantora, previsto para começar às 20 horas, teve 1 hora de atraso e durou cerca de uma hora.

No início da madrugada, por volta de 2 h, ao lado da praça, ainda com foliões exaltados e regados à sons de funk, houve uma briga, na qual ouviu-se alguns disparos de tiros de pistola. A prefeitura está tentando abafar este acontecimento, porém a imprensa já localizou uma testemunha que confirmou o fato ocorrido.

Secretário de Turismo na corda bamba


Informações colhidas por alguns funcionários e comissionados da Prefeitura, dão conta de que os dias do atual Secretário de Turismo de Maricá, Wagner Medeiros, estão contados e que sua exoneração está prevista para alguns dias após o Carnaval.

A situação do atual secretário ficou insustentável após o fiasco da festa de reveillon, na qual foram mantidas as queimas de fogos à revelia do comando da Polícia Militar que havia desautorizado o evento por falta de segurança, e como resultado, ocorreu a morte de um comerciante por manuseio indevido de um morteiro que explodiu em seu rosto causando o seu falecimento. Na época, o secretário manteve-se alheio ao fato, mantendo seu celular desligado e eximindo-se de qualquer responsabilidade alegando tratar-se, neste caso, de uma festa particular. Mas o caso não pegou bem, pois demonstrou a incompetência dos órgãos fiscalizadores da prefeitura, que não coibem esse tipo de atividade nas areias das praias, as quais são de responsabilidade da Prefeitura e por isso, necessitam de vistoria por parte do corpo de bombeiros e posteriormente autorização por parte da prefeitura.

12º BPM ordena à prefeitura encerrar o Carnaval


Em várias localidades do município, onde estavam montados os palcos da prefeitura, os shows tiveram que ser interrompidos por ordem do comando do 12º BPM. Integrantes da Banda Bloco da Cidade nem puderam subir ao palco em Corderinho, onde fariam um espetáculo, pois segundo os organizadores, a ordem era parar tudo à meia-noite.

Tentativa de estupro abalou moradores de Itaipuaçu e pedófilo quase morre linchado


Dentre tantos fatos ocorridos por causa da falta de segurança, principalmente em Itaipuaçu, onde no 2º e no 3º dia de carnaval não havia nenhum policiamento, na madrugada de domingo para segunda-feira, na orla da praia de Itaipuaçu, nas proximidades da rua Um, uma menina de apenas sete anos de idade levou uma "dedada" de um homem que, supostamente, tencionava estuprá-la.

Segundo informações, a mãe da menina estava muito alcoolizada  deixando-a solta, em total desatenção. Um homem, não identificado, aproximou-se da menina e iniciou uma espécie de 'bolinação'. As pessoas que estavam em volta só perceberam o fato quando ouviram o grito de dor da menina no momento em que o homem enfiou um dedo em sua vagina. Imediatamente, alguns rapazes que testemunharam a ação do suposto pedófilo, viram sangue escorrendo entre as pernas da menina e partiram em agressão à ele. Logo, uma multidão se formou em seu redor e iniciou um linchamento. O homem só não faleceu no local por causa de uma ambulância que surgiu, repentinamente, e o socorreu, porém, segundo testemunhas, ele ficou bastante machucado, devido à quantidade de socos e pontapés que recebeu dos populares.

Nenhum policial esteve no local e, portanto nenhuma ocorrência foi registrada na delegacia.

Carnaval violento em Inoã

Foliões de Inoã foram testemunhas de uma noite violenta na segunda-feira de carnaval, em frente a quadra poliesportiva, área da folia, quando um homem atropelou um folião na frente de centenas de pessoas. Não satisfeito, o motorista ainda passou com o carro por cima da vítima mais duas vezes e, em seguida, foi retirado do carro por populares que quiseram linchá-lo, entretanto o agressor conseguiu fugir, mas foi pego por PMs do 12º BPM, em Itaipu. O atropelador foi transferido e está preso na 82ª DP de Maricá, enquanto que a vítima encontra-se em estado grave no Hospital Municipal de Maricá.

Marcadores: , ,

Ex- Secretário move ação popular contra o Executivo e o Legislativo de Maricá

A contratação da empresa paulista Equipav para obras de pavimentação em Itaipuaçu, em Maricá, é um dos motivos para que os ex-integrantes do governo Washington Quaquá (PT), Ricardo Vieira Ferreira (ex-secretário de Transportes) e Tiago Rangel (ex-subsecretário de Meio Ambiente) entrassem com uma ação popular, em novembro de 2011, contra o chefe do Executivo e contra a Câmara Municipal pedindo a anulação da sessão extraordinária ocorrida em julho passado.

Segundo Ricardo, o prefeito de Maricá e o vice-presidente do Legislativo, Aldair Nunes, o Aldair de Linda, convocaram irregularmente a sessão durante o recesso parlamentar. O ex-secretário disse que naquela sessão foram aprovadas mensagens do Executivo e que uma delas autorizou o prefeito a movimentar R$ 156 milhões do orçamento e que parte da verba foi usada para contratar a Equipav.

“A Lei Orgânica do Município determina a criação de uma comissão na Câmara Municipal para tratar de assuntos emergenciais durante o recesso. Entretanto, a comissão teria que ser criada e presidida pelo Luciano Rangel (PRB), que também é presidente da Câmara. Mas isso não ocorreu. Além disso, o ofício convocando os vereadores foi assinado pelo vice, Aldair de Linda. Foi nesta sessão que foram aprovadas mensagens do Executivo que permitiram a contratação da Equipav e a criação de cargos na Secretaria de Esportes e Lazer”, explicou Ricardo.

Fonte: O São Gonçalo

Marcadores: , ,

21 de fevereiro de 2012

Gaviões arrasam e divertem moradores no 3º dia de Carnaval

Itaipuaçu, 21/2/2012 - O bloco dos Gaviões, com sua força total, arrasou neste penúltimo dia de Carnaval.
Apesar de nenhum policiamento ter comparecido para realizar a segurança ao grande público que esteve na Praça dos Gaviões na noite desta segunda-feira(20), tudo deu certo e a festa transcorreu na maior tranquilidade com a presença de belas mulheres.

Por volta de 21 horas, a banda de rock Veter subiu ao palco para esquentar o público apresentando clássicos do rock nacional dos anos 80. Logo depois, os Gaviões surgiram com sua excelente bateria e as vozes poderosas dos cantores Cláudio Feijão e Carvalho. O grande público se divertiu, pulando e brincando até altas horas.

Enquanto os foliões se esbaldavam na quadra dos Gaviões, a garotada se divertia nos diversos brinquedos no parque de diversões montado em frente à praça. Nesta última noite, tem mais.



Marcadores: , ,

Bloco das Piranhas e bloco do Joel agitam o Recanto dde Itaipuaçu

Itaipuaçu, 21/2/2012 - O tradicional bloco das piranhas saiu ontem (20) percorrendo a estrada da serrinha até a praia do Recanto com muitos jovens fantasiados de mulher.

Depois, a galera se aglomerou entre os bar Netuno e a pizzaria Toscana e rolou muito funk até a chegada do bloco do Joel, com sua bateria batucando ritmos de carnaval, porém quando o pessoal do bloco do Joel dispersou, o funk voltou a comer solto no local.



Veja mais fotos na nossa página do Facebook clicando aqui

Marcadores: , ,

Grave acidente na rua Um

Itaipuaçu, 21/2/2012 - Nesta segunda-feira (20), por volta das 23 horas, na rua Um, próximo à avenida 2, no bairro do Jardim Atlântico em Itaipuaçu, ocorreu um grave acidente envolvendo um pedestre e dois rapazes numa moto.

Pelo menos três fatores importantes contribuíram para o acidente: a longa reta de asfalto sem quebra-molas, o álcool e a imprudência.

Eram aproximadamente 23 horas quando um homem - não identificado - saiu de uma residência situada em frente à Rua Um, segundo populares que passavam no local, extremamente alcoolizado, quando uma motocicleta, modelo Bis, com dois rapazes, ambos sem capacete, passavam em altíssima velocidade pelo local. Porém, o homem resolveu atravessar a rua naquele exato momento sem prestar a devida atenção e foi pego em cheio pela moto, ficando os três caídos no asfalto com ferimentos graves. O atropelado, ainda segundo testemunhas, quase teve parte de sua perna decepada. Os outros dois, que estavam na moto, tiveram indícios de traumatismo craniano. Um pedaço da massa encefálica de um dos rapazes ficou encharcado de sangue no asfalto.


Duas ambulâncias do SAMU chegaram rapidamente ao local e transportaram os acidentados para o hospital municipal Conde Modesto Leal. A polícia não compareceu no local.


Marcadores: , , ,