31 de janeiro de 2012

Contra o Prefeito de Maricá, tramitam no TJ mais de vinte processos

Maricá, 31/01/2012 - Mais de 20 processos tramitam, em 1ª instância, contra o Prefeito de Maricá, Washinton Quaquá, dos quais, quase dez têm como autor o Ministério Público do Rio de Janeiro. Confira, abaixo, os inúmeros processos que tramitam, contra ele, atualmente, no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro:


TJRJ - 1ª Instância - 31/01/2012 15:01

Nome pesquisado: WASHINGTON LUIZ CARDOSO SIQUEIRA
Comarca: Todas Comarcas
Competencia: Fazenda Pública
Período: 2010 a 2012

0004225-82.2011.8.19.0031
Autor: MINISTERIO PUBLICO DO MESATDO DO RIO DE JANEIRO
Réu: WASHINGTON LUIZ CARDOSO SIQUEIRA
Fase: Ato Ordinatório Praticado
Comarca: Comarca de Maricá
Serventia: Cartório da 2ª Vara

0014872-39.2011.8.19.0031
Autor: FERNANDO RICARDO NUNES VIEIRA FERREIRA
Réu: WASHINGTON LUIZ CARDOSO SIQUEIRA
Fase: Remessa
Comarca: Comarca de Maricá
Serventia: Cartório da 2ª Vara

0001582-54.2011.8.19.0031
Autor: PAULO TARCISIO CAETANO MARINS e outro(s)...
Réu: WASHINGTON LUIZ CARDOSO SIQUEIRA (QUAQUA) e outro(s)...
Fase: Ato Ordinatório Praticado
Comarca: Comarca de Maricá
Serventia: Cartório da 2ª Vara

0001838-94.2011.8.19.0031
Autor: RONALD GOULART DA CUNHA
Réu: WASHINGTON LUIZ CARDOSO SIQUEIRA (QUAQUA) e outro(s)...
Fase: Remessa
Comarca: Comarca de Maricá
Serventia: Cartório da 2ª Vara

0001839-79.2011.8.19.0031
Autor: EDUARDO DA SILVA COMBAT e outro(s)...
Réu: WASHINGTON LUIZ CARDOSO SIQUEIRA (QUAQUA) e outro(s)...
Fase: Vista ao Advogado
Comarca: Comarca de Maricá
Serventia: Cartório da 2ª Vara

0002518-79.2011.8.19.0031
Autor: CARLOS JOSE PEREIRA DA SILVA e outro(s)...
Réu: WASHINGTON LUIZ CARDOSO SIQUEIRA (QUAQUA) e outro(s)...
Fase: Remessa
Comarca: Comarca de Maricá
Serventia: Cartório da 2ª Vara

0005841-92.2011.8.19.0031
Autor: ANDRE PONTES DE ANDRADE COSTA e outro(s)...
Réu: WASHINGTON LUIZ CARDOSO SIQUEIRA (QUAQUA) e outro(s)...
Fase: Remessa
Comarca: Comarca de Maricá
Serventia: Cartório da 2ª Vara

0006437-76.2011.8.19.0031
Autor: MUNICIPIO DE MARICA
Representante Legal: WASHINGTON LUIZ CARDOSO SIQUEIRA - PREFEITO
Fase: Ato Ordinatório Praticado
Comarca: Comarca de Maricá
Serventia: Cartório da 2ª Vara

0005223-50.2011.8.19.0031
Autor: MINISTERIO PUBLICO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
Réu: WASHINGTON LUIZ CARDOSO SIQUEIRA - QUAQUA
Fase: Remessa
Comarca: Comarca de Maricá
Serventia: Cartório da 2ª Vara

0015510-72.2011.8.19.0031
Autor: MINISTERIO PUBLICO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
Réu: WASHINGTON LUIZ CARDOSO SIQUEIRA - QUAQUA e outro(s)...
Fase: Ato Ordinatório Praticado
Comarca: Comarca de Maricá
Serventia: Cartório da 2ª Vara

0015513-27.2011.8.19.0031
Autor: MINISTERIO PUBLICO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
Réu: WASHINGTON LUIZ CARDOSO SIQUEIRA - QUAQUA e outro(s)...
Fase: Digitação de Documentos
Comarca: Comarca de Maricá
Serventia: Cartório da 2ª Vara
TJRJ - Tribunal de Justiça (2ª Instância) - 31/01/2012 15:04

Nome pesquisado: WASHINGTON LUIZ CARDOSO SIQUEIRA
Período: 2010 a 2012

0065334-30.2010.8.19.0000
REQUERENTE: TIAGO FERREIRA RANGEL
REQUERIDO: WASHINGTON LUIZ CARDOSO SIQUEIRA
Fase: Conclusão ao Relator para Despacho/Decisao
Órgão Julgador: DGJUR SECRETARIA DA SECAO CRIMINAL

024982-93.2011.8.19.0000
AGTE: WASHINGTON LUIZ CARDOSO SIQUEIRA
AGDO: MINISTERIO PUBLICO
Fase: CONCLUSAO AO RELATOR
Órgão Julgador: DECIMA PRIMEIRA CAMARA CIVEL

028626-44.2011.8.19.0000
AGTE: WASHINGTON LUIZ CARDOSO SIQUEIRA
AGDO: MINISTERIO PUBLICO
Fase: EXPEDIENTE INTERNO
Órgão Julgador: SETIMA CAMARA CIVEL

037488-04.2011.8.19.0000
AGTE: WASHINGTON LUIZ CARDOSO SIQUEIRA
AGDO: MINISTERIO PUBLICO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
Fase: CONCLUSAO AO RELATOR
Órgão Julgador: DECIMA PRIMEIRA CAMARA CIVEL

045087-91.2011.8.19.0000
AGTE: WASHINGTON LUIZ CARDOSO SIQUEIRA
AGDO: MINISTERIO PUBLICO
Fase: EXPEDICAO DE OFICIO
Órgão Julgador: DECIMA PRIMEIRA CAMARA CIVEL

058441-86.2011.8.19.0000
AGTE: WASHINGTON LUIZ CARDOSO SIQUEIRA
AGDO: MINISTERIO PUBLICO
Fase: CONCLUSAO AO RELATOR
Órgão Julgador: DECIMA PRIMEIRA CAMARA CIVEL

0016247-71.2011.8.19.0000
REMTE: MINISTERIO PUBLICO e outro
INFORMADO: WASHINGTON LUIZ CARDOSO SIQUEIRA
Fase: Observacoes Autos arquivados provisoriamente na Secretaria da Seção Criminal.
Órgão Julgador: DGJUR SECRETARIA DA SECAO CRIMINAL

0039917-41.2011.8.19.0000
REQUERENTE: FERNANDO RICARDO NUNES VIEIRA FERREIRA
REQUERIDO: WASHINGTON LUIZ CARDOSO SIQUEIRA
Fase: Expedição de documento Oficio
Órgão Julgador: DGJUR SECRETARIA DA SECAO CRIMINAL

0039987-58.2011.8.19.0000
REQUERENTE: FERNANDO RICARDO NUNES VIEIRA FERREIRA
REQUERIDO: WASHINGTON LUIZ CARDOSO SIQUEIRA
Fase: Conclusão ao Relator para Despacho/Decisao
Órgão Julgador: DGJUR SECRETARIA DA SECAO CRIMINAL

TJRJ - Juizados Especiais - 31/01/2012 15:08

Nome pesquisado: WASHINGTON LUIZ CARDOSO SIQUEIRA
Período: 2010 a 2012

0002726-63.2011.8.19.0031
Autor do Fato: WASHINGTON LUIZ CARDOSO SIQUEIRA
Fase: Conclusão ao Juiz
Comarca: Comarca de Maricá
Serventia: Cartório do Juizado Especial Adjunto Criminal

0002933-62.2011.8.19.0031
Envolvido: MARCOS NEPOMUCENO e outro(s)...
Autor do Fato: WASHINGTON LUIZ CARDOSO SIQUEIRA
Fase: Remessa
Comarca: Comarca de Maricá
Serventia: Cartório do Juizado Especial Adjunto Criminal

Marcadores: ,

Ponte no Recanto pode desabar a qualquer momento

 Itaipuaçu, 31/01/2012 - Há quase 6 meses, fizemos uma matéria denunciando o péssimo estado de conservação da ponte que faz a ligação do Condomínio horizontal Floresta do Elefante com o acesso ao cantinho da praia do Recanto, e, na ocasião, alertamos as autoridades, através da Subprefeita, Sra. Ana Azevedo, sobre o perigo iminente de desabamento da ponte e das consequências do fato caso haja vítimas, pois, frequentemente, crianças transitam sobre ela, porém até hoje nada foi feito. Reveja a reportagem clicando aqui.

Ontem (30), após recebermos, em nossa redação, um telefonema de um morador preocupado, voltamos ao local e constatamos que a situação da ponte piorou, visivelmente. Os próprios moradores do condomínio interditaram a sua passagem pregando tábuas em seus acessos, mas segundo relato de alguns moradores, as pessoas, principalmente as crianças, passam por ela mesmo assim. Entramos em contato, novamente, com a Subprefeita que nos informou estar ciente do fato e que a mesma já havia relatado o caso à secretaria de obras. Indagamos se há alguma previsão de tomada de providências da secretaria de obras e ela disse que iria contactá-los e em seguida nos retornaria, entretanto até o momento não obtivemos resposta. 

Minutos antes de publicarmos essa matéria, nosso editor Marcelo Bessa, fez mais duas tentativas de contato, por rádio, com a Subprefeita Ana Azevedo, mas ela não atendeu. 

Veja as fotos, abaixo:






Marcadores: , , , , , ,

Crise na segurança de Maricá


Desde a chegada do novo delegado da 82ª DP José William Medeiros na cidade de Maricá, uma crise se instalou na segurança pública trazendo consequências graves para a população da cidade. A Polícia Militar reclama que falta uma maior integração e a imprensa local por sua vez reclama que o novo delegado não repassa as informações para serem divulgadas.

Segundo os policiais militares a nova conduta da delegacia, administrada pelo delegado José William está dificultando o trabalho que a Polícia Militar vem desenvolvendo na cidade pelo qual vem retirando da Rua traficantes com entorpecentes e prendendo assaltantes de residências. “Em dois casos, o delegado não prendeu os meliantes sob afirmação que não havia flagrante, mesmo quando o fato era verídico. Aí fica complicado o nosso trabalho”. Comentou um Policial Militar da 4ª Cia.

Em São José do Imbassaí, a moradora Débora Lima, 36 anos, comentou sobre a situação: “Eu vejo os policiais militares trabalhando com baixos salários e vira e mexe acompanho as prisões que eles vêm efetuando. Mas eu fico decepcionada quando um ladrão é capturado e solto logo em seguida solto. Sei que a culpa nem sempre é da delegacia de Polícia, mas poderiam pelo menos fazer de tudo para deixá-los presos né?” Contou Débora.

A imprensa local procurou o delegado já no primeiro dia para uma entrevista coletiva para sua apresentação, mas José William comentou que qualquer informação teria de ser procurada na ASCOM da Polícia Civil.
O secretário de segurança de Maricá, delegado Alexandre Neto procurado por nossa equipe ressaltou a importância da união entre as polícias e comentou que o novo delegado precisa ser mais flexível e atender aos anseios da população fornecendo as informações necessárias para a imprensa local divulgar os reais acontecimentos da cidade.

Fonte: Lei Seca Maricá


Marcadores: , ,

30 de janeiro de 2012

Vila Mar é o 'Point' musical de Itaipuaçu

Itaipuaçu, 30/01/2012 - Apesar da chuva, nesta sexta-feira (27), o clima ficou muito quente no Restaurante Bar Vila Mar por conta da noite agradável proporcionada, aos seus clientes, pelos músicos da casa, Jack, Marcelo, Serginho e Macchio. Confira nos vídeos abaixo:

                             

                             

                             

                             

                             

                             

O Vila Mar fica na esquina das ruas 35 e 50 no bairro Jardim Atlântico, em Itaipuaçu, e oferece música ao vivo todas as sextas e sábados. Nas sextas-feiras a atração á jack Rocha e sua banda e no sábado, Léverton, Bruno e Val.
Oferece, também, excelente cardápio, cerveja gelada e ótimos drinks.
A casa abre de quinta a domingo.

Marcadores:

Nova ASSESI recepciona hoje no Itaipuaçu Praia Shopping

Maricá, 30/01/2012 - Hoje, no Itaipuaçu Praia Shopping, por volta de 20 horas, será realizado um evento para oficializar a reativação da ASSESI com a presença de empresários e comerciantes da região.

A nova associação comercial será composta de uma diretoria totalmente renovada, tendo à frente Gilza Abritta (veja o vídeo abaixo) e incentivará os novos comerciantes da região.

Espera-se para o evento, convidados e figuras ilustres da comunidade de Itaipuaçu.


Marcadores: ,

Covardia contra senhora de 99 anos no Hospital de Maricá

CARTA DE APELO e RELATO DA SITUAÇÃO OCORRIDA COM UMA SENHORA DE 99 ANOS  

Venho por meio desta, solicitar que seja investigado e divulgado pela mídia o pouco caso do prefeito de Maricá com a saúde pública e outras coisas mais.
O Sr. Prefeito (Washington Quaquá), nos 3 anos de governo, não investiu nenhum centavo na saúde pública do município, pelo contrário, ele demitiu todos os funcionários da saúde que já trabalhavam a muitos anos no Hospital Municipal Conde Modesto Leal (único da cidade) e acabou com o pouco atendimento que a população tinha.
Alegando que os funcionários eram da gestão anterior, ele os demitiu e prometeu contratar novos, mas até hoje o que se vê são as pessoas morrendo nas macas dentro do hospital, falta de médicos, falta de insumos, medicamentos, ambulância, etc... É divulgado pelas estatísticas atuais da prefeitura que o índice de mortalidade no hospital diminuiu, mas a verdade é outra, se 530 mortes em 2 anos e 8 meses de governo é pouco, o que será que tínhamos antes? – é só fazer uma investigação minuciosa para descobrir a realidade e o pouco caso das autoridades competentes sobre o assunto. E ele tem a cara-de-pau de vir em público, no horário nobre, na TV Globo, lógico que é matéria paga, para falar que a cidade de maricá está em primeiro lugar no combate à dengue, na vacinação infantil, que as escolas têm professores bem pagos e a educação é referência no Brasil, que ele está investindo muitos milhões em infra-estrutura, que fez o maior projeto de inclusão digital do país, etc... TUDO MENTIRA!!!!! O que ele fez foi distribuir notebooks, doados pelo governo federal, para as crianças em idade escolar. Ok, tudo bem, distribuir os computadores para acessar a internet, até aí é ótimo. Mas o que adianta um notebook para cada um dos filhos de pescadores e peões de obra se os pais não tem condições de pagar uma assinatura de internet para os filhos?
– obs: outra campanha eleitoreira; a mais nova dele é distribuir gratuitamente, uma bicicleta para cada eleitor que tenha o título eleitoral cadastrado em Maricá... Pergunto ao leitor deste artigo por que será?
Ele começou a quebrar a cidade toda, agora, no começo do último ano de mandato, por que será? Eu acho que ele pensa que o povo de Maricá é cego, surdo e mudo... Mas o que quero expressar neste momento é minha indignação pelo que ocorreu hoje com a minha avó, uma senhora de 99 anos, com cardiopatia grave e outros vários problemas de saúde por conta da idade. O que nós, familiares, não contávamos é o que viria a seguir... Bem, fiz um resumo cronológico desde o momento que detectamos o problema.

Nome: DEOLINDA VIEIRA DA MOTTA, Nascimento: 30/09/1912
Endereço: Rua 119, LT 17, QD 167 – Cordeirinho – Maricá-RJ , CEP: 24900-000

CRONOLOGIA DOS ACONTECIMENTOS 

Dia 23/01/2012: 12:10 – chega a notícia que minha avó, 99 anos, está com hemorragia, considerável grande, pelo ânus.
12:25 – faço a ligação para o Hospital Municipal Conde Modesto Leal e sou informado pela emergência que só existe um médico e que ele é clínico geral, ela me pede para ligar para a SAMU pois o Hospital não tem como remover pacientes em casa.
13:00 – tento fazer contato para o SAMU, ligação não conseguida, inúmeras vezes.
13:25 – faço uma ligação para o 193, conto a história para o atendente, o SGT Cláudio, e solicito a possibilidade deles entrarem em contato com o 192. O atendente pede meu telefone, meu nome e fala que vai entrar em contato com o SAMU e pede para eu esperar que o SAMU entrará em contato comigo. 13:45 – o SAMU (Sra. Lúcia) entra em contato com minha casa, faz-se o cadastro da minha avó, é me fornecido o nº 210 como sendo da ocorrência do SAMU, após isso, sou transferido para falar com o médico do SAMU, (Dr. Francisco), passo o estado em que a minha avó se encontra, e ele informa que dentro de no máximo 1(uma) hora, a ambulância estaria chegando na residência dela.
15:10 – entro em contato com o SAMU (192), pois a ambulância ainda não chegou e sou informado pela atendente do (Sra. Solaine) que maricá só possui 2 ambulâncias, e que as mesmas se encontravam em Niterói com pacientes. Fui informado também, pela atendente, que existia uma fila de espera para maricá e eu deveria aguardar.
16:45 – entro em contato com o SAMU novamente, pergunto a atendente (Sra.Lúcia) sobre a ambulância, sou informado que ainda não existe nenhuma previsão e que minha avó deveria esperar.
18:00 – a Sra. Josi, do SAMU entrou em contato comigo, para saber se não existia a possibilidade de eu levá-la por meios próprios para um hospital, pois ainda existiam 2(duas) pessoas na frente da minha solicitação. Informei a ela que, quando liguei para o Hospital Municipal Conde Modesto Leal, para saber se existia médico de plantão, fui informado para ligar para o SAMU para eles fazerem o primeiro atendimento e se for o caso eles mesmos transportariam a paciente para um hospital, pois as vagas são reguladas por um serviço de regulação e não podemos simplesmente chegar com a paciente no hospital por meios próprios. 19:30 – entrei em contato com a ouvidoria da Secretaria Estadual de Saúde (08000255525), falei com o atendente Vailson e fiz uma queixa sobre o ocorrido, nº protocolo: 462926, ele me informou que levaria 15 dias para obter a resposta do setor responsável. 20:00 – a Sra. Josi do SAMU ligou, novamente, para minha casa informando que a ambulância estava indo atender a minha avó.
20:30 – chega a ambulância na casa da minha avó, os enfermeiros fazem alguns procedimentos (oximetria, P.A), preenchem uma ficha com os dados dela e após alguns minutos, ligam para o médico do SAMU (Dr. Francisco).
21:10 – os enfermeiros, após passar o quadro clínico da minha avó, por telefone para o médico, resolvem por orientação dele, levá-la para o Hospital Municipal Conde Modesto Leal em Maricá, minha tia foi junto com ela na ambulância.
21:45 – chegada da minha avó ao Hospital Municipal Conde Modesto Leal, feita a ficha e aguardando o atendimento.
22:50 – minha avó é deixada numa maca sem roupa de cama, em uma sala, juntamente com uma criança de 01(um) ano com TCE, pois uma moto havia caído na cabeça dela.
23:10 – minha tia(Hercília Motta), que acompanhava minha avó, descobre que só existia um médico no Hospital. E que ele estava dormindo, pois estava cansado.

Dia 24/01/2012

08:30 – Chego ao Hospital de Maricá, levando roupa de cama para minha avó, pois o hospital não tem, vou até onde ela está, vejo algumas coisas que não deveria existir em um hospital, tais como: moscas em cima dos pacientes, latas de lixo hospitalar e material perfuro cortante, sem tampa próximo aos pacientes, fezes no chão junto as macas, banheiro com roupas sujas de fezes no chão, paredes com diversos pontos de umidade, etc..., procurei o médico de plantão, que era o Dr. José Rodrigues(Diretor do Hospital), estava atendendo na Emergência, também pudera, o Governador Sérgio Cabral estava na cidade em um evento no Colégio Cenecista de Maricá, junto com o Sr. Prefeito Quaquá, é claro que o único hospital da cidade não podia estar sem atendimento. Percebi que existia 01 ortopedista, 01 técnico de RX, 02 clínicos, 01 pediatra, 02 cirurgiões e até 01 anestesista de plantão, ou seja, o corpo médico suficiente para atender a população da cidade. Outra aberração, é que havia uma copeira uniformizada com uma roupa preta cheia de babadinhos brancos, munida de um carrinho de levar comida, iguais aqueles que vemos em hotéis, servindo cafezinho e biscoitos aos pacientes que estavam na varanda do Hospital esperando atendimento. “Parecia que eu estava em uma clínica particular da Barra da Tijuca” Seria ótimo se existisse esse corpo médico e esse atendimento de copa todos os dias dos plantões.
09:45 – ao conversar com o Dr. José Rodrigues, sou informado, por ele, que o sangue da minha avó foi colhido e estávamos aguardando o resultado para ver se ela precisaria receber transfusão de sangue ou não. 10:50 – foi confirmada a necessidade de transfusão pois ela estava dom 23% de Hematócrito, o Dr. José Rodrigues(Diretor do Hospital) fez o pedido ao Hemorio de 02(duas) bolsas de concentrado de hemácias, mas sou informado por ele que poderia demorar um pouco em virtude da distância. OBS: maricá não tem banco de sangue, pois a ANVISA o fechou por motivos de insalubridade e más condições de armazenamento do sangue.
13:00 – sou informado pela auxiliar de enfermagem, que o Hemorio só enviou uma bolsa. Em virtude disso, entrei em contato com o HFAG – Hospital de Força Aérea do Galeão, pois sou militar da FAB, e lá, consegui a outra bolsa de sangue para a minha avó.
14:30 – chega a viatura da Força Aérea com o sangue.
15:00 – é feita a transfusão de sangue na minha avó. Mas, já não se vê mais a quantidade de médicos que existia pela manhã, claro! A reunião com o Governador e o Prefeito já havia terminado, e é lógico que não existia mais a necessidade de se maquiar o serviço médico da cidade, e ele poderia voltar a ser o que sempre é, um caos!!!
17:00 – o único médico de plantão (Dr. Carlos Eduardo), me informa que minha avó vai precisar ser internada, pois seria preciso ser feito um exame (Colonoscopia) para diagnosticar o motivo do sangramento, de onde ele é oriundo e o possível tratamento; e para isso ela deveria ficar sem se alimentar(dieta zero) e fazer o preparo. Ele disse que este exame é feito, às 5ª feiras, por uma médica que vem de fora só para fazer esses procedimentos.
20:00 – deixo o hospital e minha tia fica com ela como acompanhante.

Dia 25/01/2012

08:30 – chego ao hospital e já encontro dificuldade de encontrar um médico. Encontro o mesmo médico do dia anterior (Dr. Carlos Eduardo) atendendo no ambulatório de clínica médica, ele me diz que minha avó vai para a enfermaria feminina (leito 01).
13:30 – minha avó é removida da emergência para a enfermaria. Chegando lá, minha tia, me liga via celular, e me fala que não tem roupa de cama, para eu ir a sua casa pegar lençol, travesseiro, toalha de banho, etc... e trazer também um ventilador, pois a sala era muito quente.
14:20 – chego ao hospital, com o que foi pedido por minha tia, fico sabendo que as auxiliares de enfermagem deram banho frio na minha avó com 99 anos, que absurdo! O hospital não tem água quente para dar banho nos pacientes.
17:00 – pergunto à auxiliar de enfermagem sobre o pedido do exame da minha avó, ela me responde que o médico ainda não havia feito. Peço que ela procure o médico para confeccionar o referido pedido, ela me diz que o médico só iria passar novamente, na enfermaria, no dia seguinte pela manhã e, que em virtude disso, não tinha como solicitar o pedido, fico indignado com a situação e me retiro do hospital.
18:00 – ligo para minha tia, que estava como acompanhante, pergunto sobre o estado da minha avó. Ela me diz que está tudo bem, mas minha avó estava com o rosto um pouco inchado e os olhos colados com uma secreção um pouco amarelada.
18:10 – entro em contato com uma amiga que é médica cirurgiã vascular, informo sobre o que minha tia disse sobre o inchaço, ela me informa que é em virtude do excesso de líquido ministrado via venosa e pela falta de proteína, pois ela estava desde o dia 23 sem ingerir nenhum tipo de alimento via oral, somente o soro. E que em virtude disso, a minha avó poderia acumular líquido na pleura, pois ela estaria “encharcada” e isso poderia evoluir em uma pneumonia, que na idade dela, seria um fator muito perigoso. Mas como minha ela iria fazer o exame de Colonoscopia no dia seguinte, eu deveria esperar um pouco mais, e ver o que seria diagnosticado, para então, tomar as providências.

Dia 26/01/2012 

09:00 – chego ao hospital.
10:40 – falo com a Chefe de Enfermagem Simone sobre o exame da minha avó, ela me informa que não havia o pedido e o médico que passou pela manhã deixou a solicitação, mas, não havia a marcação, porém ela iria falar com a médica, assim que ela chegasse no hospital, por volta das 16:00h, para realizar os procedimentos, informou também que já existiam outros pacientes aguardando a chegada da médica para fazer os exames.
16:40 – liguei para minha tia, perguntei como andava as coisas por lá, ela me disse que estava tudo na mesma, que ninguém havia falado nada. Pedi a ela para procurar a Enfermeira Simone e saber se ela conseguiu falar com a médica, e o que ficou resolvido, pois minha avó já estava sem comer nada a 4(quatro) dias e se não fosse fazer o exame, ela deveria se alimentar.
17:00 – retornei a ligação para minha tia, ela me disse que a médica ainda não havia chegado e que a enfermeira Simone pediu para voltar às 17:30h pois a médica deveria estar chegando.
17:45 – retornei a ligação e, de acordo com informações obtidas, pela enfermeira Simone, a médica não viria mais ao Hospital.
21:00 – ligo para o Hospital, peço para falar com o médico de plantão. O atendente da recepção me passou para a enfermagem da Emergência, a auxiliar de enfermagem me falou que não havia médico de plantão no momento. Eu, naquele instante, tomei uma atitude, entrei em contato com minha tia e informei que iria ao Hospital saber o que estava acontecendo por lá.
21:30 – chego ao Hospital junto com minha esposa, para nossa surpresa estava lá o repórter Pery Salgado do Jornal Barão de Inohan, relatando a situação caótica que se encontrava o hospital, minha esposa deu seu depoimento, indignada com tudo que vimos e passamos nesses dias.
Entrei no hospital e não existia médico de plantão, o hospital estava entregue aos Auxiliares e a duas Técnicas de Enfermagem. Informei que iria retirar minha avó do Hospital naquele momento, como pode um Hospital funcionando sem um médico?
22:00 – Retirei minha avó do hospital. 


Dia 27/01/2012

Notícias divulgadas pela Internet 14:00 – BOMBA!!! Segundo fontes, a Organização Social (OS) – MED VIDA, que administra o hospital municipal de Maricá, meteu o pé. É isso mesmo. Com os médicos sem receber, os mesmos não estão comparecendo ao serviço, o que levou a OS a abandonar a causa. O hospital municipal de Maricá deve permanecer fechado todo o final de semana. Passarei os próximos dias em oração para que nenhum cidadão maricaense necessite de urgência médica. O final dos tempos se aproxima de Maricá com a velocidade de um cataclisma nuclear. Peço a todos que divulguem o máximo possível, a todo os meios de comunicação, para que alguma providência seja tomada. ASSASSINOS!!! Veja outra reportagem no link abaixo: http://www.leisecamarica.com.br/2012/01/crise-na-saude-deixa-hospital-com.html Espero que alguém possa nos ajudar, pois, a cidade de Maricá-RJ, é composta na sua grande maioria de pessoas com pouco poder aquisitivo e pessoas humildes, só existe um único hospital e é desumano o que esse prefeito está fazendo com essas pessoas, que o elegeu, mas não tem um mínimo de retorno por parte dele. Ao invés de gastar dinheiro público com shows eleitoreiros, como por exemplo, o show do cantor Dudu Nobre, a inauguração do início de uma obra que não começou até o dia de hoje. Gastou uma quantia de aproximadamente R$40.000,00 pelo show, o que, poderia pagar o salário de vários médicos, enfermeiros, etc... para atender a população da cidade. Existem outras barbaridades feitas pelo prefeito e seus secretários, que não daria para escrever, só mesmo vocês vindo aqui na cidade e perguntando ao povo, não adianta procurar os secretários e empregados da Prefeitura, pois estes estão comprados. Vocês devem procurar os bairros mais carentes, mais distantes do centro da cidade, como por exemplo: CORDEIRINHO, CAXITO, CONDOMÍNIO MARINELÂNDIA, CAJÚ, PONTE PRETA, BAMBUÍ, ETC... Aproveito a oportunidade para informar que já houveram dois pedidos de "impeachement" do prefeito, mas algumas pessoas ligadas à cúpula da Prefeitura, que não querem se identificar para evitar represálias, contam que, horas antes de haver a votação na Câmara Municipal de Maricá, o Sr. Quaquá pediu uma reunião com os vereadores e ofereceu algo para cada um deles, em troca de votarem contra sua cassação. Não sei ao certo qual foi o combinado, mas sei que na hora H, todos votaram pela permanência do prefeito. Outro fato a ser investigado é o número processos, tramitando pelo MP do estado do RJ, por diversas acusações: improbidade administrativa; mau uso do dinheiro público, etc... E nenhuma ação dessas, até agora, surtiu nenhum tipo de punição aos responsáveis.
Desde já agradeço e me coloco a disposição para qualquer dúvida. Já que gosto de tudo justo e perfeito.’. Atenciosamente;

 Antonio Márcio T.’.F.’.A.’.

Fonte: Barão de Inohan

Marcadores: , , ,

Hospital de Maricá está sem médicos

Maricá, 30/01/2012 - Neste sábado nossa equipe esteve no Hospital Municipal Conde Modesto Leal e constatou o descaso com os pacientes, além da falta de médicos.
Desde o dia 12, quinta- feira retrasada, o cidadão, morador de Inoã, Fábio Rosa dos Santos, passa por momentos difíceis dentro do hospital, sendo assistido somente por enfermeiras e está, assim como outros pacientes internados, jogado à própria sorte, correndo sérios riscos, tanto de falecimento como de infecção hospitalar.

Com várias fraturas e precisando de cirurgia urgente, Fábio aguarda por uma transferência, pois, embora para o Ministério da Saúde, como comprovamos reportagem anterior, o hospital Conde Modesto Leal seja considerado de 1º mundo, muito bem equipado e com um quadro de profissionais invejável, não tem a mínima condição de operar paciente algum. Na noite anterior, sexta-feira, Fábio precisou fazer uma transfusão sanguínea e o próprio irmão dele, Alexandre, teve que ir buscar duas bolsas de sangue, no Rio, em seu próprio veículo.

Assim que nossa equipe chegou no hospital, perguntamos por algum responsável pela administração e fomos informados que não havia ninguém. Após muita insistência, conseguimos o celular do chefe de plantão, Sr. Rodrigo, que também não se encontrava no hospital naquele momento. Conseguimos contato com ele e o mesmo nos informou que não podia dar nenhuma declaração, pois havia sido suspenso pela direção do hospital e, inclusive, com grandes possibilidades de ser demitido por causa de declarações suas feitas a um jornal local na semana passada. Continuamos insistindo e conseguimos através de um outro funcionário que preferiu não se identificar, o telefone do diretor do hospital, Sr. Jorge Otávio. Fizemos contato com ele, que nos informou estar fora do Estado e pediu-nos que entrasse em contato com ele durante a próxima semana.

Além de Fábio, outras pessoas encontram-se internadas aguardando transferência e cirurgia, há semanas.
Encontramos um senhor que estava desde cedo no hospital e há dias tentando uma avaliação médica para poder voltar ao trabalho, porém, como não há médicos, a situação dele está cada vez mais difícil, correndo risco, inclusive, de perder o seu emprego.

A falta de médicos no hospital é por causa da falta de pagamento dos salários do mês de dezembro. A situação da Saúde em Maricá está caótica e vergonhosa. Os Postos de Saúde também estão sem médicos e alguns até fechados. O Secretário de Saúde, Sr. Carlos Alberto Malta Carpi, continua com seu paradeiro desconhecido.


                            

      Médico do SAMU tenta intimidar irmão de Fábio no pátio do Hospital Conde Modesto Leal 

                            
                                                   
                                                        Esposa de Fábio desesperada

                            

                                                    Trabalhador pode perder o emprego

                            

Marcadores: , , , ,

27 de janeiro de 2012

Vítima de atropelamento continua no hospital entregue à própria sorte correndo risco de morte

Maricá, 27/01/2012 - conforme nossa reportagem publicada no início da semana (http://www.itaipuacusite.com.br/2012/01/morador-acidentado-espera-ha-uma-semana.html), o morador Fábio Rosa dos Santos (30), atropelado num acostamento em Inoã, na quinta feira retrasada (19), continua internado no Hospital Conde Modesto Leal precisando de cirurgia urgente.

Informações desencontradas

Rose Castro: indignada
Com múltiplas fraturas pelo corpo, Fábio está entregue à própria sorte. Segundo informações da moradora e líder comunitária do bairro Jardim Atlântico em Itaipuaçu, Rose Castro, que acompanha o caso desde a sua internação, no último domingo (22), quando esteve no hospital, informaram-na de que não poderiam operá-lo, sob o pretexto de que seu quadro precisaria se estabilizar, primeiro. No dia seguinte, segunda-feira, Fábio, já sem os aparelhos que o ajudavam a respirar, disseram-na que ele poderia ser operado até as próximas 48 horas, ou seja, no mais tardar na terça-feira. Porém, o fato é que, embora seu quadro clínico tenha melhorado, até hoje (27), ele não foi operado e, para piorar sua situação, uma das fraturas se rompeu e uma enfermeira que não quis se identificar avisou que o paciente necessita de cirurgia urgente, pois se não, há enormes possibilidades de o mesmo pegar infecção que poderá levá-lo a óbito.

César, Ouvidor do Município
Rose Castro está indignada com o tamanho do descaso do poder público, especialmente, do Prefeito e do Secretário de Saúde, pois também obteve informações de funcionários do hospital, dando conta de que não há médico trabalhando. A própria Rose, tentou ligar inúmeras vezes para o número de celular de um cartão fornecido à ela pelo próprio Prefeito Quaquá, mas ele não atende ou só consta desligado. Resolveu ligar, então, para o gabinete dele. Atendida por um funcionário identificado como Rafael, foi informada de que o Prefeito encontra-se fora do município:

-Eu liguei para o telefone 99623011 que o Prefeito me passou, mas ninguém atende. Liguei para o telefone 26378585 e fui atendida pelo Sr. Rafael; pedi para falar com o Prefeito e ele me informou que o mesmo estava fora do Município e me deu o telefone 37311060  da chefe de gabinete. Nesse número, falei com Patricia a quem relatei o caso. Ela disse que tentaria falar com o Secretário de Saúde e anotou o número do meu telefone. Há pouco recebi a ligação de uma senhora que não tenho muita certeza do nome pois eu estava tão irritada que não anotei, acho que o nome era Agda. Ela me informou que o Fábio não seria operado no Hospital de Maricá, porque, lá, não teria recurso  e que ele estava na fila da Regulação e poderia ser transferrido a qualquer momento. Minutos depois recebi a ligação do Sr. César, ouvidor, que foi muito solicito e disse que ligaria para o hospital para obter informações do caso. Logo após, o mesmo me retornou dizendo que o Fábio será operado em Maricá, pois o hospital tem recurso para operá-lo. Eu indaguei sobre os desencontros das informações e ele me informou que a informação dele é o que consta do Boletim do Fábio. E que os médicos aguardam a estabilização do paciente para operá-lo. Além desse caso, ainda temos, no mesmo hospital, a senhora Alessandra aguardando, desde domingo, para operar o fêmur. Ela não está debilitada; só precisa da cirurgia. O que está realmente acontecendo? - indaga Rose Castro.

Mortes à vista

Malta Carpi, Secret. de Saúde: incomunicável
Hoje, pela manhã, nos principais sites de relacionamento, como twitter e facebook, uma notícia bomba trouxe mais preocupação à população. Veja um dos textos, publicado no Facebook:

"BOMBA!!! Segundo fontes, a Organização Social (OS) que administra o hospital municipal de Maricá, meteu o pé. É isso mesmo. Com os médicos sem receber, os mesmos não estão comparecendo ao serviço, o que levou a OS a abandonar a causa. O hospital municipal de Maricá deve permanecer fechado todo o final de semana. Passarei os próximos dias em oração para que nenhum cidadão maricaense necessite de urgência médica. O final dos tempos se aproxima de Maricá com a velocidade de um cataclisma nuclear. Peço a todos que divulguem o máximo possível, a todo os meios de comunicação, para que alguma providência seja tomada. ASSASSINOS!!!"

Após tomarmos ciência desta notícia bomba, ligamos para o gabinete do Secretário de Saúde, Carlos Alberto Malta Carpi, para ouvir sua declaração a respeito desse suposto 'boato', entretanto fomos informados de que o Secretário não estava. Fomos atendidos pelo Subsecretário de Saúde, Oto Bahia, que desmentiu a notícia. - Não existe a menor possibilidade do hospital fechar!, exclamou, ao telefone. Perguntamos ainda se a Organização Social - Med Vida - que administra o hospital estaria de malas prontas para abandonar a gestão, Oto disse que isso não é verdade. Segundo ele próprio, a "Med Vida" continua à frente na direção do Conde Modesto Leal.

Nota da redação
O Itaipuaçu Site estará de plantão, nesse final de semana, no Hospital Municipal, para acompanhar de perto os últimos acontecimentos.

Marcadores: , , , , , ,

26 de janeiro de 2012

Após mais uma promessa de Quaquá não cumprida, moradora fica de saia justa com a vizinhança

Maricá, 26/01/2012 - No último domingo (22), a líder comunitária e moradora do bairro jardim Atlântico, Nina Sieczko, realizou um evento na rua 63, onde recebeu, além dos amigos e imprensa, figuras ilustres da região, entre eles o ex-prefeito Uilton Viana, para a devolução do dinheiro, doado pelos moradores do local, para a construção de uma nova ponte no local.

Segundo declarações da própria Nina, o Prefeito Washington Quaquá prometeu construir a ponte que atravessaria o canal naquela localidade, no entanto não cumpriu o prometido, além de proibir os moradores  de realizarem a construção por iniciativa própria. Então, Nina, se prontificou em devolver o dinheiro para os moradores vizinhos doadores, porém ninguém quer aceitar a devolução do dinheiro. Todos querem a ponte.
Confira, abaixo, a entrevista completa com Nina Sieczko:

                             

Marcadores: , , , , , , , ,

Piscina em terreno abandonado leva perigo à saúde da população

Itaipuaçu, 26/01/2012 - Após mais uma denúncia enviada à nossa redação, dessa vez, através do líder comunitário Eduardo Carvalho. Segundo ele, na esquina das ruas 90 com a 116, existe um terreno murado, onde em seu interior, há uma piscina de fibra de vidro, cheia, porém abandonada. Essa informação chegou até ele através dos moradores da localidade que estão preocupadíssimos com esse abandono, pois a água da piscina está estagnada, sem receber tratamento há meses.

Essa preocupação, demonstrada pelos moradores, é com relação à proliferação do mosquito da dengue e, além disso, caso haja algum surto da doença na região, a inexistência de médicos e de ambulâncias nos postos de saúde preocupam ainda mais.


Segundo informações da vizinhança, o proprietário, logo após adquirir o lote de terreno, iniciou um canteiro de obras para construir uma casa. Como em seu projeto constava a instalação de uma piscina e, temeroso de que após o término da construção da casa não teria como levar a piscina para o interior do terreno devido ao posicionamento da casa na parte da frente do terreno, resolveu iniciar a obra com a instalação da piscina. Entretanto, a obra parou e a partir de então o terreno encontra-se abandonado.

Nota do Editor

Nossa equipe vem, há dias, desde o início da semana, tentando um contato com o Secretário de Saúde do município, mas sua assessoria alega que ele encontra-se viajando.

Marcadores: , , , ,

Médicos de Maricá denunciam desmandos

Maricá, 26/01/2012 - Graves denúncias chegaram à nossa redação, ontem (25). Segundo depoimento de médicos que trabalham no hospital Conde Modesto Leal, mas que preferem não ser identificados para não sofrerem represálias, estão sendo perseguidos e coagidos, pela direção da empresa Med Vida, a não revelar a verdade dos fatos ocorridos dentro do hospital.

Segue abaixo o relato de um médico, servidor de carreira, do hospital municipal Conde Modesto Leal, em Maricá:

- Somos os Médicos do Hospital Municipal de Maricá, aqueles que se dedicam e salvam vidas no único serviço de saúde de emergência da cidade. Estamos sendo humilhados, alguns perseguidos e demitidos por cobrar da direção da Empresa Med Vida o pagamento dos salários em dia - ainda não recebemos o salário de dezembro de 2011 e melhores condições de trabalho. Não houve reforma. Pintaram o quarto dos médicos e a fachada do hospital. Não houve investimento em equipamentos e nem mobiliário. A direção da empresa é omissa, e agora conta com a anuência do Dr José Rodrigues, médico diretor clínico ganhando 15.000 por mês para acuar os médicos, e fazê-los trabalhar sem condições e com salários sem previsão. Repetimos que não é a primeira vez - é a quarta em 6 meses - os salários de novembro de 2011 saíram após o natal. As famílias dos funcionários estão em desespero. O Secretário de Saúde não se posiciona e não atende os colegas. Chegamos no limite das nossas profissões - sendo coagidos a não revelar o que se esconde dentro das portas do hospital. O que querem com isso?? Jogar os médicos contra a população?? Pedimos ajuda!!

Marcadores: , , ,

Três prédios desabam no centro do Rio


Três prédios desabaram um pouco antes das 21h desta quarta-feira (25) na região da Rua Treze de Maio, no Centro do Rio de Janeiro, bem atrás do Theatro Municipal, segundo informações do Centro de Operações da Prefeitura. Cinco feridos já chegaram ao Hospital Souza Aguiar, também no Centro da cidade. Familiares procuram no hospital desaparecidos que estariam nos prédios.

Em entrevista, o prefeito Eduardo Paes afirmou que foram atingidos um prédio de dez andares e outro de 20 andares. "Aparentemente não foi uma explosão, o desabamento aconteceu por um dano estrutural no prédio. Acredito que não tenha sido vazamento de gás", disse o prefeito, que anunciou a abertura de um posto de informações em frente à agencia da Caixa Econômica Federal, na esquina das avenidas Chile e Rio Branco. Os vídeos acima foram enviados ao VC no G1 pelo leitor Elias de Oliveira, que estava na Cinelândia no momento do desabamento.

De acordo com a empresária Zilene Bernardino, que trabalha no local, o prédio de dez andares fica na Rua Manuel de Carvalho, esquina com Treze de Maio, e o outro na própria Treze de Maio. Um terceiro prédio, de menores proporções, também pode ter desabado, segundo testemunhas. Mapa de área do desaabamento (Foto: Arte/G1)

Menos de uma hora depois dos desabamentos, a Defesa Civil Estadual informou que a tragédia deixou 11 vítimas, sem detalhar mortos e feridos. Cinco dos feridos receberam atendimento no Hospital Souza Aguiar: quatro homens (dois de 37 anos, um de 31 e um de 50 anos) e uma mulher de 28 anos. O quadro mais grave é o da mulher, que teve lesão no couro cabeludo e vai ter que passar por cirurgia.

Um zelador e um operário, que estava dentro de um elevador, estão entre os feridos retirados com vida dos escombros. As informações são do coronel Sérgio Simões, secretário estadual de Defesa Civil. Ainda de acordo com o coronel, as buscas se concentram em dois pontos sinalizados com a ajuda de cães farejadores.

Uma moradora de um prédio vizinho relatou que três andares de um dos prédios passavam por reforma. "De repente, ouvimos um grande barulho e começou a voar tudo", contou a argentina Devora Galavardo, que mora há seis meses em frente ao prédio que desabou.

O analista de sistemas Fernando Amaro conta que pelo menos cinco pessoas de sua empresa que participavam de um treinamento estariam dentro de um dos prédios que desabou.

Amigos e parentes cercam o local em busca de informações sobre pessoas que trabalham na região, enquanto a Guarda Municipal impede a aproximação, pelo temor de dano estrutural às construções vizinhas.

De acordo com a assessoria do Corpo de Bombeiros, há 60 homens da corporação no local do desabamento atuando no trabalho de socorro. Há bombeiros dos quartéis da Barra da Tijuca, de São Cristóvão e do Centro. Há 14 viaturas entre ambulâncias, caminhões de água e de escada magirus. O prefeito Eduardo Paes está no local.

De acordo com informações do Centro de Operações da prefeitura, a Avenida Almirante Barroso, entre a Rua Senador Dantas e Avenida Rio Branco, está interditada em ambos os sentidos. No twitter do Centro de Operações, a prefeitura faz um alerta: "Atenção motoristas! Evite a região da Cinelândia, Carioca e Rio Branco para não atrapalhar os trabalhos dos Bombeiros e Defesa Civil".

Segundo o Metrô Rio, as estações da Presidente Vargas, Uruguaiana, Carioca e Cinelândia foram fechadas. Com isso, a Linha 1 vai de Ipanema até a Glória e Linha 2, até Central.

O Centro de Operações Rio informou ainda que as linhas de ônibus 180 e 184, que passam pelo metrô do Largo do Machado até a Central, estão sendo reforçadas por conta do fechamento de quatro estações do metrô.

A Light desligou a luz nos arredores para evitar incêndios. Vinte viaturas da polícia foram acionadas para isolar a área.

Em nota oficial, o Theatro Municipal informou que o desabamento do edifício da rua Treze de Maio não causou prejuízos ao prédio, nem danos estruturais. A única parte atingida por escombros foi a bilheteria, no prédio anexo. Nenhum funcionário foi atingido.

Fonte: Barão de Inohan

Marcadores: ,

25 de janeiro de 2012

Morador acidentado espera há uma semana por cirurgia no hospital de Maricá

Maricá, 25/01/2012 - Na última quinta-feira (19), Fabio Rosa Martins, de 30 anos, foi brutalmente atropelado em Inoã, Maricá, na altura do Km 15 da rodovia Amaral Peixoto, enquanto andava pelo acostamento da estrada, sofrendo fraturas diversas.

Após o acidente, Fabio ficou caído no chão esperando socorro
Foto: O São Gonçalo
Após ter sido socorrido por uma equipe do SAMU, ainda no local, foi encaminhado para o hospital municipal Conde Modesto Leal, onde permanece até hoje (25) aguardando transferência, já que o hospital de Maricá não oferece condições mínimas para o seu tratamento que requer cirurgia urgente.

Nossa reportagem foi até a secretaria de saúde para falar sobre o caso com o secretário Carlos Alberto Malta Carpi, porém fomos informados de que o mesmo encontra-se em Brasília.

Seu irmão, preocupado com tamanho descaso, procurou-nos em nossa redação para denunciar o fato. Confira, a seguir, a entrevista completa:

                           


Marcadores: , , , ,

População de Maricá se revolta no lançamento do 'Renda Melhor'


Maricá, 25/01/2012 - Ontem (24), um grande tumulto se formou na entrada do colégio Cenecista. Tudo aconteceu por causa de telegramas enviados, pela prefeitura, para as residências dos moradores, nos quais aludiam a uma convocação para que comparecessem ao evento, levando o cartão do bolsa família e documentos pessoais para cadastramento no programa 'Renda Melhor'- uma nova versão do ' Bolsa Família'.

Criança deficiente sofre com o calor
Às 6 horas da manhã, populares já se encontravam no local e a partir daí foi formada uma grande fila que chegou a ter quase 1 km de extensão.

Debaixo de um sol escaldante, as pessoas, entre elas crianças e idosos, sofreram com o forte calor e o descaso dos organizadores. Por volta de 10 horas, o portão foi fechado, deixando uma imensa multidão do lado de fora, sem nenhuma satisfação. Antes, porém, funcionários da prefeitura distribuíram bandeirinhas vermelhas com a propaganda da nova marca da prefeitura, "Nova Maricá", e jornais contendo propagandas pró prefeitura, praticando, sem a menor cerimônia e na frente de toda imprensa ali presente, crime eleitoral.


Num determinado momento, a população revoltada demonstrou toda sua insatisfação e ensaiaram vaias e gritos de 'fora Quaquá', mas foram intimidados pelos funcionários comissionados da prefeitura que já lotavam o interior e o entorno do colégio onde seria realizado o evento.

Nossa equipe esteve presente no local e registrou todo esse descaso com a população, no qual o prefeito Quaquá tenta usar o povo como veículo de propaganda para impressionar o governador Sérgio Cabral que compareceria ao evento. Confira a reportagem no vídeo abaixo:


                           

Marcadores: , , , , ,

24 de janeiro de 2012

Gaviões de Itaipuaçu é só alegria!

Maricá,24/01/2012 - Neste sábado (21), o bloco carnavalesco Gaviões de Itaipuaçu fizeram um ensaio aberto ao público no bar Minha Comade, na avenida 1, em Itaipuaçu, com muito sucesso.

O público lotou o bar e caiu no samba. Segundo um de seus diretores, Jorge dos Gaviões e sua esposa Suely Dias, que há 9 anos organizam o carnaval em Itaipuaçu, estima-se, para esse ano, um público record de aproximadamente 7 mil foliões por dia na Praça dos Gaviões.

Confira, abaixo, o vídeo especial do ensaio dos Gaviões de Itaipuaçu:

                              

Marcadores: , , , ,

23 de janeiro de 2012

Em Itaipuaçu, deficientes pedem providências para acesso à calçada

Itaipuaçu, 23/01/2012 - Ontem, domingo (22), pela manhã, recebemos em nossa redação uma reclamação de um casal de trabalhadores deficientes, Paulo Roberto e Silvana, que possuem um quiosque na praça em frente ao posto Ale, na qual pedem que sejam tomadas providências para que um depósito de vasilhames da Ambev, instalado na calçada do supermercado Summer, seja retirado, pois além de não possuir serventia, está obstruindo a passagem de pedestres.



 Confira a reportagem completa, abaixo, na qual o gerente do supermercado, Sr. Marcos, informa que já foi feito o pedido para a retirada do depósito:


                           

Marcadores: , , , ,

Final de semana com muita música, praia e pôr-do-sol em Itaipuaçu

Jack e Val, juntas no palco
Itaipuaçu, 22/01/2012 - Quem esteve em Itaipuaçu, curtindo o feriado neste fim de semana, teve várias opções de lazer, sem contar que deu praia direto. Já na 'sexta' à noite, Jack Rocha subiu ao palco do Vila Mar, que por sua vez recebeu um bom público, acompanhada dos músicos Macchio (percussão), Serginho (baixo) e Marcelo (violão), cantou clássicos da MPB, do pop e do samba. Mais dois eventos aconteciam, simultaneamente: Na praia do recanto  um 'luau' com show de uma banda com excelentes músicos, dentre os quais, o baterista Marcelinho e, no Jardim Atlântico, na rua 58, um 'Rave" agitava a garotada.

O dia de sábado nasceu lindo e aqueles que permaneceram na praia viram um belo raiar do dia.

O Vila Mar recebeu um bom público
Durante o dia, praia. A cidade estava cheia. Havia turistas de tudo quanto era canto: São Gonçalo, Caxias, Magé...sem contar também que a garotada nativa, já próximo do finalzinho das férias, está quase toda na cidade. Um fato novo tem se desenhado; Tanto a avenida Zumbi dos Palmares - antiga av.1 - direção barroco, quanto a avenida beira-mar e a rua 1, ficaram bastante congestionadas em determinados momentos.

No início da noitinha, com céu claro, as estrelas surgiram e lá permaneceram noite adentro. Enquanto o bloco dos gaviões (aguarde. Em breve, matéria especial do ensaio dos Gaviões) esquentava seus tamborins no "Minha Comade", Léverton, Bruno e Val, a pequena notável, começavam o seu show no palco do Vila Mar e, tanto um quanto outro, arrasaram.


Ontem, domingo, o dia não podia ser diferente; sol, praia, peixinho na brasa, futebol, pula-pula...


Quem ficou na praia até o final pôde ver um pôr-do-sol maravilhoso.

Confira, abaixo, os vídeos dos shows da sexta-feira e do sábado, com as cantoras Jack Rocha e Val, no Vila Mar:

                            
Jack Rocha e Banda, sexta à noite, no palco do Vila Mar

                            
Jack Rocha e Banda, sexta à noite, no palco do Vila Mar


                            
Val, sábado, no palco do Vila Mar
                         

                            

                            

Marcadores: ,

Jornalista maricaense lança livro na ABI

Maricá, 23/01/2012 - Hoje, às 18 horas, na ABI (Associação Brasileira de Imprensa) haverá o lançamento do livro "A legalidade e outros pensamentos conclusivos" - pela Editora Nitpress - do grande escritor e jornalista maricaense Apio Gomes.

Apio Gomes
No livro A Legalidade e outros pensamentos conclusivos de Leonel Brizola o herdeiro do Trabalhismo dá – na primeira pessoa – a sua opinião sobre diversos temas políticos atuais - através de transcrições de suas falas recolhidas ao longo dos anos pelos organizadores – Osvaldo Maneschy, Apio Gomes, Paulo Becker e Madalena Sapucaia - que somam mais de 300 horas de gravação de palestras, discursos e entrevistas, entre 1991 e 2004.

A primeira parte da obra, publicada pela Editora Nitpress, é totalmente dedicada ao movimento da Legalidade de 1961 liderado por Leonel Brizola a partir do Rio Grande do Sul, que uniu o Brasil e derrotou os golpistas que tentaram impedir a posse de João Goulart - episódio do qual Brizola tirou uma grande lição: os golpes só prevalecem na desinformação. A Cadeia da Legalidade, a partir da encampação pelo governo gaúcho da Rádio Guaíba, reuniu espontaneamente mais de 100 emissoras de rádio, encurralando os militares golpistas na opinião pública nacional, majoritariamente contra o golpe. Mas do episódio Brizola cultivou grande frustração a ponto de dizer, em 2001, na fase conclusiva de sua vida: “Na Legalidade, perdemos uma chance que a História nos deu de bandeja”. Brizola queria enfrentar os militares golpistas e fechar o Congresso Nacional convocando, logo em seguida, uma Constituinte. Mas Jango conciliou e veio o golpe de 1964. Um CD acompanha o livro onde uma parte dos fatos relacionados à Legalidade é narrada pelo próprio Brizola. Já a segunda parte é uma reedição do livro originalmente publicado em 1994 com o título Com a palavra, Leonel Brizola, onde o ex-governador, também na primeira pessoa, fala sobre processo social, Trabalhismo, economia, getulismo, problemas brasileiros, política, mídia, golpe de 64, violência e pobreza, entre outros temas.

O prefácio é assinado pelo jornalista Paulo Henrique Amorim. O livro estará disponível ao público a partir do dia 23 de janeiro nas melhores livrarias ou pela Internet, através da loja online da Editora Nitpress, no endereço www.nitpress.com.br. A obra é parte de um projeto maior voltado à preservação das palavras e idéias de Brizola que desdobrará em novo livro, em futuro próximo, mais extenso e detalhado - cujo título ainda provisório é Leonel Brizola, outras reflexões.

A ABI fica no Rio de Janeiro, na Rua Araújo Porto Alegre Nº 71 - Centro, e haverá ampla cobertura da imprensa, iclusive de Maricá. Amanhã, o Itaipuaçu Site publicará fotos e informações sobre este importante evento da cultura maricaense.

Marcadores: , , ,

21 de janeiro de 2012

Hoje à noite, em Itaipuaçu, tem ensaio dos Gaviões

Itaipuaçu, 21/01/2012 - Hoje, a partir das 22 horas, no bar Minha Comadre, o Bloco Gaviões de Itaipuaçu fará um ensaio e promete agitar a noite com muita batucada e muito samba enredo.

O evento já é tradicional na região. Sábado passado, o público lotou o "Minha Comadre" e se divertiu a valer.
Veja, abaixo, as fotos do ensaio dos Gaviões, na semana passada:






Fotos de Suely Dias

Marcadores: , ,

20 de janeiro de 2012

Vários acidentes com mortes hoje, marcam o início do feriadão

Maricá, 20/01/2012 - Hoje, sexta-feira, início de feriado no Rio de Janeiro, foi marcada por vários acidentes ocorridos no município de Maricá e adjacências.

Logo bem cedinho, às 6 horas, na Avenida Central, no bairro de Guaratiba, um motociclista caiu de sua moto e, com ferimentos leves, foi levado ao Hospital Municipal Conde Modesto Leal. às 10:00 h, outro motociclista perdeu o controle de sua moto e foi ao chão, dessa vez, na Rodovia Amaral Peixoto, próximo ao Km 35, sentido Cabo Frio.

Foto: Marcelo Bessa / Itaipuaçu Site
Também com ferimentos leves, foi encaminhado ao HCML. Cerca de uma hora depois, outro acidente na mesma rodovia, altura do Km32, envolvendo um caminhão baú que tombou para fora da pista devido a estouro de um dos pneus. O motorista e dois ajudantes, por sorte, não se feriram. Nesse mesmo horário ocorreram mais dois acidentes. Um no início da Serrinha de Itaipuaçu, um peugeot bateu no muro em uma curva, mas ninguém se feriu, porém o veículo ficou bastante avariado. O outro, em Itaipú, próximo do retorno antes do Shopping Multi Center, um motociclista, morador de Itaipuaçu, conhecido como Fernandinho, morreu instantaneamente ao ter sido abalroado por um veículo, não identificado, que avançara o sinal e fugiu após o acidente.
Foto: Fernando Fernandes / Lei Seca Maricá

Outro acidente fatal aconteceu na altura do Km15, quase em frente ao DPO de Inoã, na Rodovia Amaral peixoto, por volta de 15 horas, quando uma Kombi, com placa de São Paulo, chocou-se com um caminhão e o motorista, identificado como sendo Paulo Costa de Oliveira, de 52 anos, ficou preso às ferragens e acabou  falecendo a caminho do hospital. Segundo o motorista do caminhão, ele seguia na pista em direção ao Rio quando sentiu um forte impacto na traseira do seu veículo. Supõe-se que o motorista da Kombi dormira ao volante, pois não encontraram, na pista, marcas de frenagem.
Foto extraída do Lei Seca Maricá

Marcadores: , ,

UPA 24h de Maricá está quase pronta

Maricá, 20/01/2012 - Hoje, pela manhã, nossa equipe foi até Inoã, distrito de Maricá, região metropolitana do Rio de Janeiro, ao canteiro de obras da nova UPA 24h e lá encontrou o líder comunitário Eduardo Carvalho que nos concedeu uma entrevista exclusiva sobre esse grandioso e necessário empreendimento do governo do Estado em parceria com o Ministério da Saúde.

Eduardo Carvalho
Como noticiamos em edições anteriores, Eduardo Carvalho, morador de Itaipuaçu e líder comunitário, conseguiu, através de uma iniciativa sua na qual resultou-se um documento composto de várias assinaturas de moradores, solicitando uma Unidade de Saúde 24 horas urgente na região. Esse "abaixo-assinado" foi encaminhado pelo próprio Eduardo Carvalho ao gabinete do jovem deputado Bruno Correia que, imediatamente, solicitou ao secretário de saúde do Estado, Sérgio Côrtes, e ao governador Sérgio Cabral, a construção de uma UPA em Maricá, e hoje, o sonho da população está cada dia mais próximo da realidade.

Segundo informações do vice-governador Luis Fernando Pezão, a UPA 24h de Maricá ficará pronta em 45 dias, pois as obras estão andando em ritmo acelerado e dentro do cronograma original. A inauguração está prevista para o mês de Abril.
Eduardo Carvalho recebe o oficío para construção da UPA das mãos do Dep. Bruno Correia

Veja a entrevista exclusiva concedida ao Itaipuaçu Site, abaixo:



                         




Veja também:

Iniciativa de morador, com a ajuda do deputado Bruno Correia, consegue UPA 24h para Maricá



Marcadores: , , , , , , ,

Jovem leva tiro e morre após tentativa de assalto em Inoã

Maricá, 20/01/2012 - Na madrugada desta quinta-feira (19), Mariana Santos da Costa, de apenas 25 anos, estava indo para sua casa na Travessa Figueira, em Inoã, distrito de Maricá, quando foi abordada por bandidos num carro que tentaram levar a sua bolsa. Porém, a jovem reagiu e acabou levando um tiro no peito. 

Após o disparo, os bandidos, segundo informações, dois homens, fugiram com o carro em disparada. Uma amiga que presenciou a cena, ficou desesperada e gritou por socorro e vizinhos e familiares apareceram rapidamente e a jovem baleada foi levada de carro para o Hospital Municipal Conde Modesto Leal, no centro da cidade de Maricá, mas infelizmente ela não resistiu e acabou falecendo.

No início da noite, centenas de pessoas e amigos lotaram o cemitério municipal a fim de prestarem a última homenagem à jovem Mariana. Houve muita revolta por parte dos familiares e amigos, que reclamaram do aumento da criminalidade na região e do descaso do Poder Público que nada tem feito para sanar esse grave problema. 

Foto: Fernando Fernandes / Lei Seca Maricá

Marcadores: , , ,

Fórum de Maricá debate Audiência Pública do emissário Comperj


Maricá, 20/01/2012 - Reunido em Assembleia Geral Ordinária, o Fórum da Agenda 21 Local de Maricá decidiu intervir de forma coordenada e unificada na “Audiência Pública do Projeto do Emissário Terrestre e Submarino do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro - Comperj”. 

Membros e Participantes debateram a questão, que vem sendo estudada por membros do Fórum e do Comitê Pró-Restinga de Maricá desde 2011, quando foi divulgado o EIA-RIMA do emissário. O Fórum defende que a licença estadual do INEA, da qual depende a obra, não seja concedida caso o projeto não seja refeito, de forma a evitar os problemas sociais e ambientais que vai causar.


Em consonância com a Sociedade Civil do município, a Agenda 21 contesta as informações defasadas e insuficientes do EIA (Estudo de Impacto Ambiental) apresentado ao INEA, e contesta as soluções apresentadas pelo projeto, quer não deve ser aprovado pelo INEA enquanto não for alterado, para maior segurança da população e do ambiente. Destacou-se no debate que as correntes marinhas na área destinada ao despejo de efluentes químicos tratados pode levá-los até os litorais do Rio Grande do Norte e de Santa Catarina.

O Fórum de Maricá solicitou à Comissão Estadual de Controle Ambiental - CECA o mesmo tempo que terão os demais apresentadores, e vai explanar os riscos do emissário e o que deve ser feito para evitá-los. Os Fóruns de Niterói e Saquarema, convidados pelo Fórum Maricá, confirmaram presença na Audiência Pública, e as entidades que compõem esses três Fóruns estão convocando a população em geral para participar da Audiência, para a qual haverá transporte gratuito.

Também foi debatida na Assembleia Geral da Agenda 21 a realização, no município, da Consocial – Conferência Nacional sobre Transparência e Controle Social, preparatória para a Conferência Estadual e Nacional. A Conferência Municipal acontecerá em 10 e 11 de fevereiro. Está sendo constituída uma Comissão Organizadora com membros do Governo e da Sociedade Civil organizada, que tratará, inclusive, da divulgação do evento. Dúvidas e informações no site <www.consocial.cgu.gov.br>.

Na assembleia também foram tratadas questões referentes aos outros três projetos de ação – no eixo das Ações de Implementação do PLDS – planejados para início neste semestre. Outras informações, bem como formas de participar ou fazer perguntas, podem ser encontradas na página oficial da “Agenda 21 Local de Maricá” no Facebook, onde também há links para nosso site, que contém ampla documentação sobre o Fórum. 

O evento acontece no dia 24/01 às 19h no Ciep 391 – Robson Mendonça Lou, que fica na Estrada de Ferro, 5, em Inoã.

Para que a população participe da audiência, a Petrobras disponibilizou transporte gratuito em diversas localidades. Confira os locais e horários de partida:
- Recanto (Itaipuaçu) – 18h: Rua 3, esquina com Rua Raimundo Monteiro;
- Jardim Atlântico (Itaipuaçu) – 18h: Rua 36, esquina com Rua 56;
- Rua 70 (Itaipuaçu) – 18h: Praça do 70 (Rua 70, esquina com Rua 36);
- Ponta Negra – 18h: Praça Central (Rua Beira do Canal);
- Barroco (Itaipuaçu) – 18h: Praça do Barroco (Estrada de Itaipuaçu, esquina com Rua dos Lírios);
- Itaocaia (Itaipuaçu) – 18h: Forró do Carrapato (Estrada de Itaipuaçu, esquina com Rua 5);
- Cassorotiba – 18h: Ponto de ônibus em frente ao condomínio Santa Paula (Estrada de Cassorotiba, s/nº);
- Inoã – 18h20: em frente à associação de moradores (Rua João Paulo da Costa, 274);
- Centro – 18h: Praça central (Rua Almeida Fagundes);
- Barra de Maricá – 17h45: em frente à Associação de Zacarias (Rua Theodoro José Martins);
- Bosque Fundo – 18h: em frente à Escola Municipal Darcy Ribeiro (Rua 6, lote 13, quadra 7);
- Cassorotiba – 17h30: ponto final do ônibus da linha Cassorotiba (Estrada do Cassorotiba, 8060);
Com informações de Agenda 21 Local de Maricá

Tags Prefeitura Maricá Educação

Marcadores: , , , ,